Conectado com

Variedades

Morre o ator e diretor Jorge Fernando, aos 64 anos

Jorge Fernando no lançamento da novela 'Êta Mundo Bom', de 2016 — Foto: Globo / Paulo Belote

Na Globo desde 1978, ele estreou atuando no seriado ‘Ciranda, Cirandinha’. Como diretor, esteve à frente de 34 produções. Corpo será velado na terça-feira (29).

Morreu neste domingo (27), aos 64 anos, o ator e diretor Jorge Fernando. Ele estava internado no Hospital CopaStar, em Copacabana, Zona Sul do Rio. Jorge Fernando era diretor da TV Globo e seu último trabalho como