Conectado com

Geral

Linha de crédito especial já beneficiou 1.005 proprietários de vans

AEN

Quase R$ 9 milhões foram liberados. Linha Paraná Recupera – Transportes, criada pelo Fomento Paraná, é destinada a transportadores proprietários de vans que atuam no transporte escolar e de universitários, de trabalhadores de empresas ou do segmento de turismo e eventos.

Empreendedores informais, MEIs, ou de micro e pequenas empresas que atuam no transporte escolar ou com atividades ligadas ao turismo e eventos contrataram quase R$ 9 milhões em empréstimos concedidos pela Fomento Paraná por meio da linha Paraná Recupera – Transportes. Já são 1.005 proprietários de vans de diversas regiões do Estado atendidos pela linha de crédito, a partir de recursos do Tesouro Estadual aportados pela Secretaria da Fazenda, no Fundo de Desenvolvimento Econômico (FDE).

De acordo com o diretor-presidente da instituição, Heraldo Neves, que recebeu as entidades que representam o segmento, os donos de vans foram muito prejudicados com a paralisação completa das atividades a partir de março do ano passado, com o fechamento das escolas e universidades, a redução drástica das viagens turísticas e da proibição de promover eventos.

“O crédito em condições facilitadas de prazo, garantia e taxas de juros com recursos do FDE foi a forma que o Governo do Estado, a partir da determinação do governador Carlos Massa Ratinho Junior, disponibilizou para dar um certo fôlego financeiro no momento mais crítico da pandemia, até que as atividades possam ser retomadas, destacou Neves.

De acordo com o presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros por Fretamento de Curitiba e Municípios do Paraná, Andre Willy Isaak, a linha de crédito Paraná Recupera – Transportes representou um grande alento para os empreendedores do segmento, pois além de escolas, universidades e do turismo, muitas empresas que usam o transporte de empregados por fretamento também reduziram o serviço, ou fecharam por algum tempo, afetando a renda dos transportadores.

“Fomos pedir ajuda ao Governo do Estado e fomos bem recebidos. A Fomento Paraná nos apresentou as soluções de prateleira, mas também trabalhou na criação de uma linha especial, com excelentes condições de taxas de juros, carência e prazo de pagamento. Agora, com a chegada das vacinas, estamos otimistas e esperamos a retomada da economia para que o segmento possa se recuperar e os transportadores possam honrar os compromissos assumidos”, afirma Isaak.

PARANÁ RECUPERA – Para levar o crédito mais rapidamente aos transportadores de vans foi utilizada a mesma plataforma de processamento desenvolvida para criar a linha Paraná Recupera, que em nove meses liberou R$ 120 milhões em empréstimos para 23,3 mil empreendedores informais, MEIs, micro e pequenas empresas, com recursos do Fundo de Desenvolvimento Econômico (FDE).

Moradora de Campo Largo, Vera Lucia Pereira presta serviço de vans escolares na prefeitura do município, na Região Metropolitana de Curitiba, e ficou sem serviço com o fechamento das escolas, já no início da pandemia. Como não tinha fluxo de caixa para manter os funcionários contratados buscou um financiamento da Fomento Paraná. “O crédito ajudou a dar uma amenizada nos efeitos e os nove meses de carência para começar a pagar deram um fôlego”.

Greicy Kelly Ferreira tem uma van escolar e presta serviço para pais e alunos das redes estadual e municipal em Curitiba. Ela assumiu o negócio que era da mãe, que faleceu há seis anos, mas ficou com problemas com os clientes encerrando os contratos em 2020 por causa das escolas fechadas na pandemia.

“O ano passado foi muito complicado. Eu tinha 58 alunos em março. De repente, não tinha mais nenhum cliente. Alguns pais ainda me ajudaram pagando metade da mensalidade sem o serviço prestado até o fim do ano”, lembra Greicy.

Para a manter as contas da casa em dia ela buscou um financiamento da linha Paraná Recupera – Transporte. “O crédito foi muito importante para ajudar a manter minha família nesse período de inatividade”.

Com o ano escolar de 2021 começando, ainda que de forma híbrida, ela espera voltar a atender os alunos pelo menos parcialmente. “A expectativa é ter pelo menos metade dos alunos para manter a van”.

CONDIÇÃO PARA O CRÉDITO – A Paraná Recupera – Transportes é uma linha de microcrédito que atende desde empreendedores informais (sem CNPJ), mas que iniciaram nesta atividade produtiva antes de 31 de dezembro de 2019, até micro e pequenas empresas e, também, Microempreendedores Individuais (MEIs).

Os empréstimos estão limitados a R$ 5 mil para os informais ou empreendimentos formalizados com menos de 12 meses de atividade. Para empreendedores com mais de 12 meses de atividade e que tenham faturamento anual de até R$ 360 mil o limite de crédito é de R$ 10 mil.

