Conectado com

Geral

Idosos de 79 e 80 anos são as novas vítimas fatais do Coronavírus em Cascavel

Até a tarde de hoje haviam sido confirmados na cidade 3142 casos de Covid-19…

O boletim divulgado pela Secretaria de Saúde nesta tarde (02) demonstra que mais duas pessoas morreram em decorrência do Coronavírus.

O primeiro caso é de um idoso de 80 anos que faleceu em Toledo ao ter a doença comprovada por exames. O homem era hipertenso.

O segundo óbito também é de um homem, dessa vez com 79 anos que tinha como comorbidades obesidade, insuficiência renal e cirrose hepática.

Até a tarde de hoje haviam sido confirmados na cidade 3142 casos de Covid-19.

Com mais dois óbitos, o número de mortes em decorrência de Coronavírus em Cascavel chega a 54.

Mortes em julho: 1 (parcial)

54ª morte: Homem de 79 anos faleceu em Hospital Público em 02/06. Tinha obesidade, insuficiência renal e cirrose hepática

Mortes em junho: 46

53ª morte: Homem de 80 anos com hipertensão faleceu em Toledo no dia 30/06

52ª morte: Homem de 61 anos, sem doenças associadas, faleceu em 28/06 em hospital público.

51ª morte: Mulher de 51 anos faleceu em 30/06 em hospital público. Tinha doença cardiovascular e diabetes.

50ª morte: Mulher de 59 anos, comorbidade associada de doença cardiovascular, diabetes e obesidade, óbito em 29/06 em Hospital Público em Cascavel.

49ª morte: Homem de 73 anos, comorbidade associada de Hipertensão, óbito em 30/06 em Hospital Público em Cascavel

48ª morte: Homem de 64 anos, comorbidade associada de Hipertensão, óbito em 29/06 em Hospital Público em Cascavel

47ª morte: Everson Mendes, de 33 anos, faleceu em 29/06, no HUOP. Ele trabalhava como vendedor, morava no Clarito e deixa dois filhos.

46ª morte: Homem de 60 anos falecido domingo 28/06 no HUOP.

45ª morte: Dulio Bondam, 92 anos, comorbidade associada de hipertensão. Óbito em domicilio em 28/06.

44ª morte: Mulher de 74 anos, comorbidade associada de Diabetes Melittus, óbito em 28/06 em Hospital Público em Cascavel.

43ª morte: Homem de 55 anos, comorbidade associada de hipertensão arterial sistêmica, óbito em 28/06 em Hospital Público em Cascavel.

42ª morte: Mulher 76 anos, comorbidade associada de doença neurológica crônica, óbito em 27/06 em Hospital Público em Cascavel.

41ª morte: Homem de 82 anos que tinha doença neurológica crônica faleceu no HUOP em 27/06.

40ª morte: Empresário Emerson Barreto, de 45 anos faleceu no dia 27/06.

39ª morte: Mulher de 63 anos faleceu no HUOP no dia 27/06. Tinha hipertensão e diabetes.

38ª morte: Mulher de 76 anos faleceu em casa em 25/06. Tinha hipertensão.

37ª morte: Virgínia dos Santos faleceu em 23/06 no HUOP. Ela tinha diabetes, Parkinson e hipertensão.

36ª morte: Ademar Rodrigues, de 66 anos, faleceu em 23/06 em hospital particular da cidade.Ele tinha hipertensão.

35ª morte: homem de 61 anos faleceu no dia 23/06 no Hospital de retaguarda. Tinha diabetes, hipertensão e doença cardiovascular.

34ª morte: mulher de 74 anos faleceu no dia 23/06, no HUOP. Maria Aparecida Pontes era moradora do Bairro Brasmadeira.

33ª morte: mulher de 68 anos faleceu no último sábado em um hospital de Assis Chateaubriand. Era ex-tabagista e tinha enfisema popular.

32ª morte: Rosa Maria Mussulini Zorek, de 61 anos, mãe do secretário de de Planejamento e Gestão de Cascavel, Edson Zorek, faleceu dia 21/06. Ela tinha hipertensão.

31ª morte: Carla Priscila Chaicoski, de 30 anos era técnica de enfermagem e havia tido um bebê há 15 dias. Ela faleceu no dia 20/06. Foi a primeira profissional de saúde a falecer em decorrência da doença em Cascavel e o caso gerou grande comoção.

30ª morte: Homem de 68 anos morreu em 19/06 em unidade de pronto atendimento. Estava em tratamento oncológico.

29ª morte: Mulher de 73 anos morreu e 19/06 em hospital público. Tinha diabetes e obesidade.

28ª morte: homem de 83 anos morreu em 19/06 em Hospital Filantrópico. Tinha diabetes e hipertensão.

