Conectado com

Agricultura

Clima exige monitoramento das lavouras de soja na região

Ilustrativa

De acordo com a Secretaria de Comércio Exterior, o Brasil exportou, em média, 268.600 toneladas de milho grão por dia em dezembro, até a segunda semana.

O ritmo diminuiu, em relação às 323 mil e 400 toneladas exportadas diariamente na primeira semana do mês.

Além da desvalorização do dólar em relação ao real, que impacta diretamente nos embarques, historicamente a demanda tende a diminuir ao longo de dezembro.

Para as próximas semanas a expectativa é de queda na média diária exportada e essa menor movimentação para exportação, somada ao ritmo mais lento da demanda interna, diminuiu a pressão de alta sobre as cotações desde meados de mês e a expectativa é de mercado mais frouxo nas últimas semanas do ano.

Por outro lado, o verão no Hemisfério Sul começou oficialmente ontem à 1 hora e 19 minutos e vai até 20 de março de 2020, com previsão de que não terá a influência dos fenômenos El Niño e La Niña , com probabilidade elevada de neutralidade ao longo de toda a estação.

No Sul do país, há probabilidade de chuvas dentro da faixa normal ou acima em praticamente toda a região, principalmente no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, com temperaturas dentro da normalidade do verão na região.

Isso é uma noticia interessante para a agricultura, pois com chuvas regulares o desenvolvimento das culturas ocorre com normalidade.

O início do verão coincide com uma condição de clima que favorece as culturas de verão, especialmente a soja, beneficiada com as chuvas recentemente registradas.

Porém, segundo o agrônomo Genésio Seidel, o produtor precisa ficar atento às lavouras, pois a condição também é propícia para o surgimento de doenças e pragas……

 

Continue Lendo
Publicidade

Agricultura

Confira algumas entrevistas registradas no Dia de Campo Copagril 2020

Continue Lendo

Agricultura

Paraná reforça defesa agropecuária nas fronteiras com SC e Argentina

O Paraná

O Paraná reforçou neste ano a defesa agropecuária nas divisas com Santa Catarina e na fronteira com a Argentina, no Sudoeste do Estado.

A medida é parte do protocolo de conquista do status internacional de área livre da febre aftosa sem vacinação.

Desde o dia 6, os postos de fiscalização da região, ligados à Unidade Regional de Francisco Beltrão, não permitem o ingresso e incorporação de animais vacinados contra a doença.

Com o início do trabalho na região, o Estado passa a contar com fiscalização integral, 24 horas por dia, em toda a extensão territorial, seja na divisa com outros estados ou na fronteira com países.

O reforço na fiscalização é mais um passo para a declaração internacional do Paraná como livre da febre aftosa sem vacinação.

Como parte do protocolo, o Estado já foi dispensado da vacinação, que normalmente ocorria em novembro.

Também por determinação do Ministério da Agricultura foi proibida a manutenção e uso de vacina em território paranaense.

Uma Instrução Normativa determina a defesa agropecuária nas divisas e na fronteira com a Argentina.

A exceção é para a entrada de bois e búfalos destinados ao abate.

Eles, porém, devem estar necessariamente em veículo lacrado e ter como destino abatedouro com inspeção oficial.

Ao todo são 33 postos espalhados pelas estradas do Paraná e, segundo o secretário de Estado da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara, é preciso proteger o status sanitário do Paraná, e as medidas foram tomadas após entendimento com o setor produtivo, para garantir mais mercado para a produção paranaense….

Com informações do O Paraná

Continue Lendo

Agricultura

Segundo presidente da cooperativa, evento superou expectativas

Nem a chuva registrada na tarde de ontem tirou o brilho do Dia de Campo da Cooperativa Agroindustrial Copagril, em Mal. Cândido Rondon.

Foram dois dias destinados para o compartilhamento de conhecimento e difusão de novas tecnologias, com novidades para a lavoura, pecuária, atividades do campo e também para o dia a dia do homem da cidade.

Foram apresentados aos cooperados e demais visitantes s novidades e melhorias para o trabalho no campo.

Ao todo foram apresentados mais de 70 híbridos de milho, quase 60 cultivares de soja e mais de 20 espécies de pastagens.

Também houve a exposição de veículos, máquinas e implementos agrícolas, dentre outros materiais utilizados no campo.

O Dia de Campo faz parte da trajetória da cooperativa desde o princípio de sua atuação, onde a disseminação do conhecimento, a inovação e a melhoria são fundamentais para o desenvolvimento dos cooperados, fortalecendo a produção agrícola e pecuária.

O evento teve um apelo mais importante em relação aos demais, já que ele ocorreu no ano em que a Copagril comemora 50 anos de fundação.

Com uma participação de cerca de 13 mil pessoas, segundo o diretor-presidente da cooperativa, Ricardo Chapla, o Dia de Campo 2020 superou as expectativas…

 

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.