Conectado com

Geral

Diretor diz que solução para contratação de potência em Itaipu sairá no curto prazo

O diretor-geral brasileiro de Itaipu, general Joaquim Silva e Luna, disse que uma solução para o problema da contratação da potência da usina deve sair no curto prazo.

 

Negociações entre as empresas foram retomadas nesta semana.

 

Ele ressaltou que o governo está chamando de curto prazo, para não colocar uma expectativa de data, porque essa é a intenção da Eletrobras e da Ande – a companhia paraguaia.

Em pleno mês de agosto, as estatais Eletrobras e Ande ainda não chegaram a um acordo sobre a contratação da potência da usina neste ano: as negociações entre as empresas foram retomadas nesta semana.

Uma parcela do faturamento da energia produzida por Itaipu está em aberto desde fevereiro.

Segundo Silva e Luna, embora Itaipu não tenha tido problemas para honrar seus pagamentos até agora, a situação se assemelha a um contingenciamento de recursos.

O diretor-geral não informou os números, mas a reportagem apurou que o valor em aberto é de cerca de US$ 50 milhões.

Itaipu fatura cerca de US$ 3 bilhões por ano, mas opera em regime de custo – ou seja, não há lucro, mas apenas cobertura de custos de serviço da dívida, operação e manutenção e royalties.

Silva e Luna reconheceu que alguns compromissos podem deixar de ser honrados caso a situação perdure até o fim do ano.

O Tratado de Itaipu estabelece que toda a potência da usina deve ser contratada pelo Brasil e pelo Paraguai.

Historicamente, o Brasil consome 85% da energia da usina, e o Paraguai fica com os 15% restantes.

Com o crescimento econômico do Paraguai nos últimos anos, a demanda por energia tem crescido, mas, para evitar aumentar as tarifas, o país vizinho tem mantido sua contratação inalterada.

Neste ano, foi a primeira vez que as empresas não chegaram a um acordo sobre o tema, e a discussão foi liderada pelos ministérios de relações exteriores.

Um acordo formalizado por meio de uma ata estabeleceu uma curva ascendente de contratação de potência pelo Paraguai até 2022.

Os termos do documento, porém, geraram uma crise que derrubou diversas autoridades do país e ainda ameaçam o governo de Marito – como é conhecido o presidente.

A ata acabou sendo anulada pelo Paraguai, mas a crise ainda não foi resolvida. Silva e Luna reconheceu que as negociações levam em conta a proximidade entre Marito e o presidente Jair Bolsonaro.

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Projeto Simplifica Marechal será lançado amanha na Acimacar

Está marcado para as 19 horas de amanha, no auditório da Acimacar, o lançamento do projeto Simplifica Marechal, desenvolvido pela Secretaria de Fazenda, em parceria com as Secretarias de Saúde e de Agricultura e Política Ambiental e Sebrae.

Estão convidados a participar autoridades, contadores, empresários e demais interessados no assunto, para que conheçam o projeto e as principais alterações na legislação e nos procedimentos internos que serão adotados.

O secretário da Fazenda, Carmelo Daronch, explica como o projeto Simplifica Marechal vai funcionar..

 

Continue Lendo

Geral

Estado realiza campanha de prevenção contra a dengue

Divulgação

O boletim semanal da dengue, divulgado nesta terça-feira pela Secretaria Estadual da Saúde, registra 762 novos casos da doença em relação à semana passada, o que representa aumento de 40% no período.

O salto no total de confirmações aconteceu porque houve um acúmulo de dados no sistema de informação das Regionais de Saúde.

Agora, são 2.631 casos de dengue confirmados no Paraná desde o final de julho.

São 10 municípios em epidemia e 14 municípios em situação de alerta para a doença, enquanto na semana passada eram 10.

O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, destaca que o Governo do Estado faz uma grande campanha de orientação e prevenção, além de atividades como palestras informativas e ações de campo em busca de criadouros de mosquitos em todos os municípios.

 

Continue Lendo

Geral

Senac intensifica abaixo-assinado em defesa das entidades ligadas ao comércio

Divulgação

A unidade do Senac de Marechal Cândido Rondon continua recolhendo assinaturas de uma abaixo-assinado que tem por objetivo respaldar, apoiar e fortalecer a atuação do Serviço Social do Comércio, do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial em todo o Brasil, e de todo Sistema Comércio, composto pela Confederação Nacional do Comércio –, Federações, Sindicatos, Sesc e Senac.

O Sistema Comércio faz parte da vida de milhões de brasileiros, seja na oferta de cursos profissionalizantes, nas atrações culturais ou no acesso a ações de saúde e qualidade de vida e na defesa e representação dos empresários com Comércio de Bens, Serviços e Turismo.

Ao assinar o documento, cada brasileiro está contribuindo para tornar ainda mais fortes tanto o Sesc quanto o Senac, ajudando a garantir a continuidade de um trabalho que valoriza os trabalhadores do comércio e suas famílias, gerando desenvolvimento e promovendo ações de educação, alimentação, saúde, cultura, esporte e lazer em todo o território nacional.

O gerente da unidade do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial de Marechal Cândido Rondon, Everton Denoni, dá mais detalhes a respeito desta iniciativa…

 

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.