Conectado com

Política

Governo inicia estudos para implantar pedágio em mais 1.600 km de rodovias

Pedágio: Paraná terá novos pedágios na PR-092 (Norte Pioneiro), PR-323 (Noroeste) e PR-280 (Sudoeste) e em trechos das Brs 163, 153 e 476 (Foto: AEN/Pr/divulgação)

Representantes do governo do Estado e da União assinaram hoje a ordem de serviço para iniciar os estudos para definir o modelo do novo programa de concessões de rodovias que cortam o Paraná. Ao todo serão licitados pelo governo federal 4,1 mil quilômetros de estradas estauais e federais até 2021, quando terminam os atuais contratos de concessão.

O novo programa de concessões incorpora ao conjunto de rodovias que formam os 2.500 quilômetros do Anel de Integração mais três estradas estaduais: PR-092 (Norte Pioneiro), PR-323 (Noroeste) e PR-280 (Sudoeste). O futuro leilão também deve abranger os trechos paranaenses das Brs 163, 153 e 476. Com isso, o Estado terá mais 1.600 quilômetros de rodovias pedagiadas, além das estradas onde já existe a cobrança.

Segundo o governo do Estado, a expectativa é que este estudo, que vai indicar a modelagem para o contrato de concessão, fique pronto num prazo de nove meses. A autorização para início dos estudos foi assinada pelo secretário da Infraestrutura e Logística do Paraná, Sandro Alex, e por representantes do Ministério da Infraestrutura e da empresa contratada para execução do serviço.

“Não queremos a repetição do modelo que não deu certo no Paraná. Por isso estamos junto com o governo federal e temos a certeza que vamos fazer o melhor e mais transparente modelo de concessões”, afirmou o secretário. “Nesta nova modelagem teremos mais obras e uma menor tarifa para o usuário, ponto que é a maior cobrança do governador Ratinho Júnior”, explicou. “Possivelmente será o maior lote de concessões do Brasil”, avaliou.

“O motorista paranaense pode esperar, principalmente, muito investimento e uma rodovia muito melhor, com uma tarifa menor”, disse Roger Silva Pegâs, diretor de Transporte Rodoviário da Secretaria Nacional de Transportes Terrestres. Segundo ele, a redução na tarifa decorrerá da retirada de uma série de disfunções que aconteceram nestes contratos antigos, de 1997.

“Hoje a gente trabalha com modelagem mais moderna, melhores análises e nossa expectativa é de tarifas com valores menores do que os praticados no Paraná, já que alguns deles são os maiores do país”, disse Pegâs. “Entendemos que o sistema vai funcionar de uma forma melhor, mais integrada, ligando por exemplo a região Oeste e Norte do Paraná, assim como com outros Estados, no caso Mato Grosso do Sul, Santa Catarina e São Paulo”, acrescentou.

Viabilidade – Arthur Lima, diretor-presidente da Empresa de Planejamento e Logística S.A (EPL), responsável por realizar estudos de viabilidade para a concessão à iniciativa privada, acredita que além da redução da tarifa do pedágio haverá também em queda do número de acidentes e mortes.

“O governo federal investiu R$ 60 milhões neste projeto e acredita fortemente que haverá redução de mortes e acidentes nas rodovias e uma tarifa menor, além de maior qualidade maior no nível de serviço da rodovia”, afirmou. “Trabalhamos com prazo de nove meses para concluir os estudos”, completou.

Para o diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR), Fernando Furiatti, após o processo de concessão o Estado será destaque na qualidade das rodovias. “A gente vem ao longo dos anos sendo atendido por um modelo antigo e caro. Esta nova modelagem trará inovação, com uma qualidade de rodovia muito superior ao restante do Brasil e com uma tarifa justa, o que hoje nós não temos no Paraná”, explicou Furiatti.

 

Fonte:  Bem Paraná com AEN
Continue Lendo
Publicidade

Política

Polícia registra esfaqueamento na avenida Írio Welp em Marechal Cândido Rondon

Reportagem com Maiko Bucker

Continue Lendo

Geral

Decisão do STJ reconduz Nilson Hachmann ao mandato de vereador em Marechal Rondon

Assessoria

Com retorno de Nilson, vereador Paleta volta a suplência

A Câmara de Vereadores de Marechal Cândido Rondon deve fazer a qualquer momento, o chamamento de Nilson Hachmann, para que seja reconduzido ao cargo de vereador.

A decisão de ofício foi dada na quarta-feira (07) pelo desembargador do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Reynaldo Soares da Fonseca.
Nilson estava afastado desde maio do ano passado (2019) durante uma operação do GAECO.

A defesa do vereador entrou com recursos no Poder Judiciário de Marechal Cândido Rondon e Curitiba, os quais foram negados.

Novo recurso foi ajuizado no STJ em Brasilia, tendo o parecer do desembargador Reynaldo Soares da Fonseca, sido favorável a defesa e por ordem de ofício, foram revogadas as medidas cautelares em vigor, entre elas o afastamento das funções de vereador do município.

A defesa do vereador Nilson informou que o despacho do STJ já estaria nas mãos do Poder Judiciário rondonense, que a qualquer momento deve oficiar a direção da Câmara de Vereadores, para que faça o chamamento e reconduza Hachmann ao cargo de vereador.

Com o retorno de Nilson ao Poder legislativo, volta a ser suplente Valdecir Schons, o Paleta.

Clique e confira a decisão.

b8d1ea0d51a63422185c3201f3c8e677ba4b0f06

Continue Lendo

Política

Secretários de Educação e de Viação se desincompatibilizam em Mercedes

Em respeito a resolução 23.606/19 do Tribunal Superior Eleitoral dois secretários municipais se desincompatibilizaram de SUS funções para concorrer a um cargo eletivo nas próximas eleições.

Trata-se do Secretário de Viação Obras e Serviços Urbanos, Altair Loffi e o secretário de Educação e Cultura Gilson Backes.

Altair Loffi é vereador eleito e estava licenciado do poder legislativo para comandar a secretaria de viação, Obras e Serviços Urbanos.

O outro é o Secretário de Educação e Cultura, Gilson Backes que também deixou o seu cargo e passa a condição de funcionário de carreira do município para o qual é concursado.

Já Altair Loffi reassumiu a sua vaga na câmara no legislativo.

Com isso o primeiro suplente da coligação Alberto Schumacher que assumiu com o falecimento prematuro do vereador Luiz Fernando Schmoeller volta as suas atividades como agricultor.

As vagas de ambas as secretarias já foram preenchidas, sendo que na Viação, Obras e Serviços Urbanos, assumiu Edelberto Bruch mais conhecido como Samiro Bruch.

A secretaria de Educação e Cultura Passa a ser ocupada pela professora Elenir Dorner Brum, que ocupava o cargo de diretora da escola municipal Tiradentes.

Os decretos estão sendo publicados esta semana, assim como também uma nomeação na secretaria de Esporte Lazer e Turismo onde Jucimar dos Santos, assume o cargo de diretor do departamento de Esporte e Lazer que estava vago a algum tempo.

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.