Rádio Difusora

(45) 9-9841-0044
15/12/2017 14:54 | Autor: Carlos

Professora Cidadã Honóraria de Mal. Rondon é contra o “Escola Sem Partido

A mais nova cidadã honorária de Marechal Cândido Rondon, professora Vera Beatriz Hoff Pagnunssatti, é totalmente contrária o polêmico projeto denominado de “Escola Sem Partido”.

Ela recebeu a honraria no último dia 24 de novembro, em sessão solene da Câmara Municipal, e segundo o autor da proposição, vereador Nilson Hachmann, é justificada pelos relevantes serviços prestados pela profissional do magistério.
Entre as conquistas profissionais alcançadas por Vera ao longo da carreira, destacam-se: em 1997, o primeiro reconhecimento em nível estadual com o trabalho relacional à Violência nas Escolas – Programa Correção de Fluxo.
Em 2008, 2010 e 2012 foi classificada entre as 20 melhores experiências pedagógicas do Paraná, através do Programa Agrinho. Em 2009 e 2012 venceu o Prêmio Professores do Brasil, organizado pelo MEC.
Em 2011, foi selecionada como Educadora Inovadora Microsoft do Brasil, o que possibilitou representar o país em Washington, nos Estados Unidos.
No ano seguinte, recebeu o Prêmio Personalidade Internacional, conferido pela Acimacar.
Em 2013 e 2014, Vera foi premiada como Professora Transformadora do Paraná – Programa Televisionando o Futuro, com um trabalho desenvolvido em parceria com a RPCTV/Rede Globo.
Também em 2014 aconteceu lançamento de livro organizado pelo MEC, com o artigo de sua autoria sobre “Sexualidade Precoce x Os Discursos da Mídia”, em decorrência de um trabalho apresentado no Rio de Janeiro, dois anos antes.
Em 2015, ela foi selecionada em primeiro lugar para representar o Paraná no Programa Missão Pedagógica no Parlamento em Brasília.
Além de comentar sobre estas e outras conquistas profissionais, em A Personalidade da Semana, a professora vera também falará sobre outras questões relacionadas a educação, principalmente de jovens.
Entre eles estão, a gravidez na adolescência, o preconceito racional, a violência na escola, os relacionamentos homoafetivos, os mais variados casos de bullyng, e também sobre o polêmico projeto “escola Sem Partido”
PACHECO