Conectado com

Geral

Marechal Rondon abre etapas do cicloturismo na região

Divulgação

O cicloturismo é uma maneira muito saudável, econômica e ecológica de se fazer turismo, e uma atividade em constante crescimento. Somando a isso, a região lindeira ao Lago de Itaipu e ao Parque Nacional do Iguaçu é muito rica em belezas naturais, paisagens inspiradoras e diversos atrativos, por isso tem se tornando um destino com um cenário perfeito para a prática do cicloturismo, atraindo adeptos a esta modalidade.

Pensando nisso, o Circuito Regional de Cicloturismo Cataratas do Iguaçu e Caminhos ao Lago de Itaipu oferece aos participantes, uma atividade agradável de lazer e diversão juntamente com a família e amigos, em perfeita harmonia com o meio ambiente para demonstrar o que a região lindeira tem de melhor.

No total serão 10 etapas em 2020, de fevereiro até novembro. Marechal Rondon abre as etapas, estando o evento marcado para o dia 09 de fevereiro, com local de concentração e saída do centro de eventos rondonense. O evento no município é organizado pela Associação Rondonense de Ciclismo (ARC) e tem total apoio da prefeitura municipal, através das Secretarias de Indústria, Comércio e Turismo e de Esporte e Lazer.

INSCRIÇÕES
As inscrições já estão abertas e podem ser feitas pelo site https://www.adeturcataratasecaminhos.org.br/cicloturismo/.

O valor do primeiro lote é de R$ 65,00, até 02 de fevereiro, para pagamentos no boleto bancário, cartão de crédito à vista ou cartão de crédito parcelado em até duas vezes, acrescido de juros. O segundo lote, R$ 70,00, de 03 a 04 de fevereiro, para pagamentos no boleto bancário e de 03 a 07, para pagamentos no cartão de crédito à vista ou cartão de crédito parcelado em até duas vezes, acrescido de juros. No dia do evento o valor será de R$ 90,00.

Está incluso na inscrição café da manhã, distribuição de água e frutas antes e durante o percurso, carro de apoio durante o trajeto, seguro de acidentes pessoais (verificar cobertura no regulamento do evento) e almoço no dia do evento.

TRAJETOS
Serão dois trajetos, um maior, de 42 km (link do mapa do trajeto: http://connect.garmin.com/modern/course/29271823) e um menor, de 25,69km (link do mapa do trajeto: http://connect.garmin.com/modern/course/29271734).

SORTEIO DE BRINDES
Haverá o sorteio de brindes entre os inscritos, que são: duas bicicletas aro 29, quadro em alumínio, 27 velocidades, duas bicicletas aro 29, quadro em alumínio, 24 velocidades, e dez
capacetes de isopor com forro interno de proteção, correias de nylon para ajuste, regulagem de tamanho e viseira descartável.

CONTATOS
O coordenador geral da etapa é Paulo Rodrigo Coppetti, e-mail: coppetti@raport.com.br. Já a coordenadora das inscrições Marciane Ines Linck Sauer, telefone (45) 3284-8792, e-mail: sec.industria@mcr.pr.gov.br.

DEMAIS ETAPAS
As demais etapas serão: 08 de março, em São Miguel do Iguaçu; 19 de abril, Mercedes; 17 de maio, Foz do Iguaçu; 21 de junho, Terra Roxa; 12 de julho, Serranópolis do Iguaçu; 16 de agosto, Pato Bragado; 13 de setembro, Medianeira; 18 de outubro, Entre Rios do Oeste; 15 de novembro, Santa Terezinha de Itaipu.

Geral

Covid-19: servidores testam positivo e UBS do Santa Felicidade é fechada em Cascavel

O prédio deve passar por sanitização e abrirá nos próximos dias…

A Unidade Básica de Saúde do Bairro Santa Felicidade precisou ser fechada nesta quinta-feira, em Cascavel.

Alguns servidores que atuam na unidade testaram positivo para Coronavírus e por precaução o prédio foi interditado.

Uma ação de sanitização deve ser feita no prédio e a abertura deve acontecer nos próximos dias.

Os moradores que precisam de atendimento devem procurar a unidade do Bairro Nova Cidade, onde os funcionários da UBS estão atendendo.

Fonte: CGN

Continue Lendo

Geral

Projeções indicam que o Paraná será o último estado a sair da pandemia

Estudo mantém previsão de pico da epidemia em 24 de agosto

Atualização da projeção da plataforma de ciências de dados em saúde “Funcional Health Tech” , prevê o pico da pandemia de Covid-19 no Paraná para o dia 24 de agosto.

Se isso se confirmar, o estado seria, ao lado de Santa Catarina, o último a atingir o pico entre os 27 entes federados do Brasil e, por consequência, o último a se livrar da pandemia causada pelo novo coronavírus.

O adiamento do pico traz insegurança quanto à duração das medidas de isolamento social e quanto ao impacto econômico das medidas de prevenção, mas é, segundo as autoridades em saúde, a melhor forma de se enfrentar uma epidemia causada por um vírus contra o qual não há vacina e nem medicação com eficácia comprovada.

O adiamento do pico significa o achatamento da curva e indica que o Estado teve tempo para se preparar para adequar as estruturas de saúde para atender à nova demanda.

O pico mais tardio também tende a ser com um menor número de casos ativos simultâneos, fundamental para que o sistema de saúde não entre em colapso, conforme a diretora executiva da Funcional Health, Raquel Marimon.

Segundo as projeções da empresa de inteligência de dados, o Paraná atingiria seu pico com 66,7 mil casos ativos na última semana de agosto, o que corresponde a 0,6% da população.

Além disso, a projeção da Funcional Health é que o estado chegue, ao final da pandemia, a 334 mil casos confirmados, ou seja, quase 10 vezes mais que o numero atual de casos e, segundo a empresa, 2 milhões 340 mil paranaenses infectados pelo vírus, acrescentando os casos leves e assintomáticos que não foram ou serão submetidos ao teste diagnóstico.

Mesmo com a estimativa de que mais de 2 milhões de paranaenses acabem tendo contato com o vírus em algum momento, o estudo também indica vantagem do Paraná em relação ao restante do país.

As projeções indicam que 20% da população paranaense acabará contraindo o vírus.

Continue Lendo

Geral

Trabalhador morre soterrado em silos de milho na região

Foto: CGN

O trabalhador morreu soterrado dentro de um silo de soja de uma cooperativa, em Jesuítas.

O acidente aconteceu na tarde de ontem, quarta-feira, na empresa localizada às margens da PR 239, na saída para Iracema Do Oeste.

Inicialmente o relato era de que o trabalhador havia desaparecido.

Depois de aproximadamente três horas de buscas envolvendo uma o Corpo de Bombeiros de Toledo, em conjunto com funcionários da empresa, o corpo do trabalhador foi encontrado em meio aos grãos.

Ainda não se sabe como o trabalhador foi parar dentro do silo, mesmo com todas as orientações e equipamentos de segurança fornecidos pela empresa de armazenagem.

O caso será investigado pela Polícia Civil de Formosa do Oeste.

A vítima foi identificada como Antônio Vasconcelos, cujo corpo acabou sendo recolhido para necropsia no IML de Toledo.

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.