Rádio Difusora

(45) 9-9841-0044
18/06/2018 16:00 | Autor: Editor

Deral estima quebra de 14% na produção regional do milho da safra

Levantamento feito pelo Departamento de Economia Rural, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Paraná, estima que a segunda safra de milho na área de ação da regional de Toledo registre uma quebra de aproximadamente 14%.
Nos municípios da SEAB de Toledo foram plantados com o milho da safrinha 423 mil e 325 hectares, a previsão inicial era de uma colheita de 2 milhões e 500 mil toneladas, mas hoje a estimativa é de 2 milhões e 100 mil toneladas.
Isso representa uma queda de 14% na previsão inicial e, segundo a técnica do Deral, engenheira agrônoma Jean Marie Ferrarini, a estiagem de aproximadamente 35 dias entre os meses de abril e maio é um dos fatores para essa quebra.
Além da seca, a profissional do Departamento de Economia Rural revela que também houve grande incidência de percevejos e lagartas.
Com o clima cada vez mais frio e a incidência de chuvas, a engenheira aponta outro problema que pode comprometer a colheita, que tem previsão de ser forte a partir da segunda quinzena de julho.
A considerar o problema de não haver sol suficiente, Ferrarini menciona que é preciso esperar as condições climáticas para ver como será essa safra.
A engenheira agrônoma do Deral lembra que as perdas registradas até o momento estão dentro da média para a região.