Conectado com

Política

MDB vai a convenção dividido entre Requião e os que apoiam Ratinho Jr

O MDB do Paraná elege a nova direção estadual do partido no próximo dia 31, em meio a uma disputa entre o grupo do ex-governador Roberto Requião e deputados da legenda sobre os rumos da sigla nas eleições de 2022.

 

 Se perder a disputa interna, ele tende a deixar o partido 

 

Enquanto Requião sonha em retomar o controle do MDB para emplacar uma nova candidatura Palácio Iguaçu, parlamentares pretendem manter o comando da sigla para apoiarem a reeleição do governador Ratinho Júnior.

O MDB paranaense está sob intervenção da direção nacional desde fevereiro, quando o deputado estadual Antonio Anibelli foi substituído por uma comissão provisória formada por deputados federais e estaduais, parte deles alinhados a Ratinho Jr.

Anibelli havia substituído o ex-deputado federal João Arruda, que deixou a presidência do MDB em 2020 para disputar a prefeitura de Curitiba.

O edital de convocação da convenção foi divulgado ontem, assinado pelo deputado federal Sérgio Souza, aliado do atual governador.

Requião reagiu divulgando vídeos nas redes sociais, anunciando que pretende lançar uma chapa para a disputa pela direção da legenda e pedindo apoio para ser o candidato da sigla ao governo.

Segundo ele, a chapa se chamará “Sempre PMDB”.

Em um dos vídeos, o ex-governador – que teve três mandatos no Palácio Iguaçu – fala de suas realizações e critica a atual direção do partido.

Em 2018, Requião não conseguiu se reeleger para o Senado.

O MDB já vinha sofrendo um processo de esvaziamento no Estado, com vários parlamentares e lideranças deixando a sigla por não concordarem com a forma do ex-governador conduzi-la.

Atualmente, o partido só tem dois deputados federais: Sérgio Souza e Hermes Parcianello; e dois estaduais: Anibelli e Requião Filho – este último filho do ex-senador.

Souza e Parcianello apoiam o governo Bolsonaro, de quem Requião é crítico, e Anibelli tem votado com a bancada de Ratinho Jr na Assembleia.

Caso perca a disputa interna no MDB, Requião pode deixar a legenda que ocupa há mais de quatro décadas.

Continue Lendo
Publicidade

Política

Vice prefeito Tiago Hansel assume comando do município de Quatro Pontes

Pelos próximo 10 dias, o município de Quatro Pontes será governado pelo vice-prefeito, Tiago Hansel, que ocupada também a Secretaria de Administração.

Ele substituirá o prefeito João Laufer, que entra em gozo de férias e pretende dar sequencia aos projetos em andamento, além de buscar novos recursos para serem investidos em Quatro Pontes…

 

Continue Lendo

Política

Vice prefeito de Pato Bragado deixará o comando da Secretaria Municipal de Saúde

Assessoria

“A proposta é que ele tenha mais tempo para participar efetivamente das ações de todas as secretarias, me ajudando a governar o município”, justificou o prefeito Mano.

O governo municipal de Pato Bragado terá mudança no primeiro escalão.

O vice-prefeito John Nodari, deixará o cargo de titular da Secretaria Municipal de Saúde, a qual comanda desde o governo anterior, de Mano e Dirceu.

Conforme justificou o prefeito Leomar Rohden – o Mano, como havia sido dito em campanha, John deixará a pasta para exercer com maior efetividade o cargo de vice-prefeito de Pato Bragado, participando mais ativamente das ações de toda a administração municipal. “Hoje, o John está bastante atarefado com a Secretaria, especialmente em função da pandemia do coronavírus e a proposta, é de que ele tenha mais tempo  para ajudar a governar o município ao meu lado, com o comprometimento de participar mais das ações em todas as secretarias da administração pública e estreitar os laços com a Câmara de Vereadores.

A decisão de mudança no primeiro escalão do governo, que já havia sido ajustada quando da definição de John Nodari para participar da majoritária, também foi validada em reuniões com os demais secretários municipais e com os vereadores de Pato Bragado.

John Nodari deixa a pasta da saúde, que comandou por quatro anos e meio, com o resultado de que fez um bom trabalho. “Deixo a secretaria em boas condições, em bom funcionamento, para poder me dedicar mais a administração municipal, dando atenção especial em todas as secretarias. Me propus a fazer um governo participativo com o prefeito Mano e é isso que vou fazer”.

Conforme adiantou prefeito Mano, o vice John Nodari deverá ser desligado da Secretaria de Saúde nos próximos dias, e o momento agora, é para escolha de um novo nome, para ser titular da pasta.

O prefeito Leomar Rohden fala sobre a mudança, enaltecendo o grande trabalho feito por John frente a Secretaria Municipal de Saúde…….ouça a entrevista……

 

Continue Lendo

Política

Ciro Nogueira confirma que vai assumir Ministério da Casa Civil

Agência Senado

O senador Ciro Nogueira  afirmou nesta terça-feira, 27, pelo Twitter que aceitou o convite para ser o novo ministro da Casa Civil do presidente Jair Bolsonaro.

 

 Anuncio foi feito após reunião com Bolsonaro hoje

 

A informação foi dada por Nogueira após reunião entre ele e o presidente Jair Bolsonaro nesta manhã no Palácio do Planalto.

A troca na Casa Civil provocou um rearranjo em outros ministérios. Atual chefe da pasta, o general Luiz Eduardo Ramos vai para a Secretaria-Geral da Presidência, comandada por Onyx Lorenzoni, que por sua vez irá para o futuro recriado Ministério do Trabalho, que se chamará Ministro do Emprego e Previdência.

As trocas ministeriais serão publicadas no Diário Oficial da União  e a criação da nova pasta será feita por meio de uma medida provisória, que precisa ser confirmada pelo Congresso em até quatro meses.

Nogueira exerce influência no governo desde meados de 2020 e tem um ex-assessor no comando de um órgão bilionário do Ministério da Educação, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação.

Agora, com Ciro Nogueira na Casa Civil, serão quatro os ministérios ocupados por partidos que integram o Centrão – que também tem os deputados João Roma (Republicanos-BA) na Cidadania, Fábio Faria (PSD-RN) nas Comunicações e Flávia Arruda (PL-DF) na Secretaria de Governo.

Sem legenda desde 2019, Bolsonaro tem citado o Progressistas como opção de partido para concorrer à reeleição em 2022.

Além do novo ministro da Casa Civil, a sigla também tem a liderança do governo na Câmara, com Ricardo Barros (PP-PR), e a presidência da Casa Legislativa, com Arthur Lira .

 

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.