Conectado com

Policial

Exame grafotécnico confirma autoria de bárbaro crime em Cascavelense

Foto: Catve

O exame grafotécnico do Instituto de Criminalística do Paraná concluiu que o conteúdo manuscrito através de uma carta localizada em um caderno na quitinete onde mãe e filha foram localizadas mortas, na data de 11 de setembro, em Cascavel, pertence ao acusado do crime, um jovem de 25 anos.

O rapaz é apontado como o autor do duplo homicídio que vitimou Silvia Caroline França, de 25 anos, e a filha, Ana Lis França, de 09 meses.

Conforme o laudo do exame grafotécnico, a perícia foi requisitada por finalidade de comprovar a autoria da carta e, após as análises dos padrões gráficos colhidos e encaminhados, o perito verificou as convergências gráficas que atribuem a autoria dos manuscritos ao acusado, conforme os padrões cedidos disponibilizados pelas autoridades policiais.

“As semelhanças observadas entre os espécimes comparados afetam principalmente as características de ordem grafocinética, definitivas na identificação do punho escrito, quando observados os movimentos mais detalhados na execução dos caracteres”, diz um trecho do laudo.

Em outro trecho do documento, consta que as “qualidades gerais do grafismo, tais como andamento gráfico, alinhamento da escrita, calibre e relações de proporcionalidade entre os caracteres” comprovaram que as características são equivalentes.

Silvia foi encontrada caída no banheiro da quitinete, aos fundos de um restaurante: ela tinha vários cortes perfurantes no corpo.

O vaso sanitário estava quebrado e com marcas de sangue, além de uma faca de cortar carne também ter sido encontrada ao lado do corpo da vítima.

A bebê, que não era filha do acusado do crime, estava morta no quarto dentro do berço.

Como laudos do IML não encontraram marcas de ferimentos na menina, tudo que foi coletado seria encaminhado para análise em Curitiba para confirmação das causas da morte da criança.

No dia 30 de setembro, o Ministério Público do Paraná ofereceu denúncia contra o acusado do duplo homicídio.

Segundos os autos, o crime aconteceu dentro do banheiro, dificultado a defesa da vítima, além de ser praticado por motivo fútil, decorrente de uma discussão banal e foi praticado por meio cruel utilizando-se de um vaso sanitário contra Silvia e envenenamento por medicamentos da Ana Lis.

Continue Lendo
Publicidade

Policial

Policia Rodoviária Estadual divulga dados da Operação Padroeira na região de Marechal Cândido Rondon

A Operação Padroeira 2019 foi tranquila na área de ação do Posto Rodoviário Estadual de Marechal Cândido Rondon.

Apenas um acidente foi registrado no período da operação, conforme detalha o comandante do posto, sargento De Souza..

 

Continue Lendo

Geral

Afogamentos também são registrados em São Miguel, Medianeira e Altônia

Além dos rapazes que desapareceram no Lago de Itaipu em Entre Rios do Oeste, outras pessoas morreram por afogamento nos municípios de São Miguel do Iguaçu, Medianeira e Altônia.

Uma das vítimas tinha 15 anos e continua desaparecida 

Uma das vítimas foi Matheus Daniel Farina Schlikmann, 19 anos, que morreu em um açude na localidade de Santa Rita, no município de São Miguel do Iguaçu.

Militares do Corpo de Bombeiros foram acionados, mas quando o jovem foi encontrado ele já estava sem vida.

Outro caso de afogamento neste domingo na região Oeste do Estado aconteceu em um rio, na Linha Ouro Verde, no município de Medianeira.

Um homem, que não teve a identidade revelada, estava se banhando em um Recanto quando desapareceu na água.

Um bombeiro civil que se encontrava no local conseguiu resgatar a vítima, mas esta acabou falecendo no interior de uma ambulância do SAMU, a caminho do Hospital de Medianeira.

Por outro lado, o Corpo de Bombeiros de Altônia retomou as buscas na manhã desta segunda-feira pela adolescente de 15 anos que caiu no Rio Paraná, no fim da tarde do dia 11, na região de Altônia, no Noroeste do Estado.

Os bombeiros fazem buscas no perímetro onde aconteceu o acidente.

A jovem estava em uma moto aquática como passageira, momento em que sofreu a queda sem estar com colete salva-vidas.

O condutor até tentou retirar a adolescente da água, mas devido à forte correnteza ele não conseguiu.

A área onde o acidente aconteceu tem 500 metros de extensão de margem a margem. A profundidade é grande no ponto e devido a correnteza, ela pode ter sido arrastada, ou ter ficado presa em galhos de árvores.

As buscas seguem até que tenha visibilidade na água, mergulhadores procuram nos pontos possíveis, e os demais bombeiros seguem por toda margem com barco.

Continue Lendo

Policial

Jovem de 26 anos é encontrada morta em plantação de mandioca em Terra Roxa

Correio do Ar

Na tarde deste domingo, a Polícia Militar de Terra Roxa foi acionada para atender uma ocorrência de achado de cadáver, em meio a uma plantação de mandioca.

Populares teriam encontrado o corpo que já estava em adiantado estado de decomposição atrás do ginásio de esportes.

A vítima foi identificada como sendo Yusleis Gracia Rojas, de 26 anos de idade.

O Instituto Médico Legal de Toledo recolheu o corpo para exames de praxe, enquanto que a Polícia Civil de Terra Roxa iniciou as investigações.

Tudo indica se tratar de um caso de homicídio, mas até o momento a motivação e autoria do crime são desconhecidas.

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.