Conectado com

Geral

Coronavírus: 34 mortes e 1.891 casos confirmados no Brasil

As 34 mortes registradas oficialmente ao Ministério da Saúde estão nos estados de São Paulo (30) e Rio de Janeiro (4)

Subiu para 1.891 o número de casos confirmados de coronavírus (Covid-19) no Brasil, de acordo com as informações repassadas pelos estados ao Ministério da Saúde nesta segunda-feira (23). Até o momento, 34 mortes estão confirmadas, sendo 30 no estado de São Paulo e quatro no Rio de Janeiro.

Atualmente, todos os estados do país registram casos da doença, mas nem todas as regiões apresentam o mesmo nível de transmissão. A região norte, por exemplo, tem 3,1% do total de casos do Brasil. Na outra ponta, a região Sudeste representa o maior percentual, na ordem de 60%.

Para garantir um esforço coletivo de todos os brasileiros para reduzir a velocidade de transmissão do coronavírus, na última sexta-feira (20), o Ministério da Saúde reconheceu a transmissão comunitária da Covid-19 em todo o país. Assim, a medida é uma estratégia para que todo o Brasil se una contra o vírus.

Em termos práticos, a declaração é um comando do Ministério da Saúde para que todos os gestores nacionais adotem medidas para promover o distanciamento social e evitar aglomerações, conhecidas como medidas não farmacológicas, ou seja, que não envolvem o uso de medicamentos ou vacinas.

SERVIÇOS ESSENCIAIS PRESERVADOS

O presidente da República, Jair Bolsonaro, assinou Medida Provisória e Decreto também na última sexta-feira (20) que têm o objetivo de garantir a aquisição de bens, serviços e insumos destinados ao enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus. Entre outras determinações, regulamenta os serviços essenciais que não devem ser interrompidos durante o período de combate à doença, como assistência à saúde, atividades de segurança, transporte e telecomunicações.

 

Fonte: Agência Saúde

Geral

Vereador propõe Programa de Solo Brita para Agricultores em Quatro Pontes

A considerar que os municípios da região têm na base de sua economia o setor agropecuário, muitas são as reivindicações da população para garantir melhores condições de trabalho aos produtores.

Dentre as reivindicações feitas com mais freqüência estão ações voltadas a recuperação de estradas rurais, haja vista a importância de uma estrutura perfeita para o escoamento da produção.

Em se tratando do município de Quatro Pontes, em atendimento a pedidos de munícipes, o vereador Cesar Seidel, o “Canela”, encaminhou requerimento visando a criação do Programa de Solo Brita.

De acordo com o parlamentar, esse tipo de iniciativa proposto para a administração municipal se soma a outras ações essenciais em prol dos agropecuaristas do município..

 

Continue Lendo

Geral

Processo de Segurança Alimentar e Nutricional tem inovação nos lindeiros

Esta semana, em 05 de junho, é comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente.

A Itaipu Binacional e o Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros, desenvolvem ações de sustentabilidade em todo o seu território de atuação.

Para celebrar a data ocorrerá a Jornada Educação, Cultura e Sustentabilidade, com oficinas, contação de histórias, apresentações musicais e palestras.

A programação vai até o próximo domingo.

O gestor do Convênio Linha Ecológica: Educação Ambiental e Cultura, Mauri Schneider, explica que desde junho de 2019 foram trabalhados os processos formativos na região.

Neste ano o Processo de Segurança Alimentar e Nutricional teve uma inovação…..

 

Continue Lendo

Geral

Direção do extinto IAP explica proibição de pesca no São Francisco

Ilustrativa

Uma portaria do Instituto Água e Terra , publicada no dia 27 do mês passado proibiu a pesca não profissional em rios afetados pela seca causada pela estiagem no Paraná.

Segundo a portaria número 157/20, apenas pescadores profissionais podem continuar com as atividades, mas somente com a utilização de embarcações pequenas e materiais de pesca.

O objetivo da proibição, conforme o IAT, é proteger a conservação da biodiversidade e das espécies, considerando que a baixa vazão dos rios facilita a predação e a retirada de peixes jovens e adultos reprodutores.

Dentre os rios afetados pela portaria estão o Piquiri, São Francisco Falso e Verdadeiro;

De acordo com o governo do estado, a proibição não vale para o Rio Paraná, porque é de responsabilidade federal.

Em relação ao São Francisco, surgiram duvidas especialmente nos braços localizados em Entre Rios do Oeste e no Arroio Guaçu, em Mercedes.

O diretor regional do Instituto Água e Terra, Taciano Maranhão, explica…..

 

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.