Conectado com

Geral

Diretoria de Itaipu comemora conquista de nova marca histórica

Binacional ultrapassou no sábado a marca dos 50 milhões de megawatts-hora de energia produzida.

 

Depois de bater em julho os recordes de produtividade e eficiência mensal, nos seus 35 anos de operação, a usina de Itaipu ultrapassou no sábado, 17, a marca dos 50 milhões de megawatts-hora.

Nenhuma outra fonte de energia no Brasil, dentre as mais de três mil plantas existentes, segundo o site da Agência Nacional de Eletricidade -Aneel, atingirá esse volume no ano.

Os 50 milhões de MWh são bastante significativos, já que o cenário hídrico nacional não está nada favorável para a produção de energia.

O inverno costuma ser um período seco nas regiões Sul e Sudeste do Brasil e as chuvas ocasionais, que sempre ocorrem junto com as frentes frias, têm sido fracas.

Com isso, o armazenamento de água para geração de energia também está abaixo da média, o que levou a Aneel a acionar a bandeira vermelha em agosto.

Não há risco de faltar energia elétrica no Brasil, porque a produção das termoelétricas e das eólicas, na região Nordeste, tem compensado a redução da geração das hidrelétricas.

Não fosse a boa produção de Itaipu, a situação poderia ser ainda pior.

Quanto mais a hidrelétrica produz, mais ela contribui para baixar a conta de luz do consumidor.

Por obrigação contratual, a usina precisa entregar para a Eletrobras e a estatal paraguaia Ande 75 milhões de MWh por ano, mas, desde a década de 1990, a binacional tem estregue muito mais que isso.

Em 2006, produziu 103 milhões de MWh – maior produção anual registrada no mundo por uma usina.

O diretor-geral brasileiro, general Joaquim Silva e Luna, diz que Itaipu só tem conseguido obter bons números na operação em um ano atípico especialmente pela excelência dos equipamentos e o compromisso e capacidade técnica dos empregados brasileiros e paraguaios, que não medem esforços para melhorar os índices da usina, considerando todos os aspectos da geração.

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Três dias após anúncio da Lei Seca, Paraná volta atrás e permite venda e consumo de bebidas alcoólicas nas eleições

GettyImages

O Paraná revogou nesta sexta-feira (30) a resolução que proíbe a venda e o consumo de bebidas alcoólicas das 8h às 18h no domingo (2), dia do primeiro turno das eleições gerais no Brasil. O documento que tinha formalizado a Lei Seca no estado foi anunciado na última terça (27).

A decisão, assinada pelo secretário de segurança pública Wagner Mesquita, foi divulgada pela Polícia Militar do Paraná (PM-PR) nesta sexta-feira (30). Até a publicação desta reportagem, a Secretaria de Segurança Pública do Paraná (SESP-PR) não tinha detalhado o motivo da revogação.

O anúncio da resolução proibindo a venda e consumo de bebidas alcoólicas durante as eleições foi feito no Paraná em coletiva realizada pela SESP e Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PR). Na ocasião, o secretário disse que a medida era “para manter a ordem e o bom andamento dos trabalhos no dia da eleição”.

“É uma medida que poderia até ser prolongada mas está sendo tomada de forma muito comedida. […] Medida de bom senso, dentro de um limite de bom senso”, ressaltou o secretário na coletiva do dia 27.

A adoção da Lei Seca é facultativa e definida com autonomia por cada unidade da federação.

 

Fonte: G1

Continue Lendo

Geral

Mais de 15 mil pessoas conquistaram um emprego no Paraná em agosto

Foto: Assessoria

O levantamento do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – Caged –  divulgado ontem pelo Ministério do Trabalho e Previdência, mostra que  mais de 15 mil pessoas conquistaram um emprego com carteira assinada no Paraná em agosto.

Foi o melhor resultado entre os estados da Região do Sul, cerca de 48% superior a Santa Catarina   e 56%  maior do que o Rio Grande do Sul  e o sexto maior saldo do País no período.

No total, apontou a pesquisa, foram 155.939 admissões ante 140.821 desligamentos em agosto no Estado, com saldo de 15.118 vagas criadas.

Já o Brasil apresentou 278.639 contratações no oitavo mês do ano, resultado puxado pelos desempenhos de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais , unidades mais populosas da Federação.

Com resultado positivo em todos os meses de 2022, o Paraná se consolida como o quarto maior gerador de emprego formal do País ao longo do ano, com 123.180 postos.

Apenas São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro  aparecem à frente.

O levantamento do Caged mostra também que o setor de serviços foi quem mais gerou emprego no Paraná em agosto.

Foram 8.022 admissões de saldo, com destaque para a informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, administração pública, defesa, seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais.

Na sequência aparecem o comércio, indústria  e construção.

Dos 399 municípios paranaenses, 268 fecharam agosto com saldo positivo na abertura de vagas, o que corresponde a 62% do total.

Em 17 deles, o número de contratações e de demissões foi o mesmo, com um saldo igual a 0.

Os municípios com o maior saldo de contratações no período foram Londrina  , São Mateus do Sul , Ponta Grossa , Curitiba e São José dos Pinhais.

Em Marechal Cândido Rondon os números também são positivos confirme destaca Sergio Marucci, da Agencia do Trabalhador, o SINE….

 

Continue Lendo

Geral

Advogado Rui Basso estará em A Personalidade da Semana

Amanhã no quadro a Personalidade da Semana, com reprise no domingo, entrevista será com o advogado rondonense Rui Santo Basso, decano dos advogados de Marechal Cândido Rondon.

Ele começou atuar com escritório de advocacia na cidade, em 1971.

Na pauta da entrevista, os primeiros advogados que atuaram em Marechal Cândido Rondon, a criação da subseção da OAB, a sua atuação como assessor jurídico do Sindicato Rural Patronal, a assessoria jurídica prestada por ele e seu colega Jairo Zanchet à Copagril em seus anos iniciais, o incêndio do fórum em 31 de janeiro de 1987, entre outros assuntos….

A entrevista completa com o advogado rondonense Rui Basso será levada ao ar neste sábado, a partir das 11h00, com reprise no Jornal de Domingo.

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.