Rádio Difusora

(45) 9-9841-0044
20/06/2018 10:46 | Autor: Editor

Senadora Gleisi e seu marido Paulo Bernardo são absolvidos pelo STF

A senadora Gleisi Hoffmann e seu marido, o ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo, foram absolvidos dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro pelo Supremo Tribunal Federal.
Edson Fachin, Celso de Mello, Gilmar Mendes, Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski votaram pela absolvição.
Por 3 a votos a 2, Gleisi também foi absolvida pelo crime de caixa dois.
Os dois que entenderam que ela deveria ser condenada por esse crime são Celso de Mello e o relator Edson Fachin.
Dias Toffoli; Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski votaram pela absolvição total do casal de ministros.
A Segunda Turma da Corte julgou desde o início da tarde desta terça-feira a ação penal na qual a senadora era acusada de receber R$ 1 milhão para sua campanha ao Senado em 2010.
Segundo a acusação, o valor foi desviado no esquema de corrupção na Petrobras e negociado por intermédio de Paulo Bernardo e do empresário Ernesto Kugler Rodrigues, que também é réu e foi absolvido.
Na denúncia, a Procuradoria-Geral da República usou depoimentos do doleiro Alberto Youssef e do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa para embasar a acusação.
No início da noite, o relator do caso, ministro Edson Fachin também votou pela absolvição de Gleisi e Paulo Bernardo pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, mas entendeu que a parlamentar deve responder por crime eleitoral, por não ter declarado 250 mil que teriam sido recebidos por sua campanha.