Conectado com

Geral

China afirma que asas de frango congeladas do Brasil apresentam teste positivo para coronavírus

Produto veio de um frigorífico do sul de Santa Catarina

PEQUIM — Uma amostra de asas de frango congeladas importadas do Brasil, de um frigorífico do sul de Santa Catarina, apresentou resultado positivo para o novo coronavírus, segundo comunicado do governo chinês divulgado nesta quinta-feira. A amostra foi retirada da superfície do frango, o que torna o caso diferente dos anteriores. As outras amostras de comida congelada que tiveram o resultado positivo para o vírus tinham material recolhido da superfície das embalagens.

As autoridades procuraram agir rapidamente e informaram que submeteram imediatamente a exames de diagnóstico as pessoas que tiveram contato com os produtos contaminados, assim como seus parentes. Todos os testes apresentaram resultado negativo, segundo o comunicado.

A contaminação do alimento pode provocar queda das exportações brasileiras para a China.

— É difícil dizer em que estágio o frango congelado foi infectado — disse à Reuters um funcionário de um exportador de carne brasileiro com sede na China. A embaixada brasileira em Pequim ainda não se pronunciou sobre o caso.

Em Shenzhen, a amostra foi considerada positiva para o vírus durante testes de rotina no distrito de Longgang na terça-feira, e confirmada num reexame pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças local, disse o jornal South China Morning Post.

O teste no frango brasileiro foi feito dentro de um programa de análises de rotina realizadas em carnes e frutos do mar importados. O programa de testes rotineiros está em vigor desde junho, quando um novo surto em Pequim foi associado a um mercado atacadista de alimentos na cidade de Xinfadi.

Camarão do Equador contaminado

O coronavírus também foi encontrado numa amostra de embalagem de camarão congelado do Equador em Xian, capital da província de Shaanxi, no noroeste da China. Na província de Anhui (Leste), a prefeitura da cidade de Wuhu anunciou que detectou a presença do coronavírus em embalagens de camarões também procedentes do Equador. Os pacotes estavam sendo conservados no congelador de um restaurante da cidade.

No dia 10 de julho, a Administração da Alfândega da China fez testes com mostras de um contêiner e com pacotes de camarões brancos do Pacífico que apresentaram resultados positivos para o novo coronavírus. As avaliações aconteceram nos portos de Dalian (nordeste) e Xiamen (leste).

Suspensão

No final de junho, a China suspendeu importações de três processadores brasileiros de carne, informou o Ministério da Agricultura, citando preocupações de Pequim em conter um novo surto da epidemia de Covid-19.

Em nota, na época, a pasta disse que o órgão chinês responsável pela área, a Administração Geral de Alfândega da China (GACC, na sigla em inglês) “solicitou recentemente informações sobre alguns estabelecimentos brasileiros que exportam para a China e que tiveram notícias divulgadas na imprensa do Brasil sobre casos da Covid-19 entre seus trabalhadores”.

No início de julho, testes em massa revelaram um surto de infecções por coronavírus em fábricas operadas pelas processadoras de alimentos JBS e BRF no Centro-Oeste do país, com 1.075 empregados de uma fábrica de suínos da JBS testando positivo para Covid-19.

Outros 85 trabalhadores também testaram positivo em frigorífico de aves da BRF na cidade, onde a empresa emprega cerca de 1.500 pessoas. Dias depois, a China suspendeu temporariamente as importações de uma fábrica da BRF em Lajeado e de uma da JBS em Três Passos, ambas no Estado do Rio Grande do Sul, segundo publicação no site da GACC.

O chefe de microbiologia do laboratório do Centro Nacional de Avaliação de Segurança Alimentar da China, Li Fengqin, disse a jornalistas em junho que a possibilidade de alimentos congelados causarem novas infecções não poderia ser descartada.

Maior comprador

A China é o maior comprador de carne suína e bovina do Brasil. O país asiático solicitou que os exportadores de carne certifiquem-se globalmente de que seus produtos estão livres de coronavírus.

O Brasil, maior produtor mundial de carne de frango, era até 2017 o principal fornecedor de frango congelado para a China, por um valor que se aproximava de US$ 1 bilhão por ano e um volume que representava quase 85% das importações do gigante asiático.

