Conectado com

Geral

Campanha de vacinação contra o sarampo segue na sede e interior de Nova Sta Rosa

Assessoria

Ainda em Nova Santa Rosa, das ações da Secretaria Municipal de Saúde duas estão tendo atenção especial: a campanha de vacinação contra o sarampo e as ações de combate a dengue.

A vacina do sarampo pode ser feita no Centro de Saúde da sede municipal e nos postos de saúde dos distritos de Planalto do Oeste, Vila Cristal e Alto Santa Fé.

O secretário de saúde, vice-prefeito Noedi Hardt, fala da campanha de vacinação contra o sarampo, alertando que o “Dia D” de imunização será no sábado…

Foto: Assessoria

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Pronampe é a nova linha de credito ofertada pelo Modulo Empresarial rondonense

acicg

A Sala do Empreendedor, da Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo, está prestando informações a respeito da linha de crédito Pronampe – Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte.

Os juros giram em torno de 4,25% ao ano.

Trata-se de crédito de apoio ao MEI, Micro e Pequenas empresas com taxas reduzidas, total de 36 meses de prazo e carência de até oito meses para início do pagamento.

O valor mínimo para contratação é de R$ 15 mil e o valor a ser concedido pela linha de crédito corresponde a até 30% da receita bruta anual da empresa, calculada sobre a base do exercício de 2019.

O custo da operação é atraente, com a taxa SELIC + 1,25% ao ano, ou seja, algo como 4,25% a.a ou 0,3542 ao mês.

O programa foi instituído pela Lei nº 13.999, de 18 de maio de 2020 e tem por objetivo garantir recursos para o estímulo e fortalecimento dos pequenos negócios, além de manter os empregos, já que essa é uma das exigências para que a empresa possa contratar o crédito.

As operações de crédito poderão ser utilizadas para investimentos e capital de giro isolado ou associado ao investimento.

Isso significa que as micro e pequenas empresas poderão usar os recursos obtidos para realizar investimentos (adquirir máquinas e equipamentos, realizar reformas) e/ou para despesas operacionais (salário dos funcionários, pagamento de contas como água, luz, aluguel, compra de matérias primas, mercadorias, entre outras).

A linha está disponível para o MEI, faturamento até R$ 81.000,00; microempresas, faturamento igual ou inferior a R$ 360.000,00; empresas de pequeno porte, faturamento entre R$ 360.000,00 e R$ 4.800.00,00, considerando a receita bruta apurada no exercício de 2019.

Os empresários de Marechal Rondon que necessitarem de maiores informações, podem procurar a Sala do Empreendedor, na prefeitura, mediante agendamento de horário para evitar aglomeração, através do telefone 3284-8795.

Continue Lendo

Geral

Exame de Bolsonaro para Covid-19 dá positivo e presidente diz que está ‘perfeitamente bem’

O presidente Jair Bolsonaro informou nesta terça-feira (7) que seu exame para detectar se está com Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus, deu positivo.

O presidente afirmou que chegou a ter febre de 38 graus, mas que, à noite, a temperatura começou a ceder. Relatou também que sentiu mal-estar e cansaço. Ele disse que agora está se sentindo “perfeitamente bem”.

De acordo com Bolsonaro, ele tomou hidroxicloroquina, remédio que vem defendendo como tratamento para a Covid-19. Não há comprovação científica da eficácia da hidroxicloroquina para a doença.

“Estou bem, estou normal. Em comparação a ontem [segunda], estou muito bem. Estou até com vontade de fazer uma caminhada, mas não vou fazê-lo por recomendação médica, mas eu estou muito bem”, afirmou.

Bolsonaro já havia informado a apoiadores na segunda-feira (6) que estava com febre e dores no corpo e, por isso, decidiu fazer o exame. Ele também disse que fez uma radiografia e que o pulmão “estava limpo”.

O presidente tem 65 anos e faz parte da faixa etária considerada por especialistas como grupo de risco.

Ele informou que nos próximos dias vai despachar por videoconferência na residência oficial do Palácio da Alvorada e que talvez receba auxiliares para assinar documentos. Bolsonaro cancelou viagens que faria à Bahia e a Minas Gerais.

O presidente fez o anúncio do resultado do exame para a TV Brasil e mais duas emissoras. Nenhuma outra emissora foi convidada. Ao final do anúncio, ele se afastou alguns passos dos repórteres e tirou a máscara. Mostrou o rosto, disse estar “bem” e pediu cuidado aos mais idosos.

“Vamos tomar cuidado, em especial com o mais idosos e que têm comorbidade. Os mais jovens, tomem cuidado, mas se forem acometidos do vírus, fiquem tranquilos que para vocês a possibilidade de algo mais grave é próximo de zero”, declarou.

Dados oficiais sobre a pandemia mostram que pessoas mais jovens, e mesmo aquelas sem comorbidades, também podem desenvolver formas graves da doença.

