Conectado com

Geral

Governo determina medidas de prevenção e controle da Covid-19 em frigoríficos

Objetivo é garantir a segurança e a saúde dos trabalhadores e o abastecimento alimentar da população.

Os Ministérios da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), da Economia (ME) e da Saúde (MS) definiram em portaria conjunta as medidas destinadas à prevenção, controle e mitigação dos riscos de transmissão da Covid-19 nas atividades desenvolvidas na indústria de abate e processamento de carnes e derivados destinados ao consumo humano e laticínios.

O objetivo da norma, que foi elaborada após conversas com o Ministério Público do Trabalho, é garantir a segurança e a saúde dos trabalhadores, o abastecimento alimentar da população, os empregos e a atividade econômica.

As orientações contidas na Portaria Conjunta Nº 19, já publicadas no Diário Oficial da União, são de observância obrigatória.

A fiscalização ficará a cargo do Ministério da Economia.

No mês passado, o governo já havia divulgado um manual com recomendações para frigoríficos em razão da pandemia, que será substituído pelas medidas previstas na portaria.

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, destaca que “essa portaria vai harmonizar mais as ações para que os frigoríficos possam, neste momento de pandemia, trabalhar com a segurança de seus funcionários e também para que possam continuar a produção, trabalhando de maneira normal e trazendo os alimentos para abastecer o Brasil e o mundo”.

Entre as orientações trazidas pela portaria está a necessidade de acompanhamento de sinais e sintomas de Covid-19 e afastamento imediato por 14 dias dos funcionários que tiverem casos confirmados, suspeitos ou contactantes de confirmados de Covid-19.

Os afastados do trabalho só poderão voltar às suas atividades antes de 14 dias de afastamento mediante exame laboratorial descartando o Covid e se estiverem sem sintomas por mais de 72 horas.

No interior das indústrias, o distanciamento entre os funcionários deverá ser de pelo menos 1 metro, conforme recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde. Se essa distância não puder ser implementada, os trabalhadores devem usar máscaras cirúrgicas além dos equipamentos de proteção individual (EPI), e serem instaladas divisórias impermeáveis entre esses funcionários ou fornecidas viseiras plásticas ou óculos de proteção, além de medidas administrativas como escalas de trabalho diferenciadas.

A organização deve promover o trabalho remoto quando possível e adotar medidas para evitar a aglomeração de trabalhadores na entrada e saída do estabelecimento.

As instalações devem dar preferência à ventilação natural e, se o ambiente for climatizado, deve ser evitada a recirculação do ar, com reforço na limpeza e desinfecção dos locais de trabalho.

Todos os trabalhadores devem ser orientados para a necessidade de higienização correta e frequente das mãos, evitando filas com distanciamento inferior a 1 metro, além de aglomerações.

Também deverão ser reforçados os cuidados nos refeitórios, nos vestiários e no transporte dos trabalhadores, quando fornecido pelas organizações.

Quando houver a paralisação das atividades em decorrência da Covid-19, devem ser feitas a higienização e desinfecção do local de trabalho, áreas comuns e veículos utilizados antes do retorno das atividades.

Também deve haver triagem dos trabalhadores por médico do trabalho, garantindo afastamento dos casos confirmados, suspeitos e contactantes com os confirmados de Covid-19.

Não deverá ser exigida a testagem laboratorial de todos os trabalhadores como condicionante para retomada das atividades.

Quando for adotada a testagem de trabalhadores, ela deve ser realizada de acordo com as recomendações do Ministério da Saúde em relação à indicação, metodologia e interpretação dos resultados.

As empresas devem continuar cumprindo todas as normas de segurança do trabalho já previstas e outras medidas de saúde, higiene e segurança previstas em acordo coletivo.

As medidas previstas na portaria poderão ser revistas ou atualizadas a qualquer momento, em razão dos avanços no conhecimento e controle da pandemia.

Apenas nos frigoríficos existem atualmente 3.299 estabelecimentos processadores de carnes e derivados registrados no Serviço de Inspeção Federal (SIF), dos quais, 445 comercializam proteína animal.

