Conectado com

Agricultura

Família Pedde cancela 11º edição da tradicional Festa do Milho

Foto: O Presente

Há 10 anos, como forma de saudar a produção agropecuária, agradecer a Deus pelas conquistas e enaltecer a amizade, a Família de Eno e Iva Pedde realiza a tradicional Festa do Milho, em Mal. Cândido Rondon.

Cada edição reúne agricultores, empresários ligados ao setor produtivo, representantes de empresas parcerias e amigos de outros segmentos, para confraternizar, trocar ideias e projetar sempre melhor a atividade agropecuária no município e região.

Entretanto, segundo o agropecuarista Eno Pedde, em razão do momento de alerta ao coronavírus e a dengue, aliada a estiagem que compromete boa parte das lavouras de milho da safrinha, o melhor caminho é cancelar a 11ª edição do evento, marcada para este mês.

Segundo ele, não há dúvidas que, antes de se comemorar boas safras e até mesmo recordes de produção agrícola, é necessário seguir algumas recomendações que visam garantir saúde à população e, assim, nos prepararmos para dias melhores.

 

Agricultura

Dificuldade de escoamento da Argentina aumenta a demanda por grãos do Brasil

Divulgação

A demanda por grãos do Brasil cresceu recentemente, uma vez que uma seca histórica que reduz o nível do rio Paraná afeta o escoamento de safras da Argentina e do Paraguai, levando alguns compradores a trocar as origens das aquisições, disse um comerciante brasileiro.

O Brasil é o segundo exportador global de milho, atrás dos Estados Unidos, enquanto a Argentina costuma figurar em terceiro, sendo também o maior exportador de farelo e óleo de soja.

O movimento se explica em função dos maiores custos e riscos para carregar grãos na Argentina, uma vez que as embarcações não têm sido completadas em toda a capacidade devido à possibilidade de encalharem no rio, segundo relatos de operações no mercado argentino.

Ontem por exemplo, um navio com farelo de soja da chinesa Cofco que carregava mais de 40 mil toneladas encalhou e bloqueou o tráfego na área do porto de Timbués.

Compradores no exterior estão buscando cargas adicionais no Brasil para carregar todo o navio, que antes previam carregar na Argentina, ou mesmo para realizar uma operação conhecida como “top-off”, por meio da qual o comprador pode completar uma carga de um navio que saiu de outro porto com capacidade em seus porões.

Segundo relatos na Argentina, embarcações do tipo Panamax, que poderiam zarpar com cerca de 55 mil toneladas, estão saindo dos terminais argentinos de Rosario com 10 mil toneladas a menos.

Continue Lendo

Agricultura

Frente da agropecuária discute demandas para o plano safra 2020/2021

Divulgação

A Frente Parlamentar da Agropecuária do Congresso Nacional debateu ontem, no sistema não presencial, as principais demandas do setor para serem incluídas no Plano Safra 2020/2021.

Como acontecem nas terças-feiras, a Frente Parlamentar da Agropecuária reuniu seus membros para discutir as ações mais necessárias para melhor o desempenho do agronegócio brasileiro.

Dentre os assuntos de ontem foram debatidas questões relativas ao processo de regularização fundiária e, sobretudo, em relação ao momento de dificuldades enfrentadas pela bovinocultura leiteira.

Ela vive uma de suas piores crises, com preços muito aquém das necessidades dos produtores, e muitos já estão vendendo suas matrizes e abandonando definitivamente a atividade.

Os deputados discutiram ações que devem ser implementadas para evitar a falência do setor do leite, contudo os estudos ainda estão em andamento para que os encaminhamentos venham a ser feitos.

Também houve debate sobre o Funrural das cooperativas e integrados, porém o assunto de maior relevância da reunião desta terça-feira abrangeu as demandas do Plano Safra 2020/2021.

Na condição de vice-presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária, o deputado federal Sérgio Souza destaca as demandas principais da classe..

 

Continue Lendo

Agricultura

Sistema FAEP/SENAR mantém suspensão dos seus cursos presenciais

Divulgação

O Sistema FAEP/SENAR-PR irá manter a suspensão dos seus cursos presenciais por prazo indeterminado.

A decisão da diretoria da entidade está alinhada com as orientações dos órgãos de saúde, como o a Organização Mundial de Saúde e o Ministério da Saúde, e também decretos federal, estadual e, até mesmo, alguns municipais.

“Essa medida é fundamental para garantir a segurança e saúde dos nossos produtores rurais, trabalhadores rurais, instrutores e colaboradores da entidade. Precisamos aguardar total segurança para retomar os cursos presenciais”, ressalta Ágide Meneguette, presidente do Sistema FAEP/SENAR-PR.

Apesar da suspensão dos cursos presenciais por tempo indeterminado, o Sistema segue trabalhando em prol do agronegócio paranaense.

O SENAR-PR, por exemplo, desenvolveu uma série de estratégias para a realização de atividades e atendimentos de forma remota.

Diante da nova rotina por conta da pandemia do coronavírus, o SENAR-PR está utilizando a Educação a Distância para oferecer uma série de cursos.

O portal de cursos da entidade conta com títulos em diversas áreas, além da formação dos professores do Programa Agrinho.

São 32 títulos à disposição, totalmente gratuitos, que trabalham desde a gestão da propriedade rural, passando pela educação – com o aperfeiçoamento para docentes do Programa Agrinho -, até habilidades básicas para o nosso cotidiano, como português, matemática e uso de recursos digitais.

As aulas ocorrem em diferentes formatos, videoaulas, textos interativos, slides, imagens, e, ao término, o participante recebe o certificado do curso realizado.

Os cursos podem ser feitos por pessoas de qualquer região do Paraná, de acordo com os requisitos necessários e cada capacitação tem uma exigência quanto a idade e escolaridade do participante.

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.