Mas nos últimos anos o país perdeu parte do mercado para Tailândia, Argentina e Chile, de acordo com a consultoria especializada Zhiyan.

No caso do Equador, dados da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), o país sul-americano produziu em 2018 quase 500 mil toneladas de camarões e 98 mil oram exportadas para China, um mercado em plena expansão.

Testes em frigoríficos

O Ministério Público do Trabalho (MPT)  do Brasil conduz dede julho mais de 200 investigações com o objetivo de averiguar o que tem sido feito para evitar que o coronavírus se alastre pelos frigoríficos no Brasil.

Especialistas consultados pelo GLOBO afirmam que não só no Brasil, mas em países como EUA e Alemanha, a atividade apresentou número elevado de infectados por conta do ambiente de trabalho considerado de risco para a disseminação da doença.

— Todo ambiente fechado, mal ventilado e onde as pessoas trabalham muito próximas tem maior risco e os frigoríficos estão nessa categoria — afirmou Rosana Richtmann, médica Infectologista do instituto de Infectologia Emilio Ribas, de São Paulo.

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Idosa desaparece no distrito rondonense de Margarida

Divulgação

Antoninha Paradzinski saiu de casa ontem pela manhã e não retornou mais

 

Nesta segunda-feira (30) Polícia e Bombeiros de Marechal Cândido Rondon foram acionados no distrito de Margarida após o desaparecimento de uma senhora de 67 anos.

A filha da idosa registrou um boletim de ocorrência por volta do meio-dia de ontem, no qual relata que a mãe saiu de casa ontem pela manhã sem avisar ninguém e não retornou.

Buscas foram iniciadas na tentativa de localizar Antoninha Paradzinski.

Informações sobre o paradeiro da senhora Antoninha podem ser passadas para os telefones da família (45) 99951-3041 e (45) 99815-1045, ou para Polícia Militar pelo 190.

 

Fonte: Aquiagora

Continue Lendo

Geral

Acidente com ônibus que se deslocava a Foz do Iguaçu mata 07 e fere 22 pessoas

Foto: Divulgação/PRF

Na madrugada desta terça-feira, 07 pessoas morreram, entre elas uma criança de 03 anos, e 22 ficaram feridas com o tombamento de um ônibus na BR-277 em Fernandes Pinheiro, na região central do Paraná.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, além de um menino argentino, as vítimas são duas mulheres e quatro homens.

Uma delas, também argentina, é mãe da criança.

54 passageiros estavam a bordo do veículo e 26 não se machucaram, entre eles o motorista.

O veículo pertence à Viação Catarinense e saiu de Florianópolis, Santa Catarina, com destino a Foz do Iguaçu.

Os corpos estão foram recolhidos e levados para o Instituto Médico Legal de Ponta Grossa, nos Campos Gerais, enquanto os feridos foram encaminhados a hospitais de Irati.

 

Fonte: G1 Paraná

Continue Lendo

Geral

Cojem Marechal realiza hoje 2ª etapa do processo seletivo para novos membros

A segunda etapa do processo seletivo para novos membros do Conselho do Jovem Empreendedor de Marechal Candido Rondon, núcleo setorial vinculado à Associação Comercial e Empresarial, acontece nesta terça-feira, a partir das 19h30, na sede da entidade.

Quinze jovens empreendedores ou líderes em seus segmentos nas empresas em que atuam participam do processo, que teve início na última terça-feira, dia 24.

Com idade entre 18 e 39 anos, os candidatos que desejam integrar o Cojem Marechal buscam desenvolver seu espírito de liderança e adquirir mais conhecimento sobre empreendedorismo.

Na primeira fase, a vice-presidente do Cojem e coordenadora do processo seletivo para ingresso de novos membros, Alana Muxfeldt Ferreira, apresentou os pilares do associativismo, o funcionamento do Cojem Marechal, da Acimacar, das coordenadorias estaduais, da Faciap Jovem e dos órgãos nacionais ligados ao associativismo.

Nesta primeira etapa os candidatos preencheram um formulário de avaliação para conhecê-los melhor, saber dos seus objetivos e o almejam realizar enquanto membros do Cojem.

 

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.