Rádio Difusora

(45) 9-9997-0532
27/02/2019 14:51 | Autor: Editor

754 eleitores poderão ter títulos cassados na comarca de Marechal Rondon

Na Comarca de Marechal Cândido Rondon, o juiz eleitoral, Clairton Mário Spinassi, tornou pública a lista contendo os nomes e os números de inscrição de eleitores que deixaram de votar nas três últimas eleições, cujas inscrições poderão ser canceladas, conforme prevê o Código Eleitoral.


Eles poderão regularizar a situação entre 7 de março e 6 de maio


O magistrado cientificou e alertou os eleitores que o não comparecimento ao cartório eleitoral, para comprovação do exercício do voto, do pagamento das multas correspondentes ou de justificação de ausência, no prazo de 60 dias, a contar do dia 07 de março, implicará no cancelamento automático das inscrições 2003.
O edital com os nomes está afixado no cartório eleitoral e também pode ser acessado no site do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná.
Na Comarca de Mal. Rondon, 754 eleitores podem ter o título cancelado.
São 28 eleitores de Mercedes, 42 de Pato Bragado, 27 de Quatro Pontes e 657 de Marechal Cândido Rondon: todos eles devem regularizar a situação no período entre 7 de março e 6 de maio.
Segundo dados divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral, no estado do Paraná 114.625 eleitores podem ter o título cancelado por não votarem nem justificarem a ausência às urnas nas 3 últimas votações.
A Justiça Eleitoral divulgou, por meio de lista afixada nos cartórios eleitorais, a relação de eleitores que não votaram nem justificaram a ausência nos três últimos pleitos.
De acordo com a Resolução TSE nº 23.594/2018, para que não corram o risco de ter o título cancelado, esses eleitores devem regularizar a situação no período entre 7 de março e 6 de maio.
Vale ressaltar que, para fins de contabilização da Justiça Eleitoral, cada turno é considerado como uma eleição, inclusive no caso de realização de eleições suplementares.
Caso os eleitores não regularizem a sua situação, a Justiça Eleitoral efetuará o cancelamento dos seus respectivos títulos no período de 17 a 20 de maio, quando não serão realizadas atualizações no cadastro eleitoral.