Conectado com

Geral

Bancada federal e governo discutem o novo modelo de pedágio no Paraná

Bancada federal e governo discutem o novo modelo de pedágio no Paraná

Em negociação com a bancada federal paranaense, o Ministério da Infraestrutura aceitou alterar a proposta de modelo de licitação para as novas concessões rodoviárias do Paraná, cujos contratos vencem neste ano.

O governo federal não abriu mão do modelo híbrido, defendido pela Empresa de Planejamento e Logística  (EPL), mas garantiu que, ao menos, 50% do valor arrecadado no leilão será investido no próprio trecho concedido: em obras, ou mesmo em redução da tarifa.

A bancada paranaense defende uma licitação pelo menor preço, em que a empresa ou consórcio que oferecesse a menor tarifa para cada trecho recebia a concessão.

A EPL  por sua vez, apresentou proposta de um modelo híbrido, em que uma tarifa máxima é estabelecida, há um limite na redução do valor desta tarifa e, se mais de uma empresa apresentar a mesma proposta de tarifa, o desempate se dá pelo maior valor de outorga oferecido, valor que a empresa se propõe a pagar ao poder concedente ,no caso, o governo federal,  para administrar o trecho.

A justificativa do governo é que esse modelo evitaria a apresentação de propostas inexequíveis, que levasse a pedidos de revisão dos contratos ou, até, a devolução das concessões, bem como a participação de empresas sem capacidade de honrar os contratos.

O modelo não agradou e a bancada federal montou um grupo de trabalho para discutir com o Ministério.

Coordenador do grupo, o deputado Sergio Souza  revelou ontem, que a proposta do governo federal prevê limite de 15% a 17% no desconto da tarifa máxima apresentada no edital, “que já é bem menor que as tarifas atuais, entre 20% e 65%, dependendo do trecho”.

Desta forma, se mais de uma empresa propuser esse desconto máximo, a decisão será pelo maior outorga oferecido.

Conforme Sérgio Souza , o governo já encaminhou à bancada federal o detalhamento dos trechos e das obras que serão exigidas e, dos 3.300  quilômetros concedidos, 3.200  estarão duplicados.

O parlamentar acrescenta que o Ministério entregou também, a previsão de tarifa máxima para cada praça de pedágio.

Na ligação de Curitiba a Paranaguá, por exemplo, a tarifa máxima prevista está próxima de  14 reais, com a possibilidade de desconto de até 17% no leilão, podendo chegar quase a metade do valor de hoje, que é de 21 reais e 70 centavos.

Geral

Avião faz pouso forçado em Cascavel; não há registro de pessoas feridas

Reprodução CGN

Um avião que sobrevoava Cascavel na tarde desta sexta-feira (30) precisou fazer um pouso forçado.

O fato ocorreu nas proximidades da rodovia BR-277, entre Cascavel e Santa Tereza do Oeste.

Segundo as informações, por algum motivo a aeronave perdeu força e não conseguiu chegar até a pista do aeroporto, assim, precisando pousar na área rural.

Segundo as informações, cinco pessoas estavam no avião, mas ninguém ficou ferido, sendo apenas o susto vivenciado pelos ocupantes.

O helicóptero do Consamu chegou a ser mobilizado e deslocou ao endereço, mas verificou que estava tudo bem com todos que estavam a bordo.

Agora, os órgãos competentes serão acionados para fazer a retirada da aeronave e também a investigação sobre o acidente.

 

Fonte: CGN

Continue Lendo

Geral

Doses de reforço contra a Covid-19 sendo aplicadas nas segundas, quartas e sextas-feiras em Marechal Rondon

A Secretaria de Saúde de Marechal Rondon organizou cronograma de vacinação contra a Covid-19 de modo a oferecer nas segundas, quartas e sextas-feiras as doses de reforço, da marca Astrazeneca. Já a Coronavac é ofertada nas quartas-feiras.

O atendimento é realizado das 8h às 13h, no parque de exposições.

Poderá receber a segunda dose da Astrazeneca, quem recebeu a primeira dose em um intervalo superior a 90 dias. Já a vacina da Coronavac, a mais de 25 dias.

É obrigatório no ato de imunização a apresentação de documentos pessoais, cartão SUS e carteira de vacinação.

 

Fonte: Assessoria

Continue Lendo

Geral

Rondonenses com 33 anos ou mais serão vacinados hoje à tarde

Imunização será das 16h às 20h, na estação rodoviária e no parque de exposições.

 

          A Secretaria Municipal de Saúde de Marechal Rondon definiu novo cronograma de vacinação contra a covid-19, a partir do recebimento de novas doses enviadas pelo Estado através da 20ª Regional de Saúde.

Nesta sexta-feira, das 16 as 20 horas, na Estação Rodoviária e no Parque de Exposições serão vacinados rondonenses com 33 anos ou mais, além da continuidade da imunização de pessoas com comorbidades ou deficiência permanente, com 18 anos ou mais.

A vacinação será no sistema “drive thru” e as senhas serão entregues até o esgotamento de doses, a partir das 16h, seguindo a fila dos veículos.

Na Estação Rodoviária, a entrada será pela rua Goiás e saída pela rua Minas Gerais; enquanto no Parque de Exposições, a entrada pelo acesso próximo ao Café Colonial.

Para receber a vacina, é necessário portar documentos pessoais, cartão SUS e carteira de vacinação (se tiver).

No caso de pessoas com comorbidade ou deficiência, também deverão apresentar uma declaração médica atestando tal condição.

Gestantes que estejam na faixa etária e procurarem o pronto de vacinação, também deverão apresentar declaração médica para receber a sua dose.

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.