Conectado com

Geral

Justiça intervem e aponta irregularidades na eleição do novo presidente da Fiep

Divulgação

Posse que estava marcada para dia 1o está suspensa

A Justiça do Trabalho determinou que a Federação das Indústrias do Estado do Paraná convoque uma assembleia em até 48 horas para analisar um recurso da chapa derrotada na eleição para a presidência da entidade, em agosto.

A sentença publicada ontem suspende a posse do presidente eleito, Carlos Walter Pedro, até que a medida seja cumprida.

A troca de comando na Fiep estava marcada para o próximo dia 1º de outubro.

O autor do pedido de liminar, José Eugênio Gizzi, foi vencido no pleito por dois votos de diferença, porém alega que a Federação não cumpriu o regulamento eleitoral.

De acordo com Gizzi, o presidente da federação, Edson Campagnolo, feriu o regimento ao não convocar assembleia geral para analisar recurso ao indeferimento da impugnação de quatro votos.

Ocorre que a chapa derrotada havia impugnado quatro votos na eleição, mas a comissão eleitoral julgou o pedido improcedente e portanto, o recurso, inicialmente rejeitado pela presidência, busca reverter essa decisão.

Em sua decisão, a juíza substituta Fabiana Meyenberg Vieira, da 10ª Vara do Trabalho de Curitiba, sustenta que a Presidência da Fiep não respeitou o regulamento eleitoral da entidade ao deliberar sobre a convocação ou não da assembleia.

Na sentença a juíza escreve que a competência para julgar o recurso interposto pela parte autora é do Conselho de Representantes e que não cabe ao Presidente da Federação ré analisar a viabilidade ou não de convocação de assembleia para tal julgamento, eis que se trata de previsão expressa no Regulamento Eleitoral.
Com isso, a solenidade de posse do presidente eleito da Fiep está cancelada , até o desfecho da situação.

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Polícia Civil identifica e interroga investigado por agredir idoso em acidente de trânsito.

Delegado Rodrigo Baptista Santos fala sobre o caso

 

Continue Lendo

Geral

Apresentado projeto da sede dos clubes da Vila Gaúcha

Encontro realizado nesta tarde de quinta-feira (22), na sala de reuniões do gabinete da prefeitura de Marechal Cândido Rondon, culminou na apresentação do projeto da sede própria dos clubes do bairro Vila Gaúcha.

De acordo com a minuta, a sede terá 817 metros quadrados de área construída, em terreno de 1.600 metros localizado no cruzamento das ruas 25 de Julho e Américo Vespúcio. Associação de moradores, clubes de damas, idosos e de mães utilizarão o novo ambiente.

Participaram do encontro nesta tarde, a primeira-dama e secretária municipal de Assistência Social, Josiane Laborde Rauber; Lurdes Confetti e Valdir Sachser (Valdirzinho), diretores da secretaria; Sérgio Radke, presidente da Associação de Moradores da Vila Gaúcha; Caroline Kötters, presidente do clube de mães; Elaine Bieger, vice-presidente do clube de damas; e Dilo Bauermann, presidente do Clube de Idosos Estrela do Oeste.

O projeto será encaminhado à Secretaria Municipal de Planejamento, visando a sequência dos trâmites.

 

Fonte: Assessoria

Continue Lendo

Geral

Termina hoje o prazo para tirar versão impressa do título eleitoral

No cartório eleitoral, documento é impresso na hora

 

Termina nesta quinta-feira  o prazo para a solicitação da segunda via impressa do título de eleitor.

Para obter o documento, o eleitor  precisa estar em situação regular com a Justiça Eleitoral e comparecer ao cartório eleitoral com um documento oficial de identificação, além do comprovante de residência dos três últimos meses.

O documento é impresso na hora.

No caso de pessoas do sexo masculino, também é necessário comprovar a quitação com o Serviço Militar Obrigatório.

Quem perder o prazo não precisa se preocupar, já que também pode acessar a versão digital do título pelo aplicativo e-título.

O app pode ser baixado para smartphone ou tablet , nas plataformas iOS ou Android.

Após baixá-lo, basta inserir os dados pessoais.

Para o eleitor que ainda não fez o cadastro biométrico, é necessário apresentar documento oficial com foto sempre que for utilizar o título digital.

Caso o eleitor não saiba o número do título, pode consultar o site do Tribunal Superior Eleitoral , por meio do nome, CPF e data de nascimento.

Entre as vantagens do e-título, está o acesso às informações na Justiça Eleitoral, como situação eleitoral, local de votação, consulta de débitos, emissão de guias para pagamentos e cadastro como mesário voluntário.

Diferentemente da via tradicional, a versão eletrônica tem a foto do eleitor, além de dados sobre o cadastramento biométrico e um QR Code para validação na zona eleitoral.

 

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.