Conectado com

Geral

Deputado Hussein Bakri revela motivos da paralisação das obras do Contorno Oeste de Marechal Cândido Rondon

O líder do Governo na Assembléia Legislativa do Paraná, deputado Hussein Bakri, revela os motivos que resultaram na paralisação das obras do Contorno Oeste, em Marechal Cândido Rondon.

Para atrair o interesse de empresários para fazer investimentos em lojas francas, a costa oeste cobra melhor infraestrutura para suportar aumento do movimento de compristas na região de fronteira.

Guaíra é considerada cidade gêmea e pode ostentar lojas francas, confirmando, assim, a vocação comercial quatro décadas depois de perder as Sete Quedas.

Na semana passada o secretário de Estado de Infraestrutura, Sandro Alex, recebeu uma lista de cobranças, inclusive obras com projetos há mais de sete anos e que terão de ser atualizados.

As rodovias representam a maior reivindicação, a começar pelo contorno entre a BR-163 e a BR-272: sem essa obra, todo trânsito passa pelo Centro de Guaíra, causando grande transtorno aos moradores, com congestionamentos e deterioração do pavimento urbano.

Ao Estado caberia o repasse de verbas para pavimentação de vias importantes, como a Oswaldo Cruz e a Almirante Tamandaré, usadas para o acesso ao Mato Grosso do Sul com destino ao Paraguai.

Trechos emergenciais também entraram nas cobranças de municípios lindeiros ao Lago de Itaipu, como Guaíra-Entre Rios e Medianeira-Missal, além de trevos em Pato Bragado, Missal, Itaipulândia, Mercedes e Entre Rios do Oeste.

Outro investimento importante está atrelado ao Aeroporto de Guaíra, com três voos semanais, que precisariam ser diários.

A reivindicação inclui a retomada da construção do Contorno Oeste de Marechal Cândido Rondon: em um ano, apenas 6% foram executados.

O percurso de seis quilômetros, quando concluído, desviará o trânsito de caminhões e carretas com grãos, cargas vivas e outros produtos que há anos cortam a Avenida Rio Grande do Sul e outras ruas da sede municipal de Marechal Cândido Rondon, ligando a BR-163 à PR-467.

Depois de participar da reunião realizada em Guaira com o secretário Sandro Alex, o líder do Governo na Assembléia Legislativa, deputado estadual Husein Bakri, revela os motivos da paralisação das obras do Contorno Oeste em Marechal Cândido Rondon…

 

Neste ano, rochas impedem a empreiteira de atingir a profundidade necessária para a obra da trincheira. A solução é detonar as rochas, contudo, para isso, o governo precisará fazer um aditivo no contrato, que resultará em uma demora maior.

Além de anos sem receber investimentos do Estado, a região enfrenta ainda as falhas da União, como a própria Ponte Airton Senna, que teve a ação furtada quatro vezes e hoje está no escuro.

A pavimentação não recebeu obras regulares e hoje tem buracos.

 

 

Fotos: Vítor André Palinski dos Santos

Geral

Professores rondonenses se mobilizam para participar de movimento de greve em Curitiba na segunda (03)

Entenda os motivos da greve

Professores da rede estadual de ensino de Marechal Rondon estão se mobilizando, para integrar a caravana que na segunda-feira (03) fará parte de um grande ato que acontecerá em Curitiba.

O movimento de greve é contra ações do Governo do Estado, que quer entregar as escolas  públicas à iniciativa privada, através do projeto “Parceiros da Escola”.

A presidente do núcleo do sindicato de Toledo, Marilene Alves, fala sobre a situação, comentando desde a aprovação do indicativo de greve até os motivos para a paralisação.

Conforme Marilene, não houve conversa – nem com a comunidade escolar e nem com a população, para privatizar as escolas e o que causou maior desconforto, é o fato da votação acontecer em regime de urgência.

Caravanas estão sendo preparadas na região, inclusive com professores de Marechal Rondon, para irem a Curitiba na segunda-feira, para participar do movimento……….OUÇA ÁUDIO

 

A professora rondonense Cilene Centenaro, fala sobre a organização dos professores e pais, que se somam ao movimento de greve.

Conforme Cilene “a escola não é uma empresa. É uma luta de todos”………..OUÇA ÁUDIO

Continue Lendo

Geral

Delegado Pedro Lucena confirma que homem baleado na BR-163 é policial civil. Outro homem que faleceu era morador da Bahia

A Policia Civil de Marechal Rondon instaurou inquérito para apurar um tiroteio registrado na noite de quarta-feira (29) nas proximidades do Posto Trovão Azul, na BR-163, que terminou com o saldo de uma pessoa morta e outra gravemente ferida.

O ferido foi identificado como sendo um policial civil de Toledo, de 36 anos, o qual está afastado por decisão judicial, pelo crime de trafico de drogas, e atualmente estava na cidade de Araçatuba – São Paulo.

Ele foi socorrido, deu entrada na UPA Marechal e já prestou depoimento à Policia Civil.

O outro baleado que faleceu no local tinha 38 anos, era do Estado da Bahia, e atualmente residia na cidade de Toledo.

O policial civil que sobreviveu contou que os dois participaram de um churrasco no distrito de Dois Irmãos – Toledo, que estariam vindo para Marechal Rondon passear, quando na BR-163, teriam sido surpreendidos pela rajada de tiros.

No Honda Civic que ocupavam, foram identificadas diversas perfurações na lataria, sendo que alguns dos disparos atingiram os ocupantes.

O delegado de policia rondonense, Pedro Lucena, fala sobre as primeiras apurações……….OUÇA ÁUDIO

Continue Lendo

Geral

Quatro Pontes busca a terceira vitória no Troféu Difusora Difusora

Ontem foi a vez de Entre Rios golear Guaíra por 12X0 e chamar a atenção no campeonato

 

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.