Conectado com

Geral

Caso Daniel: Juíza manda Edison Brittes e mais seis réus a júri popular

Foto: Reprodução/ RPC Curitiba

A juíza Luciani Martins de Paula determinou que Edison Brittes, assassino confesso do jogador Daniel Correa, e mais seis réus sejam levados a júri popular. A sentença de pronúncia foi proferida na tarde desta sexta-feira (28) e ainda não há data para que o julgamento aconteça.

O jogador Daniel Freitas foi morto em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, em outubro de 2018. O corpo dele foi encontrado com o órgão sexual mutilado, próximo a uma estrada rural.

Na decisão, a juíza também determinou a manutenção da prisão preventiva de Edison Brittes.

“Registre-se que os crimes em análise, tal como teriam sido praticados, revelam não apenas a ‘gravidade concreta’ e ‘relevante’, extrapolando aos meros ‘tipos penais’ em que foi inserido, mas, também, avulta o fundamento da ‘conveniência da instrução processual”, disse a juíza.

Saiba os réus e por quais crimes serão levados a júri popular:

Edison Brittes Júnior

  • Homicídio triplamente qualificado: (motivo torpe, meio cruel e recurso que impossibilitou a defesa da vítima)
  • Ocultação do cadáver
  • Fraude Processual
  • Corrupção de menor
  • Coação do curso do processo

Cristiana Rodrigues Brittes

  • Fraude Processual
  • Corrupção de menor
  • Coação do curso do processo

Allana Emilly Brittes

  • Fraude Processual
  • Corrupção de menor
  • Coação do curso do processo

David Willian Vollero Silva

  • Homicídio triplamente qualificado: (motivo torpe, meio cruel e recurso que impossibilitou a defesa da vítima)
  • Ocultação do cadáver
  • Fraude Processual

Eduardo Henrique Ribeiro da Silva

  • Homicídio triplamente qualificado: (motivo torpe, meio cruel e recurso que impossibilitou a defesa da vítima)
  • Ocultação do cadáver
  • Fraude Processual
  • Corrupção de menor

Ygor King

  • Homicídio triplamente qualificado (motivo torpe, meio cruel e recurso que impossibilitou a defesa da vítima)
  • Ocultação do cadáver
  • Fraude Processual

Evellyn Brisola Perusso

  • Fraude processual

Denúncia negada

Cristiana Brittes foi impronunciada para o crime de homicídio. Isso significa que a juíza negou denúncia contra Cristina para este crime.

David Silva foi impronunciado pelos crimes de denunciação caluniosa e foi sumariamente absolvido do crime de corrupção de menor. Da mesma forma, Ygor King foi absolvido do crime de corrupção de menor.

Ainda conforme a sentença, Evellyn Perusso foi impronunciada pelos crimes de denunciação caluniosa e falso testemunho.

Fonte: G1

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Brasileiro é morto a tiros no Paraguai após jogo de futebol

Policia paraguaia trata o caso como vingança

 

Uma confusão generalizada com saldo de mortos e feridos aconteceu no final da tarde de ontem, após um jogo de futebol na localidade de San Alberto, município paraguaio a cerca de 60 km depois do Porto Índio em frente à Santa Helena.

A cerca de 100 metros do estádio onde havia acabado um  torneio regional de futebol  houve  um ataque a uma camionete Amarok quando duas pessoas foram baleadas e mortas e  outras resultaram com ferimentos.

Os mortos foram identificados como   Marco Aurelio Volela Jardim e Sidnei Gonçalves Leite, conhecido como Amarelo, um brasileiro que se envolveu num homicídio há tempos atrás também em San Alberto.

Os feridos, de acordo com o canal Despertar Juvenil, que transmitiu ao vivo informações logo depois do ocorrido, são:  Marcos Roberto dos Santos Corati, Adriele Groth e Cleversom Gomes Ribeiro, que foram levados de ambulância para Cidade do Leste.

A polícia Paraguai investiga o caso e suspeita tratar-se, de um acerto de contas, principalmente em relação a morte de Sidnei Gonçalves Leite, o Amarelo.

 

Continue Lendo

Geral

Começa o período de entrega da DITR

Declaração é obrigatória e prazo se estende até 30 de setembro

 

A Instrução Normativa nº 2.095 da  Receita Federal do Brasil  publicada no Diário Oficial da União, em 26 de julho, determinou para a partir de   hoje, o início do prazo para que proprietários rurais encaminhem a entrega obrigatória da  a DITR  – a  Declaração do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural  para o ano de 2022.

Essa declaração  deve ser apresentada no período de 15 de agosto a 30 de setembro de 2022 e  após este prazo  o contribuinte fica sujeito  ao pagamento de multa de 1% ao mês, ou fração sobre o valor devido para fins de ITR.

O secretário de Fazenda de Marechal Cândido Rondon, Carmelo Daronch, lembra que o município possui convênio com a Receita Federal  para fiscalizar o imposto e em  contrapartida  recebe 100% do valor recolhido.

Por disso  a prefeitura disponibiliza assessoria especializada em ITR para orientar os agricultores obrigados a declarar.

Ponto importante a ser levado em consideração refere-se às áreas de preservação permanente, reservas ambientais, entre outras, que somente devem ser apontadas na declaração caso o proprietário, detentor do domínio útil ou usufrutuário, possua a comprovação.

Entre elas constam o registro da área averbado em matrícula, ADA (Ato Declaratório Ambiental) ou CAR (Cadastro Ambiental Rural), do contrário não conseguirá provar a declaração e poderá parar na malha fina, conclui o secretário Carmelo Daronch.

 

Continue Lendo

Geral

Encerra hoje prazo para registro de candidaturas e campanha começa amanhã

Encerra hoje, segunda-feira, o prazo para que partidos, coligações e federações partidárias apresentem o registro de candidatos para qualquer dos cargos em disputa nas Eleições 2022.

 

Nesse processo os eleitores votam para presidente da República, senador, governador e deputados federais e estaduais.

O prazo para o registro das candidaturas se encerra às 23h59 nos sites do TSE ou TRE e cada partido pode apresentar apenas uma candidatura a presidente, governador e senador, com os suplentes.

No caso de deputado federal e estadual cada sigla poderá indicar candidatos no número de todas as cadeiras a serem ocupadas, mais uma.

No caso das eleições proporcionais – para deputado, seja federal, estadual ou distrital – a legislação prevê que 30% das candidaturas apresentadas por cada legenda sejam obrigatoriamente de mulheres.

No ato de registro deve constar sempre o nome a ser mostrado na urna, a relação de bens do candidato, fotografia recente nas especificações dadas pelo TSE, certidões criminais e prova de alfabetização, entre outras informações e documentos.

Após ser apresentado, o registro ainda deve ser julgado pela Justiça Eleitoral, que pode deferi-lo ou não, e o prazo para o julgamento de todas as candidaturas é 12 de setembro, ou seja, 20 dias antes do pleito.

Nesta terça-feira já começa o período de campanha, conforme detalha o advogado rondonense especialista em Direito Eleitoral, João Bersch….

 

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.