Conectado com

Trânsito

Duas pessoas ficam feridas em atropelamento na Vila Gaúcha

Reportagem com Maiko Bucker

 

Geral

Período de safra faz com que condutores de rodovias da região tenham mais cautela

A Policia Rodoviária Estadual tem tido uma atenção especial nesse período do ano, por conta do grande movimento de veículos pesados e maquinários agrícolas em função do período de safra.

No posto de Marechal Cândido Rondon, os patrulheiros rodoviários estaduais estão acompanhando e orientando os usuários a respeito dos cuidados que devem ser redobrados, uma vez que esses veículos trafegam em baixa velocidade.

O comandante do posto rondonense, sargento De Souza, disse que a polícia rodoviária estadual está monitorando as rodovias e fiscalizando com o objetivo de coibir excessos.

Ouça entrevista……

 

Continue Lendo

Geral

Depois de décadas, concluído asfalto na rodovia Margarida/Pato Bragado

Assessoria

Nesta quarta-feira (19), a empresa responsável pelas obras de pavimentação asfáltica sobre pedras irregulares na rodovia que liga o distrito rondonense de Margarida ao município de Pato Bragado, realizou os metros finais de asfaltamento do trecho.

Na sequência os trabalhos estarão focados na pintura da sinalização viária.

A obra foi feita em três etapas.

Em um primeiro momento, foram executados 3,7 quilômetros: o investimento foi de R$ 1.320.000,00, sendo R$ 1.080.000,00 de recursos oriundos de um convênio com a SEIL (Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística), mais a contrapartida do município de R$ 240.000,00.

Há um mês, cerca de 600 metros foram pavimentados, e agora o trecho final foi concluído, perfazendo um total de 5,320 quilômetros.

Com isso, o investimento total na obra, incluindo recursos municipais e estaduais, se aproxima de R$ 2 milhões.

“É uma satisfação muito grande poder anunciar que está concluída a pavimentação asfáltica sobre pedras irregulares na rodovia que liga Margarida a Pato Bragado. Um asfalto de qualidade, com uma boa base, que deverá ter uma longa durabilidade”, destacou o prefeito Marcio Rauber.

A imagem pode conter: céu, nuvem e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: nuvem, céu e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: céu, nuvem e atividades ao ar livre

A imagem pode conter: nuvem, céu, atividades ao ar livre e natureza

Fotos: Assessoria

Continue Lendo

Geral

Documento do carro não vai mais ser impresso a partir deste ano

Reprodução Globo

A partir deste ano, o documento do carro não vai mais ser impresso em papel. Nove estados já estão emitindo a versão digital.

A maioria dos motoristas já escutou essa frase: “Boa tarde, senhor, documentação pessoal e do veículo.”

É obrigatório apresentar à autoridade de trânsito a carteira de motorista e também o documento de cor verde, o CRLV, que é o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo. Mas esse documento de papel, está com os dias contados.

Os Detrans de todo o país têm até junho para implantar a novidade. Nove estados já começaram a emitir a versão digital.

“Anteriormente, nós tínhamos uma demanda muito grande por documentos que não chegavam na residência. Existe alguns casos que demorava até três meses”, diz o presidente do Detran de Goiás Marcos Roberta Silva.

Para usar a novidade, o motorista precisa baixar o aplicativo, que é de graça, e, assim que pagar o IPVA, o documento eletrônico já aparece na tela do aparelho.

“Eu acho muito prático. Acho que vai valer a pena porque essa questão da gente está carregando esses documentos”, diz Lilian Rates Frota, designer de interiores.

É simples também para o policial. “Documento do veículo, por favor.” O policial aproxima o leitor do QR Code – o quadradinho onde estão todas as informações do carro e do motorista. A checagem é bem mais rápida, menos de três segundos.

“Agiliza porque imediatamente ele traz informação do veículo ali, já fala qual é o veículo, número de chassi, modelo, ano”, explica o capitão da PM/GO Marcos Paulo Hosokawa.

E tem mais vantagens. Antes, quem perdia o documento de papel, tinha que procurar o Detran e pagar pela segunda via. O custo varia de estado para estado. Em Goiás, a despesa era de R$ 48. Mas sabe aquela história que a bateria do celular termina sempre quando a gente mais precisa? O Sindicato dos Despachantes dá uma dica para ninguém ficar na mão. ‘É interessante que se imprima, faça impressão e carregue junto com o veículo”, diz Idelton Gomes Júnior, presidente do Sindicato dos Despachantes/GO.

Nesse caso, o motorista tem que imprimir o documento por conta própria. Os Detrans não vão mais fazer esse serviço. Só no estado de Goiás, por exemplo, a economia com impressão e envio do documento pelos Correios será de R$ 6 milhões por ano. O ministério da Infraestrutura ainda não fez a estimativa de quanto os outros Detrans vão economizar.

Fonte: Globo

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.