Conectado com

Geral

Câmara resgata caixa 2 para as campanhas eleitorais

Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Os deputados conseguiram manter a espinha dorsal da medida articulada pela Casa, mesmo após as tentativas do Senado de alterar significativamente o projeto, que vai agora à sanção presidencial.

Havia pressa para a aprovação do projeto entre as lideranças da Câmara, porque para que as novas regras possam valer para as eleições municipais no ano que vem, a lei tem de ser publicada no máximo um ano antes de 4 de outubro de 2020.

A medida manteve a maior parte das benesses aos partidos, entre eles, a autorização para usar recursos públicos para construção de sede partidária e a anistia a multas eleitorais, além da volta do tempo de propaganda partidária em rádio e TV.

Além disso, o texto abre brecha para aumentar o valor destinado ao fundo eleitoral, principal fonte de recursos para as campanhas, trecho que foi mantido pelo Senado também.

Em relação ao que foi aprovado pela Câmara no começo de setembro, foi retirado o trecho que permitia que cada partido utilizasse um sistema diferente para a prestação de contas, assim, as siglas ficarão obrigadas a usar um sistema unificado do Tribunal Superior Eleitoral, o que ajuda a evitar fraudes.

Também foi retirada a parte que determinava que as multas por desaprovação das contas partidárias só poderiam ser aplicadas se ficasse comprovada a conduta dolosa, ou seja, intencional, o que poderia dificultar a punição aos partidos.

Também foi excluído prazo maior para a prestação de contas dos partidos e a possibilidade de corrigi-las até o julgamento pela Justiça Eleitoral.

Para aprovar o texto, os deputados fizeram duas votações: na primeira, votaram os pontos os quais havia concordância com o Senado e que deveriam ser retirados do texto e aí foram 252 votos a favor e 150 contra.

Na segunda parte, votaram simbolicamente os pontos de discordância com o Senado, ou seja, quais trechos deveriam ser trazidos de volta à medida.

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Londrina recebe atletas para o ParaJaps

Acontecerá no próximo final de semana com inicio no dia 29 de Maio e segue até o dia 02 de Junho de 2024 em Londrina, o Jogos Parajaps – que é uma espécie de jogos abertos para pessoas com alguma tipo de deficiência. Conversamos com duas atletas e com sua treinadora que irão participar do ParaJaps representando Marechal Cândido Rondon. A Marla e a Irena, irão disputar a modalidade de arremesso de peso.

Em um bate papo com Adriana Franzmann que é a treinadora e as duas atletas rondonenses, elas falam da expectativa e ansiedade para as disputas.

 

 

Continue Lendo

Geral

Entrevista exclusiva com o COJEM

Acompanhe a entrevista completa onde as representantes do COJEM, Jaqueline Galvão, Presidente e Beatriz Strensk, Vice-presidente e Executiva, explicam um pouco sobre o que é o Conselho do Jovem Empreendedor de Marechal Cândido Rondon, quais suas metas, seus projetos, motivações e muito mais.

 

Continue Lendo

Geral

Pela primeira vez na história AMOP é presidida por uma mulher. A prefeita de Itaipulândia, Cleide Prates

Nesta sexta-feira (24) a prefeita de Itaipulândia, Cleide Prates, visitou os estúdios da Radio Difusora do Paraná, acompanhada do deputado estadual e líder do governo na Assembléia Legislativa, Hussein Bakri.

Cleide tem feito história sendo a primeira mulher a administrar Itaipulândia.

Outra conquista importantíssima é o fato de que pela primeira vez na história, uma mulher assume a presidência da Associação dos Municípios do Oeste do Paraná (AMOP).

Ela é vice-presidente na diretoria que tem como presidente o prefeito rondonense Marcio Rauber, que está em férias – fora do país.

Sendo assim, Cleide Prates assumiu interinamente a presidência da AMOP.

Ouça a entrevista da prefeita e presidência da AMOP, Cleide Prates, com o jornalista Maiko Bücker.

 

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.