Mesmo defendendo cuidado com os mais velhos, Bolsonaro tem feito reuniões com ministros, alguns deles com mais de 60 anos, como ministro da Economia, Paulo Guedes, que tem 70. O presidente também se aproximou e falou com apoiadores nos últimos dias e pode ter transmitido a doença. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), uma pessoa infectada pode transmitir o vírus até 6 dias antes de começar a apresentar sintomas.

Bolsonaro disse ainda que o novo coronavírus é “como uma chuva” e vai atingir a maioria das pessoas.

“O que eu posso falar para todo mundo aqui. Esse vírus é quase como, eu já dizia no passado e era muito criticado, era como uma chuva, vai atingir você, né? Alguns, não. Alguns tem que tomar um maior cuidado com esse fenômeno por assim dizer”, afirmou.

No entanto, não há comprovação científica de que a maior parte da população necessariamente deve contrair o vírus. Cientistas estimam que, no Brasil, se 70% das pessoas pegassem a doença, haveria 1,8 milhão de mortes. Bolsonaro já declarou em outra ocasião que 70% dos brasileiros teriam Covid-19.

O presidente também informou que a primeira-dama Michelle Bolsonaro realizou nesta terça-feira um exame para saber se tem o novo coronavírus. Ele não citou o resultado do teste.

Continue Lendo

Geral

Novo ciclone se aproxima do Paraná com menor intensidade: ‘Vem trazer o frio’, diz meteorologista

Novo ciclone se aproxima do Paraná com menor intensidade — Foto: Divulgação/José Fernando Ogura/AEN

Entre terça (7) e quarta-feira (8), um ciclone extratropical pode atingir novamente o Paraná. O alerta foi feito pelo Sistema Meteorológico do estado (Simepar).

Entretanto, segundo os meteorologistas, os transtornos serão menores do que os causados pelo temporal que atingiu o estado na terça-feira (30), pois o ciclone que se forma no Oceano Atlântico é menos intenso.

De acordo com o Simepar, os ciclones extratropicais são resultado de um sistema de baixa pressão atmosférica, que se forma sobre o oceano e se aprofunda na superfície.

“Vem trazer o frio. Os ventos podem chegar entre 60 km/h e 70 km/h. Chuva mesmo vai ocorrer entre terça e madrugada de quarta-feira”, explicou o meteorologista Paulo Barbieri.

De acordo com ele, a frente fria está em Santa Catarina, entre norte do Rio Grande do Sul e o sul do Paraná.

“A frente fria vai permanecer causando chuvas e ventos moderados, principalmente, nas regiões da metade sul do estado. Os raios não estão descartados. Na sexta-feira e sábado pode ter geada no Paraná”, alertou.

O meteorologista ainda afirma que toda frente fria que passa tem um ciclone que formou ela. Portanto, esses fenômenos acontecem todo ano.

“Toda hora tem ciclone, mas uns se intensificam mais que os outros. Da outra vez, a pressão atmosférica baixou muito rápido e causou ventos de mais de 100 km/h. O dessa semana não se aprofunda tanto, então não causa tantos estragos”, reforçou ele.

 

Ciclone que se forma no Oceano Atlântico é menos intenso — Foto: Divulgação/Simepar

Ciclone que se forma no Oceano Atlântico é menos intenso — Foto: Divulgação/Simepar

Conforme o Simepar, Curitiba e Cascavel podem ter mínima de 6º na quinta-feira.

Já Ponta Grossa e Guarapuava podem registrar mínima de 3º na sexta.

Registro do último temporal

Na terça-feira (30), o temporal atingiu diversas regiões do estado e causou estragos. Muitas famílias ficaram ser energia elétrica e sem abastecimento de água.

A velocidade dos ventos chegou a 120 km/h em algumas cidades. Também houve registro de queda de granizo em alguns municípios.

Segundo a Defesa Civil, o temporal atingiu 83 municípios paranaenses e afetou 27 mil pessoas. Cerca de 5,3 mil casas foram danificadas e 10 destruídas. Onze pessoas ficaram feridas durante a chuva com ventos fortes.

Temporal causou estragos em 70 cidades do Paraná, de acordo com a Defesa Civil — Foto: Divulgação/Defesa Civil

Temporal causou estragos em 70 cidades do Paraná, de acordo com a Defesa Civil — Foto: Divulgação/Defesa Civil

Em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, um homem morreu depois de cair da cobertura de uma igreja. De acordo com a Polícia Civil, ele estava consertando o telhado que foi destruído pelo vendaval.

Uma árvore caiu em um carro na Marechal Deodoro, segundo telespectadora — Foto: Maria Vitória Moreira Alves/Você na RPC

Uma árvore caiu em um carro na Marechal Deodoro, segundo telespectadora — Foto: Maria Vitória Moreira Alves/Você na RPC

 

Fonte: G1 Paraná

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.