Conectado com

Geral

Itaipu Binacional deve integrar o plano estratégico do Codesul para os próximos 20 anos

Jonathan Campos/AEN

Objetivo do plano integrado é criar um diagnóstico regional que identifique as agendas que cada governo deve promover para melhorar a qualidade de vida e potencializar o desenvolvimento econômico da região Sul (mais o Mato Grosso do Sul). Convite foi formalizado pelo governador Ratinho Junior ao diretor-geral brasileiro da Itaipu, João Francisco Ferreira.

 

 

Os governadores do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, e do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, que representam dois dos quatro estados que compõem o Conselho de Desenvolvimento de Integração Sul (Codesul), estão articulando a participação da Itaipu Binacional no plano de desenvolvimento integrado do bloco até 2040.

Um dia após o encontro que definiu o planejamento estratégico, os dois governadores se reuniram nesta quarta-feira (16), em Foz do Iguaçu, com o diretor-geral brasileiro da Itaipu, João Francisco Ferreira, e com o diretor de Coordenação da usina, Luiz Felipe Carbonel. Eles formalizaram o convite para que a binacional integre o grupo de trabalho que vai elaborar as propostas voltadas para o desenvolvimento dos quatro estados pelos próximos 20 anos. Além do Paraná e Mato Grosso do Sul, o Codesul é formado também por Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Divulgado na terça-feira (15), durante reunião do grupo em Porto Alegre, o objetivo do plano integrado é criar um diagnóstico regional que identifique as agendas que cada governo deve promover para melhorar a qualidade de vida e potencializar o desenvolvimento econômico da região. A ideia é que, a longo prazo, o plano transforme a união dos quatro estados em uma “OCDE brasileira” – referência à Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico.

Além de ter um papel estratégico na matriz energética nacional, a Itaipu é também grande parceira dos governos regionais, principalmente do Paraná, onde está instalada. “A Itaipu tem grande importância para o desenvolvimento do Brasil como um todo, mas em especial desses estados. Como presidente do Codesul, trago esse convite para que a empresa ajude, com sua estrutura e conhecimento, nesse planejamento que elaboramos para a região para os próximos 20 anos”, destacou Ratinho Junior.

“A usina tem grande conhecimento nas áreas ambiental, de sustentabilidade, preservação dos rios e cuidados da fauna e flora, além da questão energética, que é estratégica para o desenvolvimento dos estados nas próximas décadas”, salientou o governador.

O diretor-geral de Itaipu destacou a proximidade da companhia com os estados da região e a futura participação da usina nesse planejamento. “O Codesul busca nosso apoio e cooperação técnica de Itaipu pela experiência que temos na gestão ambiental e em tantas outras áreas. Será muito bom para a Itaipu também se mostrar presente na assessoria técnica e de orientação nesses estados nas ações que já fazemos aqui no dia a dia”, afirmou Ferreira.

PLANO – As ações do plano são estruturadas dentro de quatro pilares: uso intensivo de dados públicos, análise dos planos governamentais de médio e longo prazos, mobilização de especialistas regionais para aprofundamento de focos de ação prioritários e atuação articulada entre equipes do Codesul e do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremos Sul (BRDE).

Com a aprovação, o plano passa a ser executado através de uma consultoria técnica, que vai definir os eixos prioritários e propor indicadores e metas a serem acompanhados. A fase atual é de análise, identificando as peculiaridades da região. Na sequência, o grupo deve construir a visão de futuro regional para os próximos 20 anos. Por fim, a última fase detalha quais passos devem ser seguidos para atingir os objetivos. O planejamento foi realizado pela empresa de consultoria em gestão MacroPlan.

Governadores do Paraná e do Mato Grosso do Sul participaram de agenda na Itaipu. Foto: Jonathan Campos/AEN

MEIO AMBIENTE – Além da contribuição na região como um todo, Paraná e Mato Grosso do Sul também buscam apoio em projetos ambientais que impactem nos municípios lindeiros do lago de Itaipu. O governador Reinaldo Azambuja apresentou projetos elaborados pelo Estado para a revitalização das bacias dos rios Iguatemi e Amambaí, afluentes do rio Paraná.

“Itaipu pode contribuir com a questão ambiental, na mitigação de assoreamento do lago e na melhoria da qualidade da água, com a ampliação do esgotamento sanitário na área de intervenção da usina”, explicou Azambuja. “Os dois afluentes do rio Paraná estão muito assoreados, com detritos que acabam chegando no lago e interferem na geração de energia”.

O Governo do Paraná e a Sanepar, em parceria com a Itaipu Binacional e o Parque Tecnológico Itaipu (PTI-BR), já estão aplicando R$ 84,6 milhões em projetos de segurança hídrica e saneamento ambiental. Os dois convênios, sacramentados em dezembro de 2020, vão beneficiar doze municípios.

INFRAESTRUTURA – No Paraná, a parceria do Governo do Estado com a hidrelétrica na área da infraestrutura garante investimentos de mais de R$ 1 bilhão. Entre as obras em andamento financiadas pela usina, o destaque é para a construção da segunda ponte Brasil-Paraguai, em Foz do Iguaçu, que já chegou a 57% de execução e recebe investimento de R$ 323 milhões.

Também há as obras na Rodovia Perimetral Leste, que vai ligar a BR-277 à nova ponte, somando R$ 174 milhões; a duplicação da Rodovia das Cataratas (BR-469), no valor de R$ 139,4 milhões; e a pavimentação da Estrada Boiadeira (BR-487), que liga Umuarama ao Mato Grosso do Sul, cujo investimento no lote atual é de R$ 223,8 milhões.

