Conectado com

Política

Apoiados por Bolsonaro são eleitos nas presidências da Câmara e do Senado

O senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG), de 44 anos, foi eleito nesta segunda-feira o novo presidente da Casa pelos próximos dois anos.

Um dos mais jovens senadores a assumir o comando do Congresso, ele teve 57 votos, contra 21 da candidata Simone Tebet (MDB-MS), que foi abandonada pelo próprio partido na disputa.

Pacheco foi apoiado pelo atual presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), em uma articulação direta com o Palácio do Planalto.

Conforme o Estadão revelou, o governo liberou um total de R$ 3 bilhões em verbas extras para deputados e senadores na esteira da negociação.

Além disso, o volume de emendas parlamentares pagas em janeiro foi recorde.

Com formação em Direito, Pacheco prometeu agir com independência em relação ao Planalto e fez um discurso de pacificação.

Nos bastidores, a vitória era dada como certa antes mesmo da votação sigilosa, contando com o apoio não só de bolsonaristas, mas também de partidos da oposição.

Católico, ele está no primeiro mandato como senador e presidirá o Senado até fevereiro de 2023.

Rodrigo Pacheco nasceu em Porto Velho (RO), mas se elegeu por Minas Gerais, onde a família é dona de empresas de transporte rodoviário.

Em dezembro de 2020, emplacou um assessor de seu gabinete como diretor da Agência Nacional de Transportes (ANTT) – órgão que tem como atribuição regular empresas de sua família.

A indicação, conforme o Broadcast revelou, foi questionada por violar a Lei de Agências Reguladoras e ainda não passou pelo plenário.

Como presidente, ele será responsável por pautar ou devolver a indicação.

Na última hora, Major Olimpio (PSL-SP), Jorge Kajuru (Cidadania-GO) e Lasier Martins (Pode-RS) retiraram as candidaturas para apoiar a emedebista.

A eleição para os demais cargos na Mesa vai ocorrer nesta terça-feira PSD e MDB disputam a 1ª vice-presidência.

 

 

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Aprovada a proposta de revitalização da rua Tancredo Neves em Pato Bragado

Assessoria

Decisão foi tomada após consulta à comunidade

 

A administração de Pato Bragado apresentou em audiência  pública nesta semana, a proposta de revitalização da Rua Tancredo Neves,  via de acesso aos Bairros Mutirão, Alvorada e Loteamento Social, e o crescimento da frota de veículos do município, inclusive com a implantação de um novo loteamento, o Social 3 ao lado dos bairros, está impactando na mobilidade desses locais.

Diante da proposição o engenheiro civil da Secretaria de Planejamento, Lucas Decarli Bottega apresentou as mudanças propostas  pela administração municipal,  como o alargamento da pista de rolamento, que atualmente é de 6,50 metros e passará, dentro da proposta apresentada, a contar com 7,70 metros.

Dessa forma também irão ocorrer mudanças nos passeios públicos que passarão a ter 1,95 metros.

Constam ainda, alterações no paisagismo e garantia de acessibilidade, em conformidade às normas vigentes.

O prefeito Mano disse que a intenção em modificar essa rua é de que ela fique mais  segura, valorizando os bairros e locais adjacentes.

Mencionou também o valor que o governo pretende investir, mediante a aprovação do projeto é de cerca de  400 mil reais.

Mediante as opiniões favoráveis da comunidade participante, a proposta foi aprovada e a revitalização será licitada.

 

 

 

 

Continue Lendo

Geral

Ministro anuncia que novo pedágio no Paraná não terá cobrança de outorga

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas,  anunciou ontem, quarta-feira, que as rodovias do Paraná terão 100% dos recursos do leilão aplicados no estado.

 

Os recursos do leilão serão aplicados no Estado

 

A definição foi feita junto com parlamentares da bancada federal do Paraná, por uma mudança no projeto de concessão de mais de 3 mil quilômetros de rodovias: 100% dos recursos ofertados durante o leilão serão aplicados no próprio estado.

Isso significa que qualquer valor para critério de desempate será utilizado integralmente na própria rodovia em benefício ao usuário.

A mudança foi comemorada pelo deputado federal Luiz Nicshimori em post em rede social.

Além de revelar a grande conquista, no caso, a retirada da outorga das novas concessões do pedágio no Estado, o parlamentar citou que o Ministério apresentou um ótimo projeto de concessão e duplicação de 1.800 quilômetros de rodovias no Paraná, o que, segundo ele, vai gerar o aquecimento econômico para nossos municípios.

O projeto prevê 42 bilhões de reais em investimentos em mais de 3 mil quilômetros de rodovias, federais e estaduais.

O projeto do Ministério da Infraestrutura para as rodovias paranaenses apresenta valores projetados de 25% a 70% menores do que os atuais e que podem sofrer uma redução média de 15% durante o leilão.

A Frente Parlamentar protocolou na segunda-feira passada um pedido de suspensão das audiências na Agência Nacional de Transportes Terrestres, em requerimento assinado por 43 deputados estaduais.

O ofício foi protocolado ao diretor-geral da ANTT, Alexandre Porto de Souza, e alerta para uma série de ilegalidades no processo de concessão.

Um dos questionamentos é sobre a falta de delegação formal de rodovias estaduais para a União.

Pela proposta do Ministério da Infraestrutura, 1.163 quilômetros dos 3.327 quilômetros que serão repassados ao setor privado são vias do Estado e 2.164 quilômetros são federais.

Outros pontos destacados no requerimento da Frente são a limitação da participação popular, com o curto prazo entre a publicação do chamamento e a realização das audiências públicas, e a presença de critérios no edital que colocam em risco a competitividade e a efetiva redução das tarifas de pedágio.

Continue Lendo

Política

Bolsonaro estará hoje em Foz para iniciar revitalização do Sistema de Furnas

Foto: Arquivo/Furnas.

O presidente Jair Bolsonaro estará hoje em Foz do Iguaçu para a largada à revitalização do sistema de Furnas, com recursos de Itaipu.

A revitalização é considerada estratégica para a segurança energética do Brasil e do Paraguai nas próximas décadas.

Depois de 36 anos, o sistema de Corrente Contínua de Alta Tensão de Furnas, que transmite ao mercado brasileiro a energia produzida pela usina de Itaipu, especialmente para a região Sudeste, será revitalizado.

O anúncio oficial será feito pelo presidente Jair Bolsonaro, às 10h30, numa cerimônia na subestação de Furnas, em Foz do Iguaçu, com a presença do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e de várias autoridades do setor elétrico e convidados.

O investimento é de cerca de 1 bilhão de reais e o aporte será feito pela margem brasileira da usina ao longo dos próximos cinco anos.

Esse valor se soma aos mais de 1 bilhão e 500 mil reais, num total de 2 bilhões e 500 milhões investidos pela gestão do general Joaquim Silva e Luna, em obras estruturantes.

A revitalização é considerada estratégica para ambos os países, tanto pela garantia de acesso ao mercado brasileiro como pela segurança.

O Paraguai tem direito a 50% da produção de Itaipu, mas com 15% já supre cerca de 90% de seu consumo de energia.

O excedente de produção não utilizado pelo país vizinho é contrato pelo Brasil: a energia total de Itaipu abastece em torno de 14% de toda a demanda brasileira.

 

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.