Rádio Difusora

(45) 9-9841-0044
15/05/2018 15:45 | Autor: Editor

Principais demandas da mandiocultura serão debatidas em Dia de Campo quinta-feira

A Associação Técnica das Indústrias de Mandioca do Paraná e o Instituto Agronômico do Paraná, com o apoio da Secretaria de Agricultura, Emater, Unioeste e Sicredi, realizam nesta quinta-feira o 12º Dia de Campo da Mandioca.

O evento terá por local o campo experimental da Atimop, no distrito de Porto Mendes, a partir das 12h30, com demonstrações das principais tecnologias para a condução das lavouras de mandioca.
Variedades nativas e genótipos do programa de melhoramento do Iapar serão trabalhados por Mário Takahashi, enquanto genótipos do programa de melhoramento da Embrapa serão apresentados por Marco Antônio Rangel.
O mercado atual da mandioca, seus derivados e perspectivas futuras, será o tema explanado pelos economistas Carlos Estevão, da Embrapa, e Fábio Felipe, do Cepea.
Outro tema a ser abordado é insetos, pragas da mandioca, controle seletivo e manejo integrado, com o entomologista Rudiney Ringenberger, da Embrapa.
As doenças da mandioca serão tratadas pelo fitopatologista Roberto Portz, da Universidade Federal do Paraná.
Também serão palestrantes Neumárcio Vila Nova, da Unioeste, que falará sobre controle de plantas daninhas; Rogério Cezar, da FMC; e Renan Bellé, da UPL, além de também estar programada uma dinâmica de máquinas.
Será levado a efeito ainda Concurso do Arrancadão Manual de Mandioca, no qual serão premiados com aparelho de TV os dois primeiros colocados e um cooler o produtor que obtiver a terceira posição.
Como um dos coordenadores do Dia de Campo da Mandioca, Sigmar Herpich destaca as principais demandas da atividade no momento....