Uma terceira ponte ligando o Brasil ao Paraguai também será construída no Mato Grosso do Sul, ligando o município de Porto Murtinho (MS) à cidade de Carmelo Peralta, no País vizinho. A obra será construída com recursos do lado paraguaio de Itaipu. O processo licitatório será reaberto em julho.

Esta ponte e a Estrada Boiadeira integram a rota bioceânica, a conexão entre portos brasileiros e chilenos que poderá reduzir em até duas semanas o tempo de viagem das exportações do Centro-Oeste do Brasil até os países do Oriente, principalmente China, Japão e Coreia do Sul.

 

Fonte: AEN

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Grande incêndio é registrado no Lago de Itaipu, em Mercedes

O fogo já consumiu uma grande área e avança em direção à mata ciliar.

Ponto da Noticia

Um incêndio atinge neste momento uma área de vegetação em uma área de vegetação no Lago de Itaipu, no interior de Mercedes.

O local é conhecido como “barro branco”, localizado entre as comunidades de Sanga Alegre e Três Irmãs.

O fogo iniciou-se por volta das 16h00, consumindo a vegetação em uma área alagada do Lago de Itapu, que no momento está baixo, formando uma área de banhado.

O fogo já consumiu uma grande área e avança em direção à mata ciliar.

O caminhão pipa de Mercedes, populares e máquina da Prefeitura Municipal estão no local realizando os levantamentos de como realizar o combate, uma vez que o local é de difícil acesso, sendo cercado pela mata ciliar, pequenas lagoas, Lago de Itaipu e banhado.

As equipes permanecem no local realizando o monitoramento do incêndio e, caso necessário, o Corpo de Bombeiros e brigadistas da Itaipu também devem ser acionados.

Informações e fotos Ponto da Noticia

Continue Lendo

Geral

Entidades recebem créditos relativos ao Projeto Ecopontos

Rondonenses que ainda possuem créditos podem fazer doação diretamente no aplicativo Cashlocal

 

Encontro foi realizado na tarde desta sexta-feira, dia 17, no auditório da prefeitura de Marechal Cândido Rondon, oportunidade na qual foram repassados às entidades os valores relativos aos créditos da participação dos moradores de Marechal Rondon no Projeto Ecopontos.

Também foi apresentado o balanço do projeto, além do planejamento das ações futuras. O secretário municipal de Agricultura e Política Ambiental, Adriano Backes, reforçou a importância da utilização do Ecoponto para a destinação de diferentes tipos de resíduos, pois através deste projeto os catadores são beneficiados com a venda dos recicláveis, enquanto os feirantes têm suas vendas fomentadas pelo uso dos créditos.

Os representantes da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) e do Asilo Lar Rosas Unidas enalteceram o projeto e se comprometeram a divulgá-lo para que mais moradores possam entregar os recicláveis e o óleo de cozinha no Ecoponto, e em troca realizar a doação para as entidades que são tão importantes para a comunidade.

Quem ainda possui créditos pode fazer a doação diretamente no aplicativo Cashlocal, a qual, automaticamente, entrará no saldo da entidade que poderá reverter em produtos orgânicos da feira.

O engenheiro ambiental Marcos Chaves explica que ainda restam créditos desta etapa do projeto, mas que está sendo elaborado um termo de referência para que um novo convênio, com maior prazo de duração, seja realizado, que poderá atender cada vez mais usuários do Ecoponto.
Presenças

Estiveram presentes à reunião: os integrantes da Secretaria de Agricultura e Política Ambiental, da Associação de Catadores Amigos da Natureza, da Acempre, da Feira Sabor e Arte, do Asilo Lar Rosas Unidas e da APAE.

 

Fonte: Assessoria

Continue Lendo

Geral

Educandários rondonenses recebem kits educacionais de robótica

Assessoria

Equipamentos foram repassados nesta sexta-feira (17) em evento realizado em Guaíra

 

Autoridades estaduais e regionais como o prefeito de Marechal Rondon, Marcio Rauber, o chefe da Casa Civil, Guto Silva, o deputado estadual Elio Rusch, o prefeito de Guaíra e presidente do Conselho dos Municípios Lindeiros, Heraldo Trento, a Chefe do Núcleo Regional de Educação de Toledo, Neiva Marques de Andrade Niero, e o diretor-geral da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte, Vinícius Neiva, entre outros, participaram na manhã desta sexta-feira, dia 17, no Colégio Estadual Mendes Gonçalves, em Guaíra, de evento que marcou o repasse por parte do governo do estado de kits educacionais de robótica, que irão atender a escolas estaduais da região.

A iniciativa faz parte do programa Robótica Paraná, lançado no final de agosto. O investimento total será de R$ 9,1 milhões e a estimativa é de que na primeira fase do projeto 10 mil alunos sejam beneficiados.

O conteúdo do programa engloba programação de robótica básica, automação, conceitos de IoT (internet das coisas) e domótica – área relativa à integração de mecanismos tecnológicos em uma residência.

Neste primeiro momento, dois educandários rondonenses foram beneficiados: o Colégio Estadual Frentino Sachser, da sede (com 10 kits) e o Colégio Estadual Nilso Franceski, de Iguiporã, também com 10 kits.

Pode ser uma imagem de 4 pessoas e pessoas em pé

Pode ser uma imagem de uma ou mais pessoas, pessoas em pé e ao ar livre

Pode ser uma imagem de 2 pessoas, pessoas sentadas e pessoas em pé

 

 

Fonte: Assessoria

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.