Conectado com

Geral

Helicóptero do Consamu transfere paciente de Mal. Rondon para Cascavel

CONSAMU

Transporte aéreo foi providenciado no final da tarde de ontem, segunda-feira, a um paciente de 65 anos que estava internado desde o último dia 11 no Hospital Municipal Dr. Cruzatti, em Mal. Rondon.

O helicóptero operacionalizado pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde do Oeste do Paraná pousou em um campo localizado nas proximidades do Hospital Marechal Rondon.

Lá aconteceu o embarque do enfermo e sua transferência para o Hospital Uopeccan, em Cascavel.

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Sicredi Aliança realiza Assembléia Geral Extraordinária no próximo dia 16

Continue Lendo

Agricultura

Adapar faz simulado contra a peste suína africana

Último foco registrado no Brasil é de 1981

 

Técnicos da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná participaram de um simulado de emergência zoosanitária contra a peste suína africana, cujo trabalho  reuniu serviços veterinários oficiais de todo o País e representantes internacionais, foi realizado em Presidente Getúlio, Santa Catarina.

A Peste Suína é uma enfermidade viral e não oferece risco à saúde humana, no  entanto, pelo alto grau de transmissibilidade, pode dizimar rebanhos de suínos, se constituindo em uma das mais temidas mundialmente.

O último foco registrado no Brasil é de 1981 e o País foi declarado livre da doença em 5 de dezembro de 1984.

Por não ter nenhuma vacina comprovadamente eficaz, a ação preventiva é sempre importante.

O exercício simulado realizado em Santa Catarina imitou a ocorrência da doença, com o objetivo de treinar os serviços veterinários e avaliar a eficiência dos planos de contingência na eventualidade de foco real, minimizando impactos econômicos e sociais.

O coordenador de Sanidade dos Suínos da Adapar, João Teotônio, foi o responsável pela coordenação operacional de campo com 136 médicos veterinários e reforçou a importância do serviço veterinário oficial manter um suporte técnico para atendimento a enfermidades de alto impacto no agronegócio…..

 

Além da peste suína africana, o Paraná é livre da peste suína clássica e tem reconhecimento de bloco em separado, o que garante maior autonomia no caso de ocorrência da doença em outros estados da federação com realidades diferentes da paranaense.

 

 

Continue Lendo

Geral

Mais de 250 cartinhas de Natal estão aguardando para serem adotadas na prefeitura rondonense

O adotante poderá ler as cartinhas e escolher uma ou mais, como desejar. Os pedidos foram feitos por crianças carentes do município

 

Materiais escolares, alimentos, bolas, calçados, roupas, bonecas, carrinhos, figurinhas para o álbum da Copa, entre outros pedidos estão contidos nas cartinhas de Natal que foram entregues na Secretaria de Assistência Social de Marechal Cândido Rondon e estão à espera de voluntários que as adotem. As cartinhas, em sua grande maioria, foram escritas pelas próprias crianças e feitas com muito carinho, cheias de desenhos e enfeites.

Os pedidos foram feitos por crianças carentes do município, que muitas vezes relatam a situação familiar, como o desemprego dos pais, a falta de condições financeiras para a aquisição de presentes, entre outros.

Na sequência, pequenos trechos de algumas das cartinhas, na forma como foram escritas:

“Papai Noel meu nome é Vinícius eu queria pedir para o senhor meus material escolar eu passei de ano para a 7ª série e meu pai e minha mãe não tem condições de comprar…”

“Querido Papai Noel. Eu me comportei estou com problema minha mãe está triste eu queria fazer alguma coisa para dexala feliz. Se puder eu quero uma barbie da cópia da Elza…”

“Papai Noel quero fazer um pedido uma cesta de Natal pra mim e pra minha mãezinha que é tudo pra mim…”

“Eu me chamo Emilly eu queria uma cesta de comida para minha tia que precisa muito…”

“Ola Papai Noel meu nome é Elisangela nesse Natal gostaria de uns presentes para minhas crianças, fraldas XP, tenho criança especial, comidas, roupas para ter um Natal feliz…”

“Meu nome é Fernanda (…) não vou pedir nada. Vou deixar para uma criança que precisa mais do que eu….”

“Meu nome é Felipe, quero figurinhas da Copa. Tudo bem se você não tiver dinheiro o suficiente. Compre o que quiser…”

A secretária de Assistência Social, Josiane Laborde Rauber, lembra que o adotante poderá escolher a cartinha, entre as disponíveis, e terá a opção de entregar pessoalmente o presente ou a criança beneficiada será comunicada e poderá fazer a retirada na prefeitura. A entrega dos presentes acontecerá após o dia 12 de dezembro. “Pedimos que os rondonenses se sensibilizem, venham até a prefeitura e adotem uma cartinha. São mais de 250 pedidos. Alguns serão difíceis de serem atendidos, mas a grande maioria é de pedidos mais simples. Vamos fazer o bem para os mais necessitados”, enfatizou Josiane.

 

Fonte: Assesoria

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.