Pequena empresa registrada até 16 de março de 2020 e com faturamento anual de R$ 360 mil a R$ 4,8 milhões pode solicitar até R$ 10 mil, para quem tem menos de 12 meses de atividade registrada. Acima desse período o limite é de R$ 20 mil.

É oferecido um prazo de carência de nove meses a 36 meses para pagamento, com juros de 0,40% ao mês. A análise de crédito e o cadastro são simplificados e a garantia aceita é por aval do titular/sócio. A operação é isenta de tarifas.

ATENÇÃO – É necessário possuir documento de autorização municipal para a atividade transporte de passageiros válido para o ano de 2020, com uma das seguintes CNAES (Classificação Nacional de Atividades Econômicas): 4929-9/01, 4929-9/02, 4929-9/03, 4929-9/04, 4929-9/99, 4924-8/00, 4923-0/02.

 

Fonte: Agência de Notícias do Paraná

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Morre trabalhador que foi atropelado pelo próprio Caminhão em MaL Rondon

Foi a óbito no inicio da noite desta segunda-feira na UPA Marechal, o trabalhador que foi atropelado pelo próprio caminhão.

O acidente foi registrado por volta das 16 horas e 45 minutos, na estrada municipal em frente a Assemar de Marechal Rondon.

O motorista desceu do veículo, porém, o freio não foi bem engatado e quando o Caminhão começou a se movimentar, o trabalhador foi atropelado ao tentar segurá-lo.

Dorico Ogenio Ribeiro, de 42 anos resultou com ferimentos graves, foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado a UPA, contudo, devido à gravidade dos ferimentos, não resistiu e faleceu.

O IML de Toledo desloca uma equipe para fazer o recolhimento do corpo para realização de necropsia e posterior liberação aos familiares para os atos fúnebres.

 

 

Continue Lendo

Geral

Sicredi Aliança terá evento online para comemorar o Dia das Mulheres

Sicredi

A Sicredi Aliança PR/SP realizará no dia 8 de março, data em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, um evento online especialmente preparado para elas.

A escritora, fundadora do movimento Mulheres Positivas, curadora da plataforma SOS Mulheres, responsável pelos APPs BandNews, BandSports, Terra uViva, AgroMais, entre outros, Fabi Saad, abordará a temática “Você em sua melhor versão”.

O presidente do Sicredi Aliança, Adolfo Freitag, lembra que todos os anos a cooperativa realiza um grande evento para celebrar essa data que é tão importante, contudo, em virtude do cenário atual não será possível reunir o publico feminino.

Não é necessário se inscrever para participar; o evento é aberto ao público e poderá ser assistido no canal Sicredi Aliança PR/SP no Youtube.

Continue Lendo

Geral

Rondonense de 77 anos é a 46ª vítima fatal da Covid-19

Assessoria

Marechal Cândido Rondon registrou ontem mais um óbito por coronavirus, o de numero 46.

Vitima foi uma mulher, de 77 anos, que deu entrada na UPA no dia 20 de fevereiro, com tosse, febre e astenia.

No dia 21 foi realizada a coleta para exame RT-PCR, tendo o diagnóstico confirmado para Covid-19 em 23 de fevereiro.

No dia 22 a paciente já havia evoluído para ventilação mecânica e no dia 25 foi transferida para o Hospital Bom Jesus, em Toledo: o óbito aconteceu no

dia 28 e ela tinha como comorbidades hipertensão e arritmia cardíaca.

Os óbitos relacionados à Covid-19 são divulgados e contabilizados tendo em vista que a doença é classificada como pandemia, ou seja, é uma epidemia

de doença infecciosa que se espalha entre a população localizada numa grande região geográfica.

 

Marechal Cândido Rondon, segundo boletim da Secretaria de Saúde divulgado ontem, segue com 269 casos ativos e destes, nove pacientes estão internados na UTI e outros seis na UPA ou hospitais, enquanto os demais estão em isolamento domiciliar.

O município já registrou 3310 casos positivos da doença, sendo 46 óbitos e 2995 recuperados.

76 pessoas estão com suspeita da doença e oito delas estão internadas.

 

 

De outra parte, Pacientes de Marechal Rondon que apresentarem suspeita de Covid-19, com sintomas como febre, dor de cabeça, dor de garganta, fraqueza, tosse, coriza, perda de olfato ou paladar, entre outros, devem procurar primeiramente a Unidade Básica de Saúde mais próxima de sua residência ou telefonar para o call center, nos telefones (45) 99152-1700 ou (45) 99113-9532.

Após avaliação médica, caso seja necessário, esses pacientes serão encaminhados para a Unidade de Pronto Atendimento – UPA.

A secretária de Saúde, Marciane Specht, explica que “todas as Unidades Básicas de Saúde estão capacitadas e prontas para atender os munícipes e devido a demanda reduzida nas unidades, o tempo de espera se torna menor, facilitando ao paciente e minimizando seu tempo de exposição e permanência em ambiente de saúde.

 

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.