Conectado com

Policial

Exame grafotécnico confirma autoria de bárbaro crime em Cascavelense

Foto: Catve

O exame grafotécnico do Instituto de Criminalística do Paraná concluiu que o conteúdo manuscrito através de uma carta localizada em um caderno na quitinete onde mãe e filha foram localizadas mortas, na data de 11 de setembro, em Cascavel, pertence ao acusado do crime, um jovem de 25 anos.

O rapaz é apontado como o autor do duplo homicídio que vitimou Silvia Caroline França, de 25 anos, e a filha, Ana Lis França, de 09 meses.

Conforme o laudo do exame grafotécnico, a perícia foi requisitada por finalidade de comprovar a autoria da carta e, após as análises dos padrões gráficos colhidos e encaminhados, o perito verificou as convergências gráficas que atribuem a autoria dos manuscritos ao acusado, conforme os padrões cedidos disponibilizados pelas autoridades policiais.

“As semelhanças observadas entre os espécimes comparados afetam principalmente as características de ordem grafocinética, definitivas na identificação do punho escrito, quando observados os movimentos mais detalhados na execução dos caracteres”, diz um trecho do laudo.

Em outro trecho do documento, consta que as “qualidades gerais do grafismo, tais como andamento gráfico, alinhamento da escrita, calibre e relações de proporcionalidade entre os caracteres” comprovaram que as características são equivalentes.

Silvia foi encontrada caída no banheiro da quitinete, aos fundos de um restaurante: ela tinha vários cortes perfurantes no corpo.

O vaso sanitário estava quebrado e com marcas de sangue, além de uma faca de cortar carne também ter sido encontrada ao lado do corpo da vítima.

A bebê, que não era filha do acusado do crime, estava morta no quarto dentro do berço.

Como laudos do IML não encontraram marcas de ferimentos na menina, tudo que foi coletado seria encaminhado para análise em Curitiba para confirmação das causas da morte da criança.

No dia 30 de setembro, o Ministério Público do Paraná ofereceu denúncia contra o acusado do duplo homicídio.

Segundos os autos, o crime aconteceu dentro do banheiro, dificultado a defesa da vítima, além de ser praticado por motivo fútil, decorrente de uma discussão banal e foi praticado por meio cruel utilizando-se de um vaso sanitário contra Silvia e envenenamento por medicamentos da Ana Lis.

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Maus tratos de animais em Marechal Rondon: ONG recolhe coelhos, aves e cachorros

Maus tratos de animais

Maus tratos de animais em Marechal Rondon: ONG recolhe coelhos, aves e cachorros.Link:

Publicado por Rádio Difusora – 95.1 FM – 970 AM em Quarta-feira, 26 de fevereiro de 2020

 

Continue Lendo

Geral

Estado prepara edital para aumentar efetivos da PM, Civil e Bombeiros

Publicação deve ocorrer na próxima terça-feira

Na próxima terça-feira, dia 3 de março, serão divulgados os editais para o concurso das Polícias Civil, Militar e também do Corpo de Bombeiros do estado do Paraná, ofertando ao todo mais de três mil oportunidades.

A data foi definida em conjunto com o secretário de Segurança Pública do Estado, Coronel Romulo Marinho Soares, e outros diretores da Polícia Civil.

O concurso da PM paranaense irá disponibilizar 2.400 vagas para soldado e a exigência é ter o ensino médio completo.

O salário de cargo de soldado de 2ª classe da PM possui vencimento básico de 1.895,72 e de soldado de 1ª classe , 4.180,07.

Já a seleção para entrar na Polícia Civil é para vagas de delegado, papiloscopista e investigador de polícia.

Investigador exige formação em qualquer curso de graduação de nível superior e Carteira Nacional de Habilitação categoria B ou superior.

O salário é de 5.478,49.

O cargo de papiloscopista também exige nível superior e a remuneração inicial do cargo é de 5.752,41, após aprovação no concurso público.

A função de delegado exige formação em Direito e a remuneração inicial passa dos 13 mil mensais, mais benefícios e gratificações.

Para o concurso dos Bombeiros, oportunidade para ingressar como soldado com remuneração inicial em 4.180,07, após o curso de formação.

Continue Lendo

Policial

Posto rondonense da PRE não registra nenhum acidente durante recesso de carnaval

A Polícia Rodoviária Estadual divulgou nesta quarta-feira (26) o levantamento da Operação Carnaval na região Oeste que apresenta números positivos no comparativo com o ano passado.

Em 2020 houve 36% de redução no número de acidentes nas rodovias estaduais da região Oeste do Paraná.

Foram registrados sete acidentes com 11 feridos e uma morte.

O número de mortos também reduziu em 50%, já que em 2019 duas pessoas morreram no feriado prolongado de Carnaval.

Ao logo dos cinco dias de fiscalização; 718 automóveis foram inspecionados pelas equipes, 347 foram autuados, 515 condutores foram submetidos ao teste do bafômetro e dois deles presos por embriaguez ao volante.

A fiscalização foi desenvolvida em 1650 quilômetros de extensão de rodovias de 62 municípios da região Oeste e Sudoeste.

Na área de atuação do posto de Marechal Cândido Rondon, a Policia Rodoviária Estadual não registrou nenhum acidente, conforme destaca o comandante local, sargento De Souza.

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.