Conectado com

Geral

Diretoria de Itaipu comemora conquista de nova marca histórica

Binacional ultrapassou no sábado a marca dos 50 milhões de megawatts-hora de energia produzida.

 

Depois de bater em julho os recordes de produtividade e eficiência mensal, nos seus 35 anos de operação, a usina de Itaipu ultrapassou no sábado, 17, a marca dos 50 milhões de megawatts-hora.

Nenhuma outra fonte de energia no Brasil, dentre as mais de três mil plantas existentes, segundo o site da Agência Nacional de Eletricidade -Aneel, atingirá esse volume no ano.

Os 50 milhões de MWh são bastante significativos, já que o cenário hídrico nacional não está nada favorável para a produção de energia.

O inverno costuma ser um período seco nas regiões Sul e Sudeste do Brasil e as chuvas ocasionais, que sempre ocorrem junto com as frentes frias, têm sido fracas.

Com isso, o armazenamento de água para geração de energia também está abaixo da média, o que levou a Aneel a acionar a bandeira vermelha em agosto.

Não há risco de faltar energia elétrica no Brasil, porque a produção das termoelétricas e das eólicas, na região Nordeste, tem compensado a redução da geração das hidrelétricas.

Não fosse a boa produção de Itaipu, a situação poderia ser ainda pior.

Quanto mais a hidrelétrica produz, mais ela contribui para baixar a conta de luz do consumidor.

Por obrigação contratual, a usina precisa entregar para a Eletrobras e a estatal paraguaia Ande 75 milhões de MWh por ano, mas, desde a década de 1990, a binacional tem estregue muito mais que isso.

Em 2006, produziu 103 milhões de MWh – maior produção anual registrada no mundo por uma usina.

O diretor-geral brasileiro, general Joaquim Silva e Luna, diz que Itaipu só tem conseguido obter bons números na operação em um ano atípico especialmente pela excelência dos equipamentos e o compromisso e capacidade técnica dos empregados brasileiros e paraguaios, que não medem esforços para melhorar os índices da usina, considerando todos os aspectos da geração.

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Municípios da região são condecorados em evento das cidades sustentáveis

COMITIVA DOS PREMIADOS. FOTO: DIVULGAÇÃO

Condecorações foram entregues nesta semana para cinco municípios da região oeste por boas práticas implantadas, durante a 3ª edição do Prêmio Cidades Sustentáveis, na conferência ‘Catalisando Futuros Urbanos Sustentáveis’, em São Paulo.

Os premiados do Oeste do Paraná foram, Vera Cruz do Oeste, com o 3º lugar no tema ‘Desigualdade Econômica’, na categoria ‘Cidades Pequenas’.

Na mesma categoria, Ubiratã conquistou o 2º lugar no tema ‘Acesso a Serviços’.

Santa Terezinha de Itaipu alcançou o 3º lugar e outro prêmio com o primeiro lugar nacional no tema ‘Desigualdade Econômica’, com o projeto Coleta Seletiva. Toledo também foi premiado na categoria ‘Cidades Médias’, no tema ‘Acesso a Serviços’, conquistando o 3º lugar.

A gestão nacional do ‘Cidades Sustentáveis’ é da Rede Nossa São Paulo, Rede Social Brasileira por Cidades Justas e Sustentáveis e o Instituto Ethos.

O conjunto de ações nos municípios do Oeste é trabalhado em conjunto pelo Conselho dos Lindeiros e Itaipu Binacional.

A premiação com abrangência nacional, com municípios distribuídos por 15 estados de todo o Brasil, e o número de prêmios conquistados pelo Oeste Paraná, reflete o engajamento no programa, segundo frisa o coordenador nacional do Cidades Sustentáveis, Jorge Abrahão..

Continue Lendo

Geral

Prefeitura executa melhorias para a Festa do Búfalo de São Roque no domingo

Assessoria

Acontece neste domingo a 26o edição da festa distrital e a 22o edição da Festa do Búfalo do distrito de São Roque – Marechal Cândido Rondon.

A frente da organização está a Comunidade Católica do distrito, que espera servir em torno de 1.500 almoços.

O vereador Soldado Sauer fala das melhorias feitas no distrito de São Roque, visando a realização da festa distrital, uma das maiores de Marechal Cândido Rondon..

Continue Lendo

Geral

CTG Tertúlia do Paraná comemora hoje o Dia do Gaúcho

Centros de Tradição Gaúcha de várias regiões do Paraná estão realizando hoje atividades especial para comemorar o “Dia do Gaúcho”.

A Revolução Farroupilha, também conhecida como o “Dia do Gaúcho”, é celebrado anualmente no dia 20 de setembro.

O Dia do Gaúcho consiste numa homenagem a um dos episódios históricos mais importantes para a comunidade gaúcha: a Revolução Farroupilha ou Guerra dos Farrapos, que teve início em 20 de setembro de 1835 e terminou em 1º de maio de 1845, período que passou a história deste estado como o “Decênio Heroico”.

A Revolução Farroupilha foi uma revolta regional contra o Governo Imperial do Brasil na qual os revoltosos queriam separar-se do Império do Brasil.

Durou aproximadamente 10 anos e recebeu este nome por conta dos farrapos que seus participantes vestiam.

A revolução chegou ao fim após ser feito um acordo de paz entre as partes envolvidas.

O Dia do Gaúcho está incluído dentro da Semana da Farroupilha, uma celebração da cultura e das tradições gaúchas, que ocorre anualmente entre 14 e 20 de setembro, no estado brasileiro do Rio Grande do Sul.

Tradicionalmente, durante o Dia do Gaúcho são organizadas festas nos Centros de Tradição Gaúcha que ressaltam os costumes típicos deste povo, como a culinária, vestimentas, danças e apresentações musicais.

Sobre as atividades desenvolvidas pelo CTG Tertúlia do Paraná, em Marechal Cândido Rondon, o patrão Ricardo Luft, destaca…

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.