Rádio Difusora

(45) 9-9841-0044
14/06/2017 10:06 | Autor: Editor

Coroa de “Rei da Soja” volta ao Paraná com produtor de Guarapuava

A coroa do “rei da soja” está de volta ao Paraná, conquistada pelo produtor Marcos Seitz, de Guarapuava, que alcançou um novo recorde 149,08 sacas por hectare no ciclo 2016/17.
Até então a maior marca registrada tinha sido do produtor Alisson Alceu Hilgenberg, de Ponta Grossa, com 141,79 sc/ha no ciclo 2014/15.
O anúncio do novo campeão na produtividade de soja foi feito ontem em Passo Fundo, no Rio Grande do Sul.
A competição é promovida pelo Comitê Estratégico Soja Brasil , CESB, em parceria com diversas grandes empresas e entidades do agronegócio.
O Paraná é campeão mundial em produtividade de soja
O Rei da Soja diz que a propriedade total da família tem 1.100 hectares, mas a área dedicada ao concurso tem cinco hectares, onde é praticada a agricultura de precisão.
A média geral da propriedade toda foi de 79 sacas por hectare, quando a a média nacional nesse ano deve fechar em torno de 54 sc/ha.
O presidente do CESB, Luiz Nery Ribas, diz que o prêmio consegue mostrar a importância das pessoas envolvidas na cadeia produtiva, além do solo, meio ambiente e insumos.
Ribas alerta para o fato de que há muito trabalho envolvido nas propriedades dos campeões e que a chave para o sucesso é a paciência uma vez que na agricultura nada acontece de uma hora pra outra.
Ele acrescenta que o aumento na média nacional de produtividade de 48 para 55 sacas por hectare mostra que é possível crescer ainda mais.
O CESB é uma organização sem fins lucrativos que tem como participantes membros de diversas áreas relacionadas à cadeia produtiva da soja.
A entidade busca trabalhar em ações que se tornam referência ao agronegócio para promover o crescimento da produtividade da oleaginosa no Brasil.