Conectado com

Geral

Estado alerta sobre os riscos de aumento dos casos de leptospirose

A Secretaria de Estado da Saúde alerta a população para o risco de aumento de casos de leptospirose em áreas litorâneas, urbanas e rurais devido ao período de chuvas.

 Nos últimos 4 anos foram registrados 1.866 casos 

A doença é causada pela bactéria leptospira, presente na urina principalmente de ratos, que com as chuvas se mistura à água de valetas, lama, lagoas, cavas e até mesmo nos locais com formação de enchentes.

Uma média dos últimos cinco anos aponta que 49% dos casos confirmados da doença ocorreram no primeiro trimestre, quando há maior ocorrência das chuvas.

De 2015 a 2019 foram confirmados 1.866 casos de leptospirose no Paraná.

A infecção humana resulta da exposição direta ou indireta à urina de animais infectados – roedores, caninos, suínos, bovinos, equinos, ovinos, caprinos e, eventualmente, mamíferos silvestres.

A penetração da bactéria ocorre através da pele com pequenos ferimentos ou lesões, da pele íntegra imersa por longos períodos em água contaminada ou através das mucosas.

A leptospirose pode ser adquirida tanto em áreas urbanas como nas áreas rurais, principalmente nas atividades relacionadas ao manejo e alimentação de animais de produção e na limpeza dos locais com maquinários e armazenamento de grãos/ração/silagem.

Após a infecção, o período de incubação da doença é, em média, de sete a 14 dias após o contato com a água contaminada.

A leptospirose só poderá ser confirmada com exames laboratoriais feitos pelo Laboratório Central do Estado uma semana após o início dos sintomas.

Embora 90% dos casos tenham evolução benigna, a doença pode levar à morte se não for tratada de modo correto e precocemente.

Os primeiros sintomas da leptospirose são febre alta, mal-estar, dores de cabeça constantes e intensas, dores pelo corpo, principalmente na panturrilha, cansaço e calafrios.

Dores abdominais, náuseas, vômitos, diarreia e desidratação também são frequentes.

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Placa Mercosul será obrigatória em todo Brasil a partir de fevereiro.

O Denatran – Departamento Nacional de Trânsito – informou que seguirá a resolução nº 780 e a placa padrão Mercosul se tornará obrigatória em todos os estados brasileiros a partir de 31 de janeiro.

De acordo com o órgão, “a data prevista na resolução nº. 780 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), de 26 de junho de 2019, neste caso, dia 31 de janeiro de 2020, está mantida.

Não há expectativa de prorrogação de prazo”.

Até o momento, apenas dez estados aderiram à implementação da nova PIV (Placa de Identificação Veicular): Paraná, Amazonas; Bahia, Espírito Santo; Paraíba; Piauí; Rio de Janeiro; Rio Grande do Norte (RN); Rondônia; Rio Grande do Sul.

 

Continue Lendo

Esportes

Atividades do Mais Verão iniciam no final de semana em Santa Helena

Divulgação

O Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu, Itaipu Binacional, secretários de Esporte e coordenadores municipais finalizaram os detalhes para o início do Mais Verão.

O projeto é uma parceria do Conselho dos Lindeiros com Itaipu Binacional e administrações municipais, com o intuito de estimular e fomentar o movimento nas praias e espaços públicos dos municípios que margeiam o Lago de Itaipu.

A abertura das atividades ocorrerá dias 25 e 26 de janeiro em Santa Helena. No final de semana dos dias 01 e 02 de fevereiro o Mais Verão ocorrerá em três municípios: Foz do Iguaçu, Missal e Entre Rios do Oeste.

Dias 08 e 09 de fevereiro o evento acontece em São José das Palmeiras e em Mercedes. Nos dias 15 e 16 de fevereiro outros três municípios sediam o evento: São Miguel do Iguaçu, Itaipulândia e Pato Bragado.

No final de semana de carnaval, 22 e 23 de fevereiro o Mais Verão ocorrerá em dois municípios, Mundo Novo – Mato Grosso do Sul, e Marechal Cândido Rondon. Os eventos serão encerrados no final de semana dos dias 29 de fevereiro e 01 de março em Guaíra, Santa Terezinha de Itaipu e Diamante do Oeste.

A diretora técnica do Conselho dos Lindeiros, Sandra Finkler, destaca a entrega dos materiais e o início das atividades do Mais Verão…

 

Continue Lendo

Geral

Prefeitura de Nova Sta Rosa realiza varredura para eliminar os focos do mosquito da dengue

Ilustrativa

A Secretaria de Saúde da Prefeitura de Nova Santa Rosa, confirma que de hoje ate sexta-feira, realizará varredura para eliminar os focos do mosquito Aedes Aegypti.

A varredura será em todas as ruas da cidade, localizando e eliminando os focos do mosquito da dengue.

Os responsáveis lembram que é importante que a comunidade permita a entrada dos agentes de endemias para que o trabalho seja realizado com sucesso.

O objetivo da ação é prevenir e eliminar os focos de mosquito encontrados em Nova Santa Rosa.

A medida é preventiva, a fim de evitar possíveis epidemias como as que ocorreram no município em outros anos e as que ocorrem atualmente nos municípios vizinhos.

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.