Rádio Difusora

(45) 9-9841-0044
06/11/2018 15:01 | Autor: Editor

Polêmica em torno da transição no Paraná pode terminar hoje a tarde

Encontro entre Cida e Ratinho será às 16:30


Às 16 horas e 30 minutos de hoje o governador eleito Ratinho Junior espera ouvir da governadora Cida Borghetti que a transição de governo vai começar.
Há três semanas, ele vem tentando convencê-la a antecipar esse processo, originalmente marcado para 3 de dezembro.
Apesar do suposto bom relacionamento entre os dois, a equipe do governador eleito diz necessitar de dados mais precisos do Executivo para tomar as decisões que nortearão a futura gestão estadual.
O núcleo mais próximo à governadora não revela a resposta que ela dará a Ratinho.
No dia 17 do mês passado, no Palácio Iguaçu, Cida e Ratinho se encontraram pela primeira vez para tratar da sucessão e em tom amistoso, conversaram sobre aspectos gerais do Paraná e endossaram o apelo por celeridade na tramitação de alguns projetos de fundo econômico na Assembleia Legislativa.
Na mesma data, Cida publicou um decreto determinando as diretrizes legais para a transição de gestão, a partir de 3 de dezembro, porém Ratinho pediu para que a data fosse antecipada para 29 de outubro, logo após o segundo turno mas não obteve resposta e então protocolou formalmente um pedido à governadora no último dia 26.
Cinco dias depois, encontraram-se em Brasília, numa reunião com os deputados federais do Paraná, quando o eleito do PSD voltou a tocar no assunto.
Segundo aliados de Ratinho, a transição tem ocorrido sem sobressaltos porem argumentam, que nem todas as informações das quais precisam estão disponíveis publicamente e, por isso, é necessário o acesso oficial a dados mais detalhados.
Uma das preocupações mais imediatas, por exemplo, diz respeito à estruturação dos trabalhos no litoral e nas praias lindeiras, no Projeto Verão Paraná.