Nas linhas de inspeção dos frigoríficos trabalham 1.948 pessoas.

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Encerra-se hoje a campanha de vacinação contra a poliomielite

Foto: Venilton Küchler/AEN

Para que as crianças recebam o imunizante, é necessário que os responsáveis levem o cartão vacinal, cartão SUS ou CPF

 

A campanha de vacinação contra poliomielite continua até esta sexta-feira (14). A Secretaria de Saúde de Marechal Cândido Rondon expõe que a imunização contra paralisia infantil é destinada para crianças menores de 5 anos. Crianças menores de 1 ano devem atualizar a caderneta, enquanto crianças de 1 ano a 4 anos, 11 meses e 29 dias devem receber uma dose da vacina.

As doses dos imunizantes estão disponíveis até hoje nas salas de vacina da sede e do interior, com horário de atendimento das 7h30 às 11h15 e das 13h às 16h45. Os moradores dos distritos de Bom Jardim e São Roque devem procurar a sala de vacina mais próxima.

Para que as crianças recebam o imunizante, é necessário que os responsáveis levem o cartão vacinal, cartão SUS ou CPF.

Em nível municipal, a campanha conta com a parceria da Família Rotária, por meio dos quatro Rotary clubs, da ASR (Associação de Senhoras de Rotarianos), do Rotaract, Interact e Rotakids.

Continue Lendo

Geral

Inscrições para Concurso de Oratória nas Escolas da JCI terminam hoje

A JCI Marechal Candido Rondon encerra nesta sexta-feira as inscrições para a 17ª edição do Concurso Oratória nas Escolas, um evento que busca estimular o pensamento crítico, as habilidades de comunicação e oratória, a pesquisa e a criatividade entre estudantes do ensino fundamental e médio.

Este ano, o tema central do concurso é “O futuro da educação: como a Inteligência Artificial vai mudar a forma que aprendemos”.

O objetivo é envolver estudantes em uma discussão profunda sobre as transformações que a tecnologia pode trazer para o ambiente educacional.

O concurso é dividido em quatro categorias:

Desenho Apae: Para estudantes da APAE – Fase 1;

Desenho: Para alunos do 1º ano ao 5º ano do Ensino Fundamental;

Redação: 6º e 7º anos do Ensino Fundamental;

Oratória 1: Alunos dos 8º e 9º anos do Ensino Fundamental;

Oratória 2: Estudantes do Ensino Médio.

Conforme a coordenadora do Oratória nas Escolas 2024, Bruna Luisa Nunes, a grande novidade deste ano foi a abertura da programação para os municípios vizinhos…

 

Continue Lendo

Geral

Prazo para depositar galhos e entulhos no setor 3 termina hoje

Termina hoje, o prazo que os moradores do setor 3 tem para depositar galhos, entulhos e materiais inservíveis.

O alerta é da prefeitura de Marechal Cândido Rondon, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Sustentável.

O setor 3 compreende moradores dos bairros: Ana Paula, Vila Gaúcha, Amazônia, Araucária, Dona Amélia, Dorzbacher, Pooch, Fischer, Hardke, Sabiá, Jardim Paineiras, Raquel Malhas, Lamb, Laureth, Hedel, Liberdade, Lohmann, Baio, Marco Polo, Maioli, Monte Carlo, Arno Toebe, Neumeister, Bootke, Nienow, Reschke, Borboleta, dos Pássaros, Residencial Emmel, Priesnitz, Prass, Mass, Rodoviária, Vorpagel, Santa Bárbara, Portobello, Syperreck, Trento, Vale do Sol, Heimerdinger, Andorinha I e II e Porto Alegre.

Conforme Adriano Freitag, secretário municipal de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Sustentável, a recolha nesta região será realizada após o dia 14 de junho e todos os materiais inservíveis devem ser depositados em frente às residências.

Adriano explica que uma equipe da secretaria sempre está atuando nesse trabalho e é solicitado aos moradores do setor 3, para que todos sigam o cronograma, pois a intenção é, principalmente, eliminar possíveis criadouros do mosquito transmissor da dengue.

 

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.