27ª morte: Maria Aparecida Pinheiro dos Santos, de 47 anos, faleceu em 17/06 em hospital particular. Tinha elevação de colesterol. Ela deixou três filhos e a família contou à CGN como foi o tratamento.

26ª morte: homem de 40 anos faleceu em 17/06 em hospital particular. Não tinha comorbidades

25ª morte: mulher de 75 anos, sem comorbidades, óbito em 16/06, em Hospital Privado em Cascavel, classificada positiva por critérios clínicos epidemiológicos. (A idade havia sido divulgada inicialmente como 77 e foi atualizada no dia 18/06 pela prefeitura)

24ª morte: homem de 88 anos, comorbidade associada de leucemia e hipertensão, óbito em 17/06 em Hospital Privado em Cascavel.

23ª morte: homem de 69 anos residente de Cascavel, mas faleceu em Foz do Iguaçu no dia 16/06. Ele tinha miocardiopatia, insuficiência cardíaca e renal crônica, além de hipertensão arterial e obesidade.

22ª morte: homem de 73 anos faleceu no HUOP em 16/06. Ele tinha doença cardiovascular crônica.

21ª morte: mulher de 63 anos faleceu no dia 08/06 na UPA Tancredo. Ela tinha doença cardiovascular crônica.

20ª morte: Ivani Terezinha Schupel, de 73 anos, faleceu no dia 15/06. Estava internada em hospital privado desde o dia 10. Tinha doença cardiovascular e diabetes. Ela morava no distrito de Espigão Azul.

19ª morte: homem de 79 anos, faleceu em Toledo no dia 13/06 em Toledo. Tinha doença cardiovascular crônica, doença pulmonar obstrutiva crônica e hipertensão arterial sistêmica.

18ª morte: Maria da Luz da Silva, de 63 anos, faleceu no dia 15/06. Moradora do Clarito ela foi internada em Assis Chateaubriand. Era hipertensa e portadora de hipotiroidismo e obesidade.

17ª morte: mulher de 85 anos faleceu em casa no dia 15/06. A mulher tinha comorbidades associadas como hipertensão e sequela de AVC.

16ª morte: homem de 54 anos que tinha problema neurológico há 11 anos e faleceu em 14/06. Teve sintomas em 4 de junho e internou em hospital particular no dia 6.

15ª morte: Maria Aparecida Malizan, de 77 anos, moradora do Interlagos. Tinha histórico de problemas no coração e faleceu em 11/06 na UPA Brasília. confirmação de Covid-19 veio depois da morte.

14ª morte: mulher de 88 anos faleceu em 12/06 na UPA Tancredo. Teve início dos sintomas no dia 7 e foi internada no dia 09.

13ª morte: homem de 54 anos faleceu na UTI de Assis Chateaubriand, no dia 11/06. O início dos sintomas foi no dia 31 de março e no dia 5 de junho ele procurou a UPA Brasília, sendo levado à UTI no dia seguinte. Tinha Hipertensão e doença cardiovascular crônica.

12ª morte: mulher de 71 anos moradora de Cascavel faleceu em Foz do Iguaçu no dia 10/06. Ela tinha hipertensão, diabetes e doença arterial, além de ser ex-tabagista. Sintomas começaram em 31 de maio e passou pela UPA em Cascavel no dia 7 de junho.

11ª morte: mulher de 63 anos moradora de Cascavel faleceu em Assis Chateaubriand no dia 8/06. Com sintomas desde 26 de maio deu entrada na UPA Brasília dois dias depois e foi transferida no dia seguinte.

10ª morte: homem de 73 anos faleceu no dia 3/06 na UPA Tancredo. O homem chegou a ter alta médica mas o quadro se agravou e ele faleceu pouco depois de retornar à unidade e antes de ser levado para a UTI. Ele tinha hipertensão.

9ª morte: mulher de 59 anos tinha várias doenças e faleceu no dia 2/06. A filha contou à CGN que a mulher sabia da gravidade da doença.

8ª morte: Reginaldo Abreu Santos, de 34 anos, faleceu na UTI em Assis Chateaubriand no dia 1/06. A família relatou que ele era saudável e não tinha outras doenças. Os sintomas começaram no dia 16/05 e no dia 23 ele procurou a UPA.

Mortes em maio: 3

7ª morte: homem de 69 anos falecido em hospital particular no dia 24/05. Ele estava internado desde o dia 17 de maio e tinha comorbidades como doença cardiovascular, obesidade, hipertensão e diabetes.

6ª morte: mulher de 86 anos faleceu em 17/05 no HUOP. Ela tinha doença pulmonar crõnica e havia sido internada no dia 14 de maio.

5ª morte: mulher de 93 anos, acamada há mais de 5 anos faleceu no dia 7/05. Os sintomas haviam começado no dia 01/05.

Mortes em abril: 3

4ª morte: homem de 70 anos sem relato de comorbidade morreu na UTI em Assis Chateaubriand em 24/04. Os sintomas começaram no dia 9 de abril.

3ª morte: Balbino José dos Santos, faleceu no dia 18/04 em Cascavel, aos 66 anos. Ele tinha sido internado em 26 de março para fazer uma cirurgia e depois de ir a UTI a Covid-19 foi descoberta.

2ª morte: Natalício Alves de Oliveira, de 77 anos, faleceu no dia 10/04. Ele era cadeirante e deixou 5 filhos 17 netos e 10 binetos.

Morte em março: 1

1ª morte: Homem de 66 anos faleceu em 30/03 em hospital particular. Ele contraiu o vírus em Dubai e começou a ter sintomas no dia 19 de março, quatro dias após voltar de viagem.

Fonte: CGN

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Câmara derruba veto e fim da taxa mínima do SAAE deverá virar lei

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Marechal Cândido Rondon não poderá mais cobrar a tarifa mínima dos consumidores.

  Para o Executivo, a matéria é inconstitucional 

Isso porque na sessão de ontem, segunda-feira, o Poder Legislativo Municipal derrubou, com sete votos contra e cinco a favor, o veto do prefeito Marcio Rauber ao projeto de lei em questão.

A matéria acaba com a tarifa mínima do SAAE, que atualmente é cobrada daqueles que consomem, mensalmente, menos de 10 mil litros de água.

Para consumo residencial esta tarifa é de 30 reais e 72 centavos e para o comércio 50 reais e 71 centavos.

O projeto de lei foi aprovado ainda no primeiro semestre deste ano na Câmara, no entanto, seguindo orientação da procuradoria municipal de que seria ato inconstitucional, o prefeito Márcio Rauber vetou.

A justificativa do Poder Executivo Municipal foi de que a matéria afronta os princípios da legalidade e da razoabilidade, pois causa impacto financeiro ao SAAE, sem apresentar nenhuma estimativa de impacto orçamentário e financeiro.

Contudo, este não foi o entendimento de 07 dos 13 vereadores rondonenses e por isso o veto foi derrubado.

Com a derrubada do veto, o prefeito Marcio tem prazo de 48 horas para promulgar a lei.

Se não o fizer, o presidente da Câmara, vereador Claudio Koehler, terá o mesmo prazo para promulgá-la.

Continue Lendo

Geral

Prefeitura quer investir 3 milhões e 900 mil reais em pavimentação e recapeamento de vias urbanas

Está em tramitação da Câmara de Vereadores de Marechal Cândido Rondon, em regime de urgência, um projeto de lei do Poder Executivo pedindo autorização para abertura de crédito adicional suplementar de até 3 milhões e 900 mil reais para investimentos em pavimentação e recapeamento de vias urbanas.

Trata-se de uma operação de crédito anteriormente aprovada pela Câmara e que necessita de ratificação, visando cumprir exigência da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano para liberar os recursos remanescentes para a execução das obras.

O projeto de lei foi lido na sessão legislativa de ontem e baixado para análises das Comissões Permanentes de Justiça e Redação; de Finanças, Orçamento e Fiscalização; e de Obras e Serviços Públicos.

Após os respectivos pareceres, a matéria será liberada para votação em plenário por todos os vereadores.

Continue Lendo

Geral

Município rondonense cria comitê de volta às aulas

Assessoria

Nesta segunda-feira, dia 10, no auditório do paço municipal, a Prefeitura de Marechal Rondon realizou a nomeação dos membros do Comitê para Avaliação do Retorno das Aulas Presenciais, no âmbito municipal, sendo:

– Márcia Adriana Winter (Secretaria de Educação)
– Alaércio Vianei Pinati (Secretaria de Educação)
– Marciane Specht (Secretaria de Saúde)
– Carla Silva Sesca (Procuradoria Jurídica)
– Franciele Perez (Secretaria de Saúde)
– Luana Borth (Secretaria de Saúde)
– Luciane Warken (Diretora de Escola)
– Mariza Aline Dalpissol (Diretora de CMEI)
– Ildemar Kanitz (Diretor de Colégio Privado)
– Leide Meinerz (Conselho Municipal da Criança e do Adolescente)
– Thassiane Terra de Meira (Conselho Escolar)
– César Luís Gehring (Conselho Municipal de Educação)
– Eliana Closs (Associação de Pais e Mestres)
– Selma Morais Kunzler (Profissionais e trabalhadores da Educação).

A secretária de Educação, Márcia Winter da Mota, foi indicada presidente do comitê, que tem como objetivo elaborar um plano de volta às aulas, para ser apresentado ao COE (Centro de Operações de Emergência COVID-19) em breve.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.