Rádio Difusora

(45) 9-9997-0532
18/04/2019 12:21 | Autor: Editor

Paraná tem crescimento acentuado no número de pessoas com tuberculose

A cada quatro horas, um novo caso de tuberculose é diagnosticado no Paraná: enquanto o Brasil registrou queda de 0,63% no número de diagnósticos em 2018, no estado foi verificado crescimento de 10,9%, o que coloca o Paraná como uma das 12 unidades da federação que registraram alta da doença.


No ano passado foram registrados 2.248 casos


No ano passado, foram registrados um total de 2.248 novos casos de tuberculose no Paraná, o maior número de diagnósticos da doença desde 2013. Já em 2017, haviam sido registrados 2.027 ocorrências.
Com o aumento de casos, a taxa de incidência por 100 mil habitantes subiu cerca de 10%, passando de 17,9 para 19,7.
Ainda assim, a Organização Mundial da Saúde avalia que os números registrados no estado ainda são considerados aceitáveis.
O estado, inclusive, pretende, até 2035, alcançar uma taxa de menos de 10 casos por 100 mil habitantes.
Para tanto, desde o ano passado, em todo o Brasil, começou a ser implementado o novo Sistema de Notificação de Tratamento da Infecção Latente.
De acordo com especialistas, 10% das pessoas infectadas vão desenvolver a forma ativa e contagiosa da doença em algum momento da vida.
A transmissão ocorre de forma direta, ou seja, de um doente ao outro, principalmente pela via respiratória, ao falar, espirrar e, principalmente, ao tossir.
A estimativa é que, em um ano, um indivíduo infectado pode contaminar, em média, de 10 a 15 pessoas.
Essas bactérias podem se depositar em roupas, lençóis, copos e outros objetos.
Nos últimos cinco anos com dados disponíveis foram registradas 22.711 mortes em decorrência da doença em todo o Brasil, das quais 636 ocorreram no Paraná.