Conectado com

Política

MDB vai a convenção dividido entre Requião e os que apoiam Ratinho Jr

O MDB do Paraná elege a nova direção estadual do partido no próximo dia 31, em meio a uma disputa entre o grupo do ex-governador Roberto Requião e deputados da legenda sobre os rumos da sigla nas eleições de 2022.

 

 Se perder a disputa interna, ele tende a deixar o partido 

 

Enquanto Requião sonha em retomar o controle do MDB para emplacar uma nova candidatura Palácio Iguaçu, parlamentares pretendem manter o comando da sigla para apoiarem a reeleição do governador Ratinho Júnior.

O MDB paranaense está sob intervenção da direção nacional desde fevereiro, quando o deputado estadual Antonio Anibelli foi substituído por uma comissão provisória formada por deputados federais e estaduais, parte deles alinhados a Ratinho Jr.

Anibelli havia substituído o ex-deputado federal João Arruda, que deixou a presidência do MDB em 2020 para disputar a prefeitura de Curitiba.

O edital de convocação da convenção foi divulgado ontem, assinado pelo deputado federal Sérgio Souza, aliado do atual governador.

Requião reagiu divulgando vídeos nas redes sociais, anunciando que pretende lançar uma chapa para a disputa pela direção da legenda e pedindo apoio para ser o candidato da sigla ao governo.

Segundo ele, a chapa se chamará “Sempre PMDB”.

Em um dos vídeos, o ex-governador – que teve três mandatos no Palácio Iguaçu – fala de suas realizações e critica a atual direção do partido.

Em 2018, Requião não conseguiu se reeleger para o Senado.

O MDB já vinha sofrendo um processo de esvaziamento no Estado, com vários parlamentares e lideranças deixando a sigla por não concordarem com a forma do ex-governador conduzi-la.

Atualmente, o partido só tem dois deputados federais: Sérgio Souza e Hermes Parcianello; e dois estaduais: Anibelli e Requião Filho – este último filho do ex-senador.

Souza e Parcianello apoiam o governo Bolsonaro, de quem Requião é crítico, e Anibelli tem votado com a bancada de Ratinho Jr na Assembleia.

Caso perca a disputa interna no MDB, Requião pode deixar a legenda que ocupa há mais de quatro décadas.

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Justiça eleitoral rondonense ultima detalhes para as eleições

Seguem intensos os trabalhos dos servidores do fórum eleitoral de Marechal Cândido Rondon, para atender às determinações do Tribunal Superior Eleitoral, com vistas as eleições do próximo domingo, dia 02 de outubro.

No caso da 121ª Zona Eleitoral, que além  da sede, abrange os municípios de Pato Bragado, Mercedes e Quatro Pontes, deverão ser concluídos nas próximas horas os trabalhos de treinamento dos mesários.

Conforme a juíza eleitoral, Dra. Berenice Nassar, o encurtamento dos prazos eleitorais, tornou necessária uma dedicação máxima dos servidores  na tomada de providências visando a realização do pleito …

 

Continue Lendo

Geral

Bares e restaurantes pedem que Paraná não adote Lei Seca nas eleições

O pedido é para que a medida seja válida para todos os 399 municípios do Paraná

 

A Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (Abrabar) fez um pedido à Secretaria de Segurança Pública  para que o Paraná não adote a Lei Seca na Eleição, que acontece no próximo domingo .

De acordo com a entidade, a legislação brasileira tem outros mecanismos para serem aplicados a infratores ou perturbadores do processo eleitoral, seja na legislação de trânsito, costumes ou de violência.

O presidente da Abrabar, Fabio Aguayo, destaca que bares e restaurantes do Paraná possuem um posicionamento histórico de contrariedade à Lei Seca.

Segundo ele, trata-se de “ uma medida retrógrada, lá do século passado. Hoje nós temos normas mais rígidas e que temos que aplicar. A Lei Seca é sempre uma resolução ou portaria, que ficou viciada no estado. O estado de Santa Catarina, por exemplo, já não aplica a medida há dez anos”.

Na carta encaminhada à Sesp, a entidade lembra que o Brasil vive um período pós pandemia, no qual o setor sofreu “imensamente e teve consequências irrecuperáveis”, causando uma grave crise econômica.

A última Lei Seca ocorreu no Paraná em 2014 pois em 2016, o consumo e venda de bebidas foi autorizada pela Justiça.

O pedido é para que a medida seja válida para todos os 399 municípios do Paraná.

Uma resposta à categoria pode ser dada nesta terça-feira , uma vez que as forças de segurança falarão sobre o esquema do próximo dia 2 em coletiva de imprensa no Tribunal Regional Eleitoral .

 

Continue Lendo

Geral

Eleitores não podem ser presos a partir de hoje

A partir desta terça-feira e até 48 horas depois do primeiro turno de votação, no próximo domingo, nenhum eleitor poderá ser preso por qualquer autoridade, a não ser que seja pego em flagrante delito ou condenado por crime inafiançável.

A outra exceção é se a pessoa impedir o salvo conduto de outro cidadão, prejudicando assim o livre exercício do voto.

O advogado rondonense, João Bersch, especialista em Direito Eleitoral, dá mais detalhes a respeito…

 

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.