Conectado com

Política

Câmara resgata caixa 2 para as campanhas eleitorais

Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Os deputados conseguiram manter a espinha dorsal da medida articulada pela Casa, mesmo após as tentativas do Senado de alterar significativamente o projeto, que vai agora à sanção presidencial.

Havia pressa para a aprovação do projeto entre as lideranças da Câmara, porque para que as novas regras possam valer para as eleições municipais no ano que vem, a lei tem de ser publicada no máximo um ano antes de 4 de outubro de 2020.

A medida manteve a maior parte das benesses aos partidos, entre eles, a autorização para usar recursos públicos para construção de sede partidária e a anistia a multas eleitorais, além da volta do tempo de propaganda partidária em rádio e TV.

Além disso, o texto abre brecha para aumentar o valor destinado ao fundo eleitoral, principal fonte de recursos para as campanhas, trecho que foi mantido pelo Senado também.

Em relação ao que foi aprovado pela Câmara no começo de setembro, foi retirado o trecho que permitia que cada partido utilizasse um sistema diferente para a prestação de contas, assim, as siglas ficarão obrigadas a usar um sistema unificado do Tribunal Superior Eleitoral, o que ajuda a evitar fraudes.

Também foi retirada a parte que determinava que as multas por desaprovação das contas partidárias só poderiam ser aplicadas se ficasse comprovada a conduta dolosa, ou seja, intencional, o que poderia dificultar a punição aos partidos.

Também foi excluído prazo maior para a prestação de contas dos partidos e a possibilidade de corrigi-las até o julgamento pela Justiça Eleitoral.

Para aprovar o texto, os deputados fizeram duas votações: na primeira, votaram os pontos os quais havia concordância com o Senado e que deveriam ser retirados do texto e aí foram 252 votos a favor e 150 contra.

Na segunda parte, votaram simbolicamente os pontos de discordância com o Senado, ou seja, quais trechos deveriam ser trazidos de volta à medida.

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Prefeito de Quatro Pontes retoma atividades e anuncia obras projetadas para 2020.

Continue Lendo

Geral

Ex-prefeito de Mercedes, Vilson Schwantes afirma que não será candidato em 2020

O cenário político segue movimentado no município de Mercedes, com especulações sobre possíveis pré- candidatos a prefeito para o pleito deste ano.

Declarações recentes feitas por lideranças do grupo de situação, davam conta de que o nome do ex-prefeito Vilson Schwantes, estaria sendo cogitado para ser candidato à majoritária pelo atual grupo político.

Contudo, ontem, Vilson postou em sua rede social uma “nota de esclarecimento aos cidadãos mercedenses e a imprensa regional”, negando tais fatos.

Em uma parte da publicação, o ex mandatário municipal foi enfático: “essas informações são falsas e mentirosas”

O ex-prefeito confirma que foi procurado por integrantes do grupo político de situação de Mercedes, que perguntaram sobre seu interesse em ser candidato a majoritária no pleito eleitoral de 2020.

Em nota, Vilson disse que respondeu ao grupo de situação que não têm interesse, inclusive destacando os motivos pelos quais não colocaria seu nome a disposição pelo atual grupo.

Ele complementou ainda, dizendo que “com a chefe do executivo municipal, nos últimos anos, nunca teve troca de mensagens ou diálogo sobre questões relacionadas ao pleito eleitoral que se aproxima, muito menos esta pediu autorização para usar o seu nome em pesquisas e divulgações, visando especulações políticas.

O ex-prefeito Vilson Schwantes deixa claro em sua nota de esclarecimento que “a alternância no poder é salutar, interessante e necessária”, e que não voltará a disputar nenhum cargo na majoritária no municipal em Mercedes.

Continue Lendo

Política

Movimento de “apoio à criação do partido “Aliança Pelo Brasil” acontece amanha

Movimento de “apoiamento” à criação do partido “Aliança Pelo Brasil”, do presidente Jair Bolsonaro, acontece amanhã no centro de Marechal Cândido Rondon.

O evento será das 9 as 16 horas, próximo ao cruzamento das ruas 7 de setembro com Paraná, no centro da cidade, colhendo assinaturas de “apoiamento” a criação do partido.

Tania Maion, servidora federal aposentada, é uma das organizadoras do movimento de amanha…

 

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.