Conectado com

Geral

Aulas retornam em fevereiro mas professores discutem possível paralisação

Assembleia da APP-Sindicato será amanhã pela manhã

 

Foi assinado pelo  governador Ratinho Júnior o  decreto autorizando a retomada das aulas presenciais nas escolas públicas estaduais, cujo  texto está inclusive publicado no Diário Oficial do Estado.

As aulas estão suspensas desde março do ano passado, após o início da pandemia do Covid-19 mas devem  ser reiniciadas no próximo dia 18 de fevereiro.

Em dezembro, a Secretaria de Estado da Educação havia divulgado que elas seriam retomadas em formato híbrido, com parte dos alunas assistindo às aulas de forma presencial nas escolas, enquanto o restante dos estudantes acompanha, simultaneamente, a mesma aula de maneira remota.

A intenção é que haja um revezamento semanal entre os estudantes dentro do próprio sistema.

Conforme a Secretaria da Educação, os educandários  estaduais vão adotar as medidas do protocolo de prevenção contra a Covid-19 elaborado pela Secretaria de Estado da Saúde, seguindo o mesmo modelo já usado no retorno de atividades extracurriculares no fim de outubro.

Apesar do anuncio feito pelo Governo, a retomada das aulas está novamente ameaçada.

Amanhã  a partir das 9 horas, a APP-Sindicato fará  uma  assembleia estadual extraordinária on-line para deliberar sobre novas ações buscando o atendimento das reivindicações da categoria, entre elas o que os professores definem como “ novo calote da data-base anunciado pelo governador do Paraná, Ratinho Junior “ e não está descartada a decretação de uma greve da categoria.

O presidente da APP-Sindicato, professor Hermes Silva Leão, se reuniu  com procuradores  do Ministério Público do Paraná para tratar de assuntos relacionados à defesa dos direitos dos professores e estudantes da rede pública estadual.

Processo seletivo simplificado, escolas cívico-militares e mudança na matriz curricular com redução da carga horária das disciplinas de humanas , também estiveram entre os temas abordados.

De acordo com o presidente da APP-Sindicato, a gestão do secretário da Educação, Renato Feder, e do governo Ratinho Júnior, vem cometendo um conjunto de práticas antissindicais.

Na avaliação do dirigente, essas iniciativas precarizam a educação pública, são incompatíveis com o regime democrático e a legislação brasileira e por isso a APP está mobilizando a categoria e atuando em todas as frentes possíveis para barrar esses retrocessos.

 

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Rondonense de 77 anos é a 46ª vítima fatal da Covid-19

Assessoria

Óbito n°46

Rondonense do sexo feminino de 77 anos. Deu entrada na UPA no dia 20 de fevereiro, com tosse, febre e astenia. No dia 21 foi realizada a coleta para exame RT-PCR, tendo o diagnóstico conformado para Covid-19 em 23 de fevereiro. No dia 22 o paciente já havia evoluído para ventilação mecânica e no dia 25 foi transferida para o Hospital Bom Jesus, em Toledo. O óbito aconteceu no dia 28. Tinha como comorbidades hipertensão e arritmia cardíaca.

 

Fonte: Assessoria de imprensa da prefeitura de Marechal Cândido Rondon

Continue Lendo

Agricultura

Setor do Bloco de Produtor Rural continua atendendo na prefeitura

Assessoria

O governador do estado decretou lockdown em todo o estado do dia 27 de fevereiro até o próximo dia 8 de março, visando conter o avanço de contaminação pelo novo coronavírus. No período estará suspenso o funcionamento de todos os serviços e atividades não essenciais, inclusive do comércio.

Apesar do paço municipal rondonense estar fechado para a comunidade, os servidores públicos rondonenses trabalham de forma escalonada.
Um setor que no momento não admite paralisação é o do Bloco de Produtor Rural, na Secretaria de Agricultura e Política Ambiental, já que estamos em plena safra. Por isso o atendimento continua sendo realizado aos agricultores das 8h às 11h45 e das 13h15 às 17h.

Vale ressaltar que o atendimento é realizado cumprindo todas as recomendações sanitárias para evitar a disseminação do novo coronavírus.

 

Fonte: Assessoria

Continue Lendo

Geral

Pacientes com suspeita de Covid-19 devem procurar unidade de saúde mais próxima ou o call center

Assessoria

Após avaliação médica, caso seja necessário, esses pacientes serão encaminhados para a Unidade de Pronto Atendimento

Pacientes de Marechal Rondon que apresentarem suspeita de Covid-19, com sintomas como febre, dor de cabeça, dor de garganta, fraqueza, tosse, coriza, perda de olfato ou paladar, entre outros, devem procurar primeiramente a Unidade Básica de Saúde mais próxima de sua residência ou telefonar para o call center, nos telefones (45) 99152-1700 ou (45) 99113-9532.

Após avaliação médica, caso seja necessário, esses pacientes serão encaminhados para a Unidade de Pronto Atendimento – UPA.

“Todas as Unidades Básicas de Saúde estão capacitadas e prontas para atender nossos munícipes. Devido a demanda reduzida nas unidades, o tempo de espera se torna menor, facilitando ao paciente e minimizando seu tempo de exposição e permanência em ambiente de saúde”, explica a secretária de Saúde, Marciane Specht.

 

Fonte: Assessoria

 

 

 

 

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.