Conectado com

Geral

Boletim semanal da dengue registra mais 8.102 casos e 17 óbitos no Paraná

Foto: SESA

O Paraná tem agora 108.788 diagnósticos confirmados e 95 óbitos pela doença no atual período epidemiológico, iniciado em julho de 2022. São 321.810 notificações, 5.779 a mais que na semana anterior.

 

O novo boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), divulgado nesta terça-feira (27), confirma 8.102 novos casos e mais 17 óbitos em relação ao informe da semana anterior. Com a atualização, o Paraná tem agora 108.788 diagnósticos confirmados e 95 óbitos.

As 17 mortes ocorreram entre março e maio e estavam em investigação. Do total, 13 foram na 17ª Regional de Saúde (RS) de Londrina, duas na 15ª Regional de Maringá, uma na 9ª RS de Foz do Iguaçu e uma na 13ª Regional de Cianorte.

O maior número de mortes foi registrado em Londrina – quatro homens, de 42, 86, 92 e 100 anos, e seis mulheres, de 58, 82, 82, 87, 88 e 90 anos. Também foram a óbito uma mulher de 71 anos de Rolândia; um morador de 34 anos de Foz do Iguaçu; uma mulher de 85 anos residente em Rondon; um homem de 33 anos de Astorga; um homem de 62 anos de Munhoz de Melo; e uma mulher de 20 anos e um menino de 11 meses que viviam em Ibiporã.

O Paraná contabiliza 321.810 notificações, 5.779 a mais que na semana anterior. Das 22 Regionais de Saúde (RS), somente a 6ª RS de União da Vitória não possui casos autóctones (quando a doença é contraída na cidade de residência).

O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, ressalta que toda a população deve estar envolvida no combate à dengue. “A maioria dos focos do mosquito Aedes aegypti está nos quintais e dentro das residências. A população deve ficar atenta ao acúmulo de água em locais como calhas, pneus velhos, garrafas. Por este motivo, a participação da população na remoção destes criadouros é tão importante”, alertou.

CHIKUNGUNYA E ZIKA – O mosquito Aedes aegypti também é responsável, além da dengue, pela transmissão da zika e chikungunya. Durante este período não houve confirmação de casos de zika.

Quanto à chikungunya, o Estado possui 652 casos confirmados e 3.417 notificações. Sem o registro de novos óbitos, o Paraná permanece com três mortes decorrentes da doença. A maioria das confirmações são autóctones e, destas, 411 (63%) são de pacientes residentes do município de Foz do Iguaçu.

Confira o boletim semanal da dengue e outras informações detalhadas no site de monitoramento da doença.

Fonte: AEN
Continue Lendo
Publicidade

Geral

Quatro Pontes busca a terceira vitória no Troféu Difusora Difusora

Ontem foi a vez de Entre Rios golear Guaíra por 12X0 e chamar a atenção no campeonato

 

Continue Lendo

Geral

Falece mercedense vítima de grave acidente de trânsito

Faleceu na manhã desta quarta-feira (29), no hospital Bom Jesus, em Toledo, o mercedense Nercir Porto, popular ‘Borracha’.

Ele estava internado na unidade hospitalar desde a noite de 16 de maio, quando foi vítima de acidente de trânsito no centro de Mercedes. A vítima conduzia uma Honda Biz, quando foi atingido por um caminhão, no cruzamento da Rua Luiz Lorenzoni com a Rua Dr. João Inácio.

Nersir tinha 60 anos e trabalhava como borracheiro. Ele retornava para casa no momento do acidente.

Ainda não há informações sobre velório e sepultamento, que devem ser definidos pela família em breve.

 

Fonte: Ponto da Notícia

Continue Lendo

Geral

Investimentos para 20 anos são apresentados em audiência do Plano de Saneamento Básico de Marechal Rondon

Na noite de terça-feira (28), foi realizada a última audiência pública destinada à discussão do PMSB (Plano Municipal de Saneamento Básico) de Marechal Cândido Rondon. A sessão, realizada no auditório da prefeitura, contou com a presença de servidores do SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto), da prefeitura, de especialistas na área de saneamento básico e de membros da comunidade.

Rafael Remoto Menezes, representante da empresa Líder Engenharia e Gestão de Cidades, vencedora da licitação para elaborar o PMSB, apresentou um diagnóstico detalhado da atual situação no que tange ao saneamento no município. Foram contemplados o tratamento de água e esgoto, de resíduos sólidos (lixo) e da drenagem de águas pluviais.

Menezes também expôs os investimentos previstos para os próximos 20 anos em todas as áreas relacionadas ao saneamento básico, baseando-se em diagnóstico, prognóstico, programas e projetos, ações e no cronograma financeiro.

Conforme ele, a audiência pública representou um momento importante para a comunidade se informar sobre o PMSB e apresentar suas sugestões. “As contribuições dos participantes serão consideradas na versão final do plano, com entrega prevista para os próximos dias”, disse.

A implementação do plano visa contribuir significativamente para a melhoria da qualidade de vida dos munícipes, da proteção do meio ambiente e do desenvolvimento sustentável do município de Marechal Rondon.

 

Fonte: Assessoria

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.