Conectado com

Agricultura

Apesar do plantio lento, produção de milho deve registrar novo recorde no Brasil

Apesar de um início mais lento no plantio de soja neste ano no Brasil por conta do tempo seco, a safra de milho 2019/20 do país foi estimada em novo recorde acima de 100 milhões de toneladas, com um aumento de 3,4% na área plantada.

A condição seca neste momento inicial não chega a ser, em geral, um problema para a produção da oleaginosa ou do milho de verão do país, mas o quanto antes o plantio ocorrer, melhor para segunda e maior safra do cereal, plantado após a oleaginosa, por questões climáticas.

A sondagem com nove especialistas aponta uma safra total de milho do Brasil, segundo exportador global do grão, em 102,30 milhões de toneladas, aumento de 2,3% ante o recorde visto em 2018/19, quando o cultivo de milho foi favorecido pela soja mais adiantada na maioria das regiões.

A média projetada para a produção de milho do Brasil é quase a mesma estimada em pesquisa semelhante realizada no início de agosto, apesar de as previsões climáticas indicarem que os maiores volumes de chuvas serão registrados somente ao final do mês, garantindo finalmente melhores condições para o plantio.

O milho safrinha para o Centro-Oeste do Brasil deve ser semeado até 5 de março para evitar grandes riscos com a falta de chuvas ao longo de seu desenvolvimento.

Não seria recomendável que a principal região produtora de grãos do Brasil plantasse soja após 15 de novembro, para haver tempo de uma boa subsequente safra de milho, com janela favorável de chuvas em 2020.

A seca prolongada tem sido uma preocupação para os plantios de soja, o que impacta a área do milho da segunda safra no Centro-Oeste e no Paraná, mas as chuvas previstas para o final de setembro podem permitir que a semeadura.

As previsões climáticas entre setembro e novembro e entre dezembro e fevereiro apontam condições “mistas” para o milho, mas “em geral favoráveis”.

Para se consolidar o aumento de área de milho, especialmente na segunda safra, será necessário acompanhar a evolução do plantio da soja nos próximos meses.

Continue Lendo
Publicidade

Agricultura

Toledo sedia o maior evento de suinocultura do Brasil

Divulgação

Congresso debate temas como desenvolvimento das Pessoas, Sanidade, Mercado e Nutrição

O município de Toledo, que possui o maior plantel de suínos do Paraná, sedia a partir de hoje o maior evento de suinocultura do Brasil.

Mais de mil profissionais ligados ao setor do Brasil. da Bélgica, Espanha, Chile, EUA, Argentina, entre outros países participam, a partir desta terça-feira , do XIX Congresso Nacional Abraves e I Congresso Internacional Abraves.

A programação foi aberta pela manhã no Teatro Municipal com o tema ‘O futuro mercado de suínos, fundamentado pelo conhecimento e pela ciência’.

Serão três dias de intensa programação com palestrantes que irão abordar temas voltados ao desenvolvimento das Pessoas, Sanidade, Mercado e Nutrição.

Entre outras temas abordados estão alimentação vegana, propósito e legado, segurança financeira, motivação e inteligência, e ética.

A abertura foi com o jornalista Clóvis de Barros Filho que fez uma abordagem sobre ‘Comportamento, atitude, motivação e inteligência: qual o valor do profissional com essas atitudes?’.

Amanhã o Congresso vai reunir profissionais da Bélgica, EUA e Brasil que irão falar sobre promotores de crescimento, rotavírus suíno, doenças virais, micotoxinas, integridade intestinal, entre outros.

Dentre os nomes de destaque está o americano Paul Sundberg, que vai falar sobre ‘Doenças virais emergentes e os riscos sanitários para os mercados globais’.

No último dia do evento, quinta-feira, os congressistas irão participar de palestras e mesas redondas sobre Salmonella e Mercado, com a participação de palestrantes dos EUA, Espanha e Brasil.

O evento vai ajudar instituições assistenciais sediadas em Toledo, com a doação de parte dos honorários de alguns palestrantes.

Ao todo serão 9 entidades beneficiadas com a doação de 3 mil reais para cada uma, cuja entrega de valores vai acontecer ao final de cada painel durante os três dias do Congresso.

Segundo o presidente da Abraves, regional Paraná, Ton Kramer, a iniciativa partiu da Abraves, regional Paraná, responsável pela organização da 19º edição do Congresso Nacional e I Congresso Internacional Abraves.

Continue Lendo

Agricultura

Inscrições na Escola Agrícola de Toledo vão até dia 25

Até a próxima sexta-feira, dia 25, estarão abertas as inscrições para os interessados em participar do processo seletivo do Colégio Agrícola Estadual de Toledo.

No ato da inscrição é obrigatória a presenta do aluno, para uma entrevista com professores da área técnica da instituição.

Conforme a coordenadora Celimar Trentin, os interessados devem também comparecer com toda a documentação exigida , cuja relação está a disposição no site do colégio e também poderá ser obtida via telefone.

 

Continue Lendo

Agricultura

Definidas as regras sobre o recolhimento, transporte, processamento e destinação de animais mortos

Foto: Giovani Dorigueto/arquivo Pessoal

Os pecuaristas de todo o Brasil deverão a partir de agora, obrigatoriamente, aderir as novas regras que possibilitam a utilização de rotas tecnológicas para o os resíduos de forma sanitariamente segura.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento publicou no Diário Oficial da União, a Instrução Normativa 48/2019, que estabelece os procedimentos sobre o recolhimento, transporte, processamento e destinação de animais mortos e resíduos da produção pecuária como alternativa para a sua eliminação nos estabelecimentos rurais.

A IN estabelece regras que possibilitam a utilização de rotas tecnológicas para os resíduos da produção pecuária de forma sanitariamente segura, alternativas às práticas até então adotadas.

De acordo com a Instrução Normativa, para destinar animais mortos e resíduos da produção pecuária para unidade de recebimento, de transformação ou de eliminação, o estabelecimento rural deve possuir cadastro atualizado junto ao Serviço Veterinário Oficial e dispor de um local exclusivo para o recolhimento, que deverá estar fora das áreas utilizadas para o manejo da exploração pecuária e afastado das demais instalações do estabelecimento rural.

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.