Conectado com

Geral

Casa de acolhimento para mulheres vítimas de violência entrará em funcionamento nos próximos dias em Marechal Rondon

Registro da visita técnica realizada na casa abrigo para mulheres em Cascavel

O espaço tem característica de domicílio e sua localização deve ser sigilosa

Na terça-feira (02), integrantes da Secretaria de Assistência Social de Marechal Cândido Rondon, entre eles a secretária Josiane Laborde Rauber, estiveram em Cascavel realizando uma visita técnica a casa abrigo para mulheres daquele município, a fim de realizar os ajustes finais para que o projeto entre em funcionamento no município rondonense. Conforme projeto de lei, o espaço em Marechal Cândido Rondon foi denominado de Casa de Acolhimento de Mulheres Vítimas de Violência Edna Storari e tem característica de domicílio. Sua localização deve ser sigilosa, já que acolherá mulheres que sofreram ou estão sendo ameaçadas de violência, e seus agressores não poderão saber o paradeiro dessas vítimas.

A Secretaria de Assistência Social já vem trabalhando na organização do espaço há algum tempo, estruturando com móveis, eletrodomésticos e, principalmente, viabilizando profissionais qualificados para atuarem na casa, através de processo seletivo. “A estrutura humana, na função de cuidadores, é que demandou de mais tempo para ser viabilizada, atendendo aos trâmites legais. De 2021 até 2024 foram realizados quatro processos seletivos. Em 2021, 17 candidatos se habilitaram (foram chamados) e somente um cumpriu o contrato de dois anos, atuando na Casa Lar, com crianças. Em 2022, 7 candidatos passaram no processo, e somente uma atuou por dois anos. Já em 2023, 10 pessoas foram habilitadas e novamente apenas uma assumiu. Já neste ano, 19 candidatos foram aprovados e a 17ª assumiu. Necessitamos de profissionais para a casa de acolhimento para mulheres e para a casa lar. A realidade do trabalho nesses espaços, faz com que as pessoas desistam da vaga. Mas no momento, há profissionais suficientes”, destacou a secretária Josiane.

A secretária relatou que a visita, nesta semana em Cascavel, foi muito produtiva. A diretora do espaço relatou como o trabalho é realizado e como as vítimas de violência são atendidas. “É um serviço que objetiva oferecer acolhimento provisório para mulheres adultas, que tenham sofrido violência doméstica, sofrimento físico, sexual, psicológico ou moral, entre outras, e que precisam se afastar de casa por sofrerem ameaças e correrem risco de morte. Elas podem ser acolhidas juntamente com seus filhos. As acolhidas só sairão da casa quando não estão mais em situação de risco e voltam a ter segurança novamente. O abrigamento é considerado uma medida radical de proteção da vida da mulher, mas que muitas vezes é necessária”, destacou Josiane.

A secretária mencionou ainda que além da garantida à proteção física e emocional da mulher e seus dependentes, através da casa de acolhimento será realizada a articulação com a rede de serviços da assistência social, como Ministério Público, Núcleo Maria da Penha (NUMAPE), Conselho Municipal da Mulher Rondonense (COMMUR) e Delegacia da Mulher. “O projeto visa garantir a superação da situação de violência vivida, por meio do resgate da autonomia dessas mulheres e a inclusão produtiva no mercado de trabalho. O acesso ao acolhimento será realizado por meio do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS)”, relatou Josiane.

 

Fonte: Assessoria 

Geral

Bate-Papo com o Secretário de Agricultura sobre assuntos voltados para a Expo Rondon

Adriano Freitag, Secretário de Agricultura, representante da CCO e Presidente da Assemar, comentou em entrevista para Rádio Difusora, sobre as novidades para os próximos dias, como as medidas tomadas em prol da organização e limpeza do município, a coleta de galhos e entulhos, a venda de ingressos para os tão falados Shows e as programações para as festividades da festa de aniversário do município, incluído o funcionamento do Eco Ponto, que foi fechado temporariamente para dispor seu local para apresentação comercial de estandes de empresas que divulgam seus trabalhos no evento.

Acompanhe a seguir o bate-papo completo.

 

Continue Lendo

Geral

Homem morto em acidente na BR-277 é identificado

Foto: Reprodução/CGN

Romário trabalhava como DJ em uma casa noturna de Cascavel e estava voltando para casa após o trabalho quando se envolveu no acidente de trânsito.

 

O jovem que morreu esmagado pelo próprio veículo em um acidente de trânsito na BR-277, em Cascavel, no início da manhã desta quinta-feira (18) foi identificado por uma amiga como Romario Lima de 30 anos.

Romário trabalhava como DJ em uma casa noturna de Cascavel e estava voltando para casa após o trabalho quando se envolveu no acidente de trânsito.

Ele teria feito aniversário há cerca de uma semana do acidente que ceifaria sua vida.

Familiares de Romario estão vindo de outra cidade para reconhecer o corpo do jovem que era muito querido pelos amigos que já choram sua perda nas redes sociais.

Fonte: CGN

Continue Lendo

Geral

Cadáver encontrado hoje em Marechal Rondon continua sem identificação oficial

Vitima estava com mãos e pés amarrados e com uma corda na boca

O setor policial de Marechal Cândido Rondon está trabalhando para chegar a identificação do cadáver encontrado na manhã desta sexta-feira (19) na beira de uma estrada na região da Linha Guará.

Um morador se deslocava para a cidade  e visualizou o corpo a margem da estrada, acionando em seguida a Policia Militar.

O cadáver, em decúbito ventral, é de uma mulher.

Estava com as mãos amarradas às costas, pés amarrados e com uma corda no pescoço e na boca.

Com a chegada dos peritos  do Instituto Médico Legal de Toledo e a movimentação do corpo, foi possível constatar uma golpe de faca no tórax da vitima.

Durante toda manhã com base em manifestações de populares se tentou chegar a identidade  porém até o momento isso não foi possível oficializar.

Além de policiais civis, militares e do IML, a Delegada Adjunta Yasmin Espicalsky se fez presente no local, acompanhando o resgate do corpo.

A investigação em torno do caso já está em andamento para identificação do corpo, autoria e motivação para o crime.

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.