Conectado com

Geral

Deputados voltam a criticar modelo de pedágio escolhido para o Paraná

 Os parlamentares discordam do modelo hibrido 

 

 Deputados da Frente Parlamentar do Pedágio da Assembleia Legislativa reagiram nesta terça-feira com críticas à proposta de modelo híbrido para as novas concessões do pedágio apresentada pelo Ministério da Infraestrutura a Bancada Federal do Paraná e ao Governo do Estado.

 

Segundo os parlamentares, ao contrário do que diz o Ministério, a redução de tarifas pelo modelo híbrido proposto implicará em reduções de tarifas não superiores a 15% na maioria das praças de cobrança e que em algumas delas o desconto seria de apenas 3%.

Além disso, de acordo com os deputados, os maiores descontos ocorreriam nas praças onde há menor tráfego.

Na segunda-feira passada, representantes do Ministério apresentaram o modelo de licitação para a concessão de 3.327 quilômetros de rodovias – 834 quilômetros a mais do que o atual traçado – e previsão de R$ 42 bilhões em investimentos, com menor tarifa e maior valor de outorga.

A nova modelagem prevê 1.700 quilômetros de rodovias duplicadas em até sete anos.

Na ocasião, o Ministério da Infraestrutura afirmou que as novas concessões terão tarifas de 25% a 67% menores das que as atuais, dependendo da praça de cobrança.

Na reunião, a representante do ministério alegou ainda que a cobrança de outorga – que fica com o governo federal – não seria com intenção arrecadatória, mas para garantir a viabilidade dos investimentos.

Segundo o primeiro-secretário da Assembleia, deputado Luiz Cláudio Romanelli, os dados do Ministério apontam, por exemplo, que no trecho Maringá – Paranaguá a redução das tarifas é de 3%, já no corredor da BR-277 de Paranaguá até Foz do Iguaçu o desconto está em 23%.

“Se não há taxa de outorga, por que não licitar apenas pelo critério do maior desconto como nas concessões no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina?”, questiona o deputado.

Segundo ele, o modelo com taxa de outorga limita a competitividade ao definir um teto para o desconto das tarifas e acrescenta mais 15 praças de pedágio.

O parlamentar acrescentou que os maiores descontos estão em praças onde há pouco tráfego, enquanto que nos locais com maior fluxo de veículos a redução é pequena e, depois da duplicação dos trechos, as tarifas sofrerão um acréscimo de 40%.

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Vacinação em idosos de 80 a 84 anos segue nesta sexta-feira à tarde

Na tarde desta sexta-feira, dia 05, das 13h às 16h, a Secretaria de Saúde dará sequência ao cronograma de vacinação contra a Covid-19. O público-alvo continua sendo idosos de 80 a 84 anos.

O atendimento será feito no centro de eventos, anexo ao parque de exposições, e haverá distribuição de senhas para o controle das doses. Será no sistema “drive thru”.

Serão 340 doses disponíveis da Coronavac, que deverão chegar ao município no início da manhã de sexta-feira.
Para receber a vacinação é necessário estar munido do cartão SUS, CPF e cartão de vacina.

 

Fonte: Assessoria

 

 

 

 

 

Continue Lendo

Geral

Rondonense de 75 anos é a 47ª vítima do Covid-19

Óbito n°47

Rondonense do sexo masculino, de 75 anos. Deu entrada na UPA no dia 27 de fevereiro, com início dos sintomas no dia 26 de fevereiro, (tosse, dispneia, mialgia, adinamia, hipossaturação). No dia 28 foi realizada a coleta para exame RT-PCR, tendo o diagnóstico confirmado para Covid-19 em 04 de março. No dia 02 de março o paciente já havia evoluído para ventilação mecânica e veio a óbito no mesmo dia. Tinha como comorbidades: hipertensão e diabetes.

 

Fonte: Assessoria de imprensa da prefeitura de Marechal Cândido Rondon

Continue Lendo

Geral

Covid-19: 22 pessoas aguardam por UTI na 20ª Regional de Saúde de Toledo

A situação permanece crítica em Toledo e região quando falamos sobre a pandemia ocasionada pelo Novo Coronavírus (Covid-19). No momento os leitos de Terapia Intensiva (UTI), destinados exclusivamente ao atendimento de pacientes Covid-19 estão praticamente lotados na área de abrangência da 20ª Regional de Saúde de Toledo e 22 pessoas ainda aguardam por uma vaga de UTI.

A 20ª Regional de Saúde de Toledo conta com 52 leitos de UTI Covid-19 para o atendimento de pacientes via Sistema Único de Saúde (SUS). Os leitos estão divididos entre o Hospital Beneficente Moacir Micheletto, em Assis Chateaubriand, que conta com 28 leitos, sendo que 27 estão ocupados e 24 leitos no Hospital Bom Jesus, em Toledo, dos quais todos estão indisponíveis. A taxa total de ocupação de leitos é de 98,08%.

Outro dado preocupante é a respeito dos pacientes que ainda aguardam por leitos hospitalares. Na 20ª Regional de Saúde são 22 pessoas aguardando por vagas de UTI e 33 cidadãos esperando por leitos de enfermaria.

Macrorregião oeste

Na macrorregião oeste a situação também persiste calamitosa. São apenas cinco leitos de UTI Covid-19 disponíveis. Dos 247 leitos existentes, 242 estão indisponíveis, totalizando uma taxa de ocupação de 97,98%. No entanto, a ocupação dos leitos de enfermaria diminuiu, sendo que das 397 vagas existentes, 273 estão ocupadas, o que representa uma taxa de 68,77% de ocupação.

Fonte: Toledo News
Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.