Conectado com

Geral

Adapar prorroga o prazo para a semeadura de soja no Estado

Divulgação

A Agência de Defesa Agropecuária do Paraná publicou nova norma que prorroga o prazo para a semeadura de soja no Estado.

Nova norma não define a data final para a semeadura

A portaria nº 342/2019, que estabelece o período de vazio sanitário e outras medidas para o controle da ferrugem asiática no Estado, substitui a nº 202/2017, que determinava 31 de dezembro como data limite para o plantio.

A nova norma não define a data final para a semeadura, no entanto, o produtor tem até o dia 15 de maio como limite para colheita ou interrupção do ciclo da cultura.

A prorrogação foi uma solicitação dos produtores paranaenses, já que fatores climáticos têm atrasado o plantio da soja, especialmente nas regiões Sul e Sudoeste.

Eles argumentam que as características distintas do clima nas regiões do Estado dificultam o cumprimento do calendário.

Outra justificativa é que o Estado de Santa Catarina, que faz divisa com o Paraná, permite o plantio até 10 de fevereiro, o que tem exigido harmonização de procedimentos em algumas propriedades.

A decisão pela mudança aconteceu após reuniões entre a Secretaria da Agricultura, produtores e entidades do setor.

Conforme o secretário estadual da Agricultura, Norberto Ortigara, a soja tem uma importância socioeconômica expressiva para o Paraná, que é o segundo maior produtor brasileiro e a decisão dará mais segurança para os produtores, considerando as diferenças climáticas no Estado.

Para os agricultores, a medida garante maior capacidade de planejamento.

A nova norma também reforça medidas fundamentais para a sanidade vegetal no Estado.

A prática do vazio sanitário, adotada de 10 de junho a 10 de setembro de cada ano como estratégia para retardar o aparecimento e diminuir o número de pragas responsáveis pela ferrugem asiática, continua garantida.

Nesse período é proibido cultivar, manter ou permitir a existência de plantas vivas de soja, emergidas, em qualquer estágio vegetativo.

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Professores rondonenses se mobilizam para participar de movimento de greve em Curitiba na segunda (03)

Entenda os motivos da greve

Professores da rede estadual de ensino de Marechal Rondon estão se mobilizando, para integrar a caravana que na segunda-feira (03) fará parte de um grande ato que acontecerá em Curitiba.

O movimento de greve é contra ações do Governo do Estado, que quer entregar as escolas  públicas à iniciativa privada, através do projeto “Parceiros da Escola”.

A presidente do núcleo do sindicato de Toledo, Marilene Alves, fala sobre a situação, comentando desde a aprovação do indicativo de greve até os motivos para a paralisação.

Conforme Marilene, não houve conversa – nem com a comunidade escolar e nem com a população, para privatizar as escolas e o que causou maior desconforto, é o fato da votação acontecer em regime de urgência.

Caravanas estão sendo preparadas na região, inclusive com professores de Marechal Rondon, para irem a Curitiba na segunda-feira, para participar do movimento……….OUÇA ÁUDIO

 

A professora rondonense Cilene Centenaro, fala sobre a organização dos professores e pais, que se somam ao movimento de greve.

Conforme Cilene “a escola não é uma empresa. É uma luta de todos”………..OUÇA ÁUDIO

Continue Lendo

Geral

Delegado Pedro Lucena confirma que homem baleado na BR-163 é policial civil. Outro homem que faleceu era morador da Bahia

A Policia Civil de Marechal Rondon instaurou inquérito para apurar um tiroteio registrado na noite de quarta-feira (29) nas proximidades do Posto Trovão Azul, na BR-163, que terminou com o saldo de uma pessoa morta e outra gravemente ferida.

O ferido foi identificado como sendo um policial civil de Toledo, de 36 anos, o qual está afastado por decisão judicial, pelo crime de trafico de drogas, e atualmente estava na cidade de Araçatuba – São Paulo.

Ele foi socorrido, deu entrada na UPA Marechal e já prestou depoimento à Policia Civil.

O outro baleado que faleceu no local tinha 38 anos, era do Estado da Bahia, e atualmente residia na cidade de Toledo.

O policial civil que sobreviveu contou que os dois participaram de um churrasco no distrito de Dois Irmãos – Toledo, que estariam vindo para Marechal Rondon passear, quando na BR-163, teriam sido surpreendidos pela rajada de tiros.

No Honda Civic que ocupavam, foram identificadas diversas perfurações na lataria, sendo que alguns dos disparos atingiram os ocupantes.

O delegado de policia rondonense, Pedro Lucena, fala sobre as primeiras apurações……….OUÇA ÁUDIO

Continue Lendo

Geral

Quatro Pontes busca a terceira vitória no Troféu Difusora Difusora

Ontem foi a vez de Entre Rios golear Guaíra por 12X0 e chamar a atenção no campeonato

 

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.