Conectado com

Geral

176 pessoas venceram o novo Coronavírus nos últimos três dias em Toledo

Divulgação

Em meio ao cenário atual em que estamos vivendo de uma pandemia, o que mais se vê ou se ouve são notícias ruins de novos casos e mortes em decorrência do novo Coronavírus (Covid-19). Porém muitas vezes ficam esquecidas as notícias boas como das pessoas que se curaram da doença e isso vem ocorrendo em Toledo, que teve somente nos últimos três dias 176 pessoas, que venceram a Covid-19.
Os números de recuperados vêm inclusive se mantendo altos nos últimos dias. Na terça-feira 23 foram 80 recuperados, na quarta-feira 24, 48 e na quinta-feira 25, novamente 48 pessoas recuperadas.
Nesses três dias o número de curados em Toledo chegou próximo de 50% dos recuperados desde o início da pandemia. Desde o primeiro caso da Covid-19 no município foram 358 pessoas recuperadas, sendo que destes 182 se recuperaram até o último domingo (21), somente seis a mais, que os 176 curados nos últimos três dias.
E o grande número de recuperados aumenta consideravelmente em um momento, que a quantidade de contaminados segue crescendo consideravelmente na cidade. “Como temos muitos casos ativos, logo teremos muitos curados e a tendência é que esse número continue aumentando nas próximas semanas e é ótimo que em meio a crise do aumento de casos tenhamos as notícias boas de pessoas que se curaram. Até porque a gente já pôde observar que pelo menos 80% das pessoas acometidas pela Covid-19 passam pela doença sem sintomas ou com manifestações mínimas de sintomas”, relatou o médico e porta-voz do Comitê de Operações Emergenciais (COE), Fernando Pedrotti.
15 pessoas já venceram a COVID-19 no Hospital Bom Jesus
Nesse período de pouco mais de três meses que a pandemia chegou ao Brasil e Paraná, e mais especificamente a Toledo, algumas histórias bonitas chamaram a atenção, com pessoas, que apresentavam comorbidades e ficaram dias internadas em leitos de Terapia Intensiva (UTI), e mesmo assim se curaram da Covid-19.
Um desses casos foi de Fátima Lima de Rios, de 51 anos, que recebeu alta do Hospital Bom Jesus (HOESP), no dia 12 de junho. A paciente, que possuía comorbidades como diabetes e hipertensão ficou 22 dias internada, sendo que 21 deles foram em leito de UTI.
No dia 12 de junho ela pôde voltar para sua casa, curada da enfermidade e em meio a aplausos de alguns dos médicos e demais profissionais de saúde da HOESP.
No dia 17 de junho foi a vez de outro morador da cidade de Toledo receber alta da UTI do Hospital Bom Jesus. O paciente foi E.B.S, de 74 anos, que permaneceu hospitalizado por 10 dias. Ele possuía fatores de risco como diabetes e hipertensão e mesmo assim foi mais um toledano a superar o novo Coronavírus.
Ele voltou para o seu lar, juntamente com um morador de Cascavel, que também superou as dificuldades impostas pela doença. Os dois também saíram do Hospital em meio a aplausos e muita emoção, por parte dos profissionais de saúde, que trabalharam por suas recuperações.
Vilmar Rios passou os últimos 27 dias internado na HOESP, em Toledo, sendo 26 deles na UTI. Eduardo, de 56 anos, passou por algo semelhante. Desde o dia 12 de junho estava internado, passando vários dias na UTI. O diagnóstico para os dois pacientes foi o mesmo: Coronavírus, uma doença que impõe diversas restrições de contato, tornando o desafio de oferecer um tratamento humanizado ainda maior.
“Cada alta hospitalar é uma grande alegria para toda a nossa equipe, trazendo mais força no combate à pandemia”, comenta a superintendente da HOESP, Zulnei Bordin. Vilmar, que foi para casa no dia 24 de junho, é a alta de número 14 da patologia Covid-19 no Hospital e Eduardo, com alta no dia 25 de junho, é o 15º paciente que conseguiu vencer o Coronavírus.
Em meio às histórias de superação das pessoas, que conseguiram sobreviver ao novo Coronavírus mesmo com todas as dificuldades impostas, fica o alerta para que as pessoas cumpram o isolamento domiciliar e saiam de casa somente quando necessário. Além é claro de manterem os cuidados com a higiene pessoal, lavando as mãos com água e sabão ou álcool em gel frequentemente como pedem os Órgãos de Saúde em todas as suas instâncias.
Fonte: Toledo News
Continue Lendo
Publicidade

Geral

Vacinação da Gripe pode ser feita em todas as Unidades de Saúde de Marechal Rondon

 Todos os interessados, independente de idade, poderão tomar a vacina

 

Desde o dia 01º do mês de julho, doses da vacina da gripe estão disponíveis em todas as salas de vacinação das Unidades de Saúde de Marechal Cândido Rondon.

Ate o momento, dos grupos prioritários da campanha nacional, o município rondonense registrou 81,57% de imunizados.

A coordenadora da Atenção Primária em Saúde de Marechal Rondon, Dacia Regina Hassemer, afirma que as doses de vacinação contra a gripe estão disponíveis para interessados de todas as idades e reforça a necessidade de imunização dos grupos prioritários..

 

Continue Lendo

Geral

Justiça condena Estado a fornecer professor de apoio permanente para estudante com síndrome de Down.

A Vara da Infância e da Juventude de Toledo confirmou em sentença judicial liminar , a condenação do Estado do Paraná a fornecer professor de apoio permanente, exclusivo e individual, para um estudante com síndrome de Down.

O aluno está matriculado em escola da rede pública estadual em Ouro Verde do Oeste e a decisão foi proferida em resposta a ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público do Paraná, por meio da 5ª Promotoria de Justiça de Toledo.

Segundo a ação, até o 5.º ano, enquanto estudava na rede pública municipal, o estudante contou com professor de apoio, porém, no início deste ano, ao ingressar no 6.º ano em uma instituição da rede pública estadual, o adolescente deixou de contar com tal profissional, o que acarretou vários prejuízos educacionais.

O MPPR então instaurou procedimento administrativo e solicitou a oferta do profissional de apoio, o que foi negado pelo Núcleo Regional de Educação e por isso foi ajuizada a ação.

Para fundamentar a ação, a Promotoria de Justiça apresentou documentos técnicos que indicavam a necessidade de concessão de professor de apoio especializado para acompanhamento individual do estudante, por ele apresentar síndrome de Down ou trissomia do cromossomo 21 , alteração genética causada por um erro na divisão celular durante a divisão embrionária.

Em vez de dois cromossomos no par 21, as pessoas com a síndrome possuem três o e que pode causar diversas barreiras físicas e cognitivas.

O Ministério Público lembra na ação que o Estatuto da Criança e do Adolescente e a Lei Brasileira de Inclusão garantem o direito à educação especial, prestada preferencialmente de forma inclusiva e na rede regular de ensino , o que também é assegurado pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação .

Em março, mês marcado pelo Dia Internacional da Síndrome de Down, a Justiça já havia concedido liminar para a concessão de profissional de apoio ao estudante e agora a decisão foi confirmada, com sentença meritória proferida.

Panorama – 08 julho 2020 – Regis Guerreiro

Apresentação: Maiko e Pacheco

A Vara da Infância e da Juventude de Toledo confirmou em sentença judicial liminar , a condenação do Estado do Paraná a fornecer professor de apoio permanente, exclusivo e individual, para um estudante com síndrome de Down.

O aluno está matriculado em escola da rede pública estadual em Ouro Verde do Oeste e a decisão foi proferida em resposta a ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público do Paraná, por meio da 5ª Promotoria de Justiça de Toledo.

Segundo a ação, até o 5.º ano, enquanto estudava na rede pública municipal, o estudante contou com professor de apoio, porém, no início deste ano, ao ingressar no 6.º ano em uma instituição da rede pública estadual, o adolescente deixou de contar com tal profissional, o que acarretou vários prejuízos educacionais.

O MPPR então instaurou procedimento administrativo e solicitou a oferta do profissional de apoio, o que foi negado pelo Núcleo Regional de Educação e por isso foi ajuizada a ação.

Para fundamentar a ação, a Promotoria de Justiça apresentou documentos técnicos que indicavam a necessidade de concessão de professor de apoio especializado para acompanhamento individual do estudante, por ele apresentar síndrome de Down ou trissomia do cromossomo 21 , alteração genética causada por um erro na divisão celular durante a divisão embrionária.

Em vez de dois cromossomos no par 21, as pessoas com a síndrome possuem três o e que pode causar diversas barreiras físicas e cognitivas.

O Ministério Público lembra na ação que o Estatuto da Criança e do Adolescente e a Lei Brasileira de Inclusão garantem o direito à educação especial, prestada preferencialmente de forma inclusiva e na rede regular de ensino , o que também é assegurado pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação .

Em março, mês marcado pelo Dia Internacional da Síndrome de Down, a Justiça já havia concedido liminar para a concessão de profissional de apoio ao estudante e agora a decisão foi confirmada, com sentença meritória proferida.

Continue Lendo

Geral

PRv de Marechal Rondon apreende veículo com cigarros contrabandeados

A Policia Rodoviária Estadual posto de Marechal Rondon realizou na manha desta quarta-feira (08), uma nova apreensão de cigarros contrabandeados do Paraguai.

No entrocamento das PRs 585 e 317, entre os municípios de Toledo e São Pedro do Iguaçu, os policiais deram ordem de parada a um automóvel Astra com placas de Curitiba, cujo condutor desobedeceu à determinação e empreendeu fuga.

No momento em que tentava fugir da viatura, o carro ficou desgovernado e caiu em um barranco.

O contrabandista fugiu para uma região de mato e não foi mais localizado.

O carro Astra, com placas de Curitiba, estava carregado com cigarros contrabandeados do Paraguai.

Policiais rodoviários estaduais de Marechal Rondon estão registrando a ocorrência.

O veículo e o contrabando serão encaminhados para a Receita Estadual de Cascavel.

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.