Conectado com

Geral

Estado alerta sobre os riscos de aumento dos casos de leptospirose

A Secretaria de Estado da Saúde alerta a população para o risco de aumento de casos de leptospirose em áreas litorâneas, urbanas e rurais devido ao período de chuvas.

 Nos últimos 4 anos foram registrados 1.866 casos 

A doença é causada pela bactéria leptospira, presente na urina principalmente de ratos, que com as chuvas se mistura à água de valetas, lama, lagoas, cavas e até mesmo nos locais com formação de enchentes.

Uma média dos últimos cinco anos aponta que 49% dos casos confirmados da doença ocorreram no primeiro trimestre, quando há maior ocorrência das chuvas.

De 2015 a 2019 foram confirmados 1.866 casos de leptospirose no Paraná.

A infecção humana resulta da exposição direta ou indireta à urina de animais infectados – roedores, caninos, suínos, bovinos, equinos, ovinos, caprinos e, eventualmente, mamíferos silvestres.

A penetração da bactéria ocorre através da pele com pequenos ferimentos ou lesões, da pele íntegra imersa por longos períodos em água contaminada ou através das mucosas.

A leptospirose pode ser adquirida tanto em áreas urbanas como nas áreas rurais, principalmente nas atividades relacionadas ao manejo e alimentação de animais de produção e na limpeza dos locais com maquinários e armazenamento de grãos/ração/silagem.

Após a infecção, o período de incubação da doença é, em média, de sete a 14 dias após o contato com a água contaminada.

A leptospirose só poderá ser confirmada com exames laboratoriais feitos pelo Laboratório Central do Estado uma semana após o início dos sintomas.

Embora 90% dos casos tenham evolução benigna, a doença pode levar à morte se não for tratada de modo correto e precocemente.

Os primeiros sintomas da leptospirose são febre alta, mal-estar, dores de cabeça constantes e intensas, dores pelo corpo, principalmente na panturrilha, cansaço e calafrios.

Dores abdominais, náuseas, vômitos, diarreia e desidratação também são frequentes.

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Londrina recebe atletas para o ParaJaps

Acontecerá no próximo final de semana com inicio no dia 29 de Maio e segue até o dia 02 de Junho de 2024 em Londrina, o Jogos Parajaps – que é uma espécie de jogos abertos para pessoas com alguma tipo de deficiência. Conversamos com duas atletas e com sua treinadora que irão participar do ParaJaps representando Marechal Cândido Rondon. A Marla e a Irena, irão disputar a modalidade de arremesso de peso.

Em um bate papo com Adriana Franzmann que é a treinadora e as duas atletas rondonenses, elas falam da expectativa e ansiedade para as disputas.

 

 

Continue Lendo

Geral

Entrevista exclusiva com o COJEM

Acompanhe a entrevista completa onde as representantes do COJEM, Jaqueline Galvão, Presidente e Beatriz Strensk, Vice-presidente e Executiva, explicam um pouco sobre o que é o Conselho do Jovem Empreendedor de Marechal Cândido Rondon, quais suas metas, seus projetos, motivações e muito mais.

 

Continue Lendo

Geral

Pela primeira vez na história AMOP é presidida por uma mulher. A prefeita de Itaipulândia, Cleide Prates

Nesta sexta-feira (24) a prefeita de Itaipulândia, Cleide Prates, visitou os estúdios da Radio Difusora do Paraná, acompanhada do deputado estadual e líder do governo na Assembléia Legislativa, Hussein Bakri.

Cleide tem feito história sendo a primeira mulher a administrar Itaipulândia.

Outra conquista importantíssima é o fato de que pela primeira vez na história, uma mulher assume a presidência da Associação dos Municípios do Oeste do Paraná (AMOP).

Ela é vice-presidente na diretoria que tem como presidente o prefeito rondonense Marcio Rauber, que está em férias – fora do país.

Sendo assim, Cleide Prates assumiu interinamente a presidência da AMOP.

Ouça a entrevista da prefeita e presidência da AMOP, Cleide Prates, com o jornalista Maiko Bücker.

 

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.