Conectado com

Geral

Após acordo com o governo deputados federais aprovam o novo Fundeb

Decisão foi considerada histórica pelos educadores

Em um dia considerado histórico para os educadores e com uma derrota do governo, a Câmara aprovou ontem a noite a prorrogação do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica, principal mecanismo de financiamento das escolas públicas do País.

Além de aumentar a quantidade de recursos que a União passa a depositar no fundo, o novo formato diminui a desigualdade, destinando mais dinheiro aos municípios mais pobres.

Com as mudanças, 17 milhões de alunos a mais serão beneficiados no País, por meio de recursos para a escolas em que estudam.

Ontem foram 499 votos a favor e 7 contra.

O Fundeb foi criado em 2007 e expirava no fim deste ano, mas o governo se recusou a discutir a prorrogação até a véspera da votação, o que chegou a colocar o mecanismo em risco.

No sábado passado, o governo quis destinar recursos do fundo renovado ao Renda Brasil, que ainda está sendo desenhado pela equipe econômica para substituir o Bolsa Família, para driblar o teto dos gastos federais, que não atinge o Fundeb, e ainda limitar o gasto com salário de professores.

O fundo funciona como uma conta bancária que recebe 20% do que é arrecadado em impostos, na maioria estaduais, como ICMS e IPVA.

Até agora esse dinheiro era dividido pelo número de alunos em cada Estado.

O resultado dessa conta não podia ser inferior ao valor mínimo por estudante estipulado pelo governo federal, cerca de 3 mil reais.

Os Estados mais pobres ganhavam ajuda financeira da União, que até então representava 10% do Fundeb.

Com a aprovação de ontem o governo federal passa a responder por 23% do total dos recursos, que vai aumentar gradativamente durante seis anos.

Outra mudança é que a lógica, que era estadual, passa a ser municipal, ou seja, municípios pobres em Estados ricos não recebiam essa complementação da União.

Continue Lendo
Publicidade

Geral

PM orienta como funcionará fiscalização durante o “Toque de Recolher” que começa hoje (02)

Reportagem com Maiko Bucker

 

Continue Lendo

Geral

Marechal Rondon está com 153 casos ativos de coronavirus

: Segundo boletim divulgado ontem pelo Setor de Epidemiologia da Secretaria de Saúde, Marechal Rondon registrou novo aumento nos casos ativos de coronavírus, passando de 149 para 153.

Destes casos ativos, quatro pessoas estão internadas em UTIs, e duas em hospitais e na UPA.

O município tem 249 suspeitos da doença e destes, três pessoas seguem Hospitalizada na UPA Marechal e hospital.

Marechal Cândido Rondon já registrou 8.972 notificações de coronavírus; sendo que 8.582 foram liberados da quarentena; e 390 rondonenses estão em monitoramento.

Do total de 1.573 casos registrados ate o momento, o município tem 153 casos ativos; 1.394 recuperados e 26 óbitos.

Continue Lendo

Geral

Prefeito Marcio Rauber diz que município vai cumprir toque de recolher

O prefeito de Marechal Rondon, Marcio Rauber, participou ontem da reunião da Associação dos Municípios do Oeste do Paraná, quando os mandatários debateram o aumento dos casos de coronavírus na região e possíveis novas medidas restritivas.

O prefeito Marcio adiantou que de momento, o município vai cumprir o decreto do governado do Estado, do toque de recolher das 23 às 5 horas.

Rauber pede conscientização da população para que cumpra as medidas sanitárias e afirma que não passa pela cabeça um novo fechamento do comercio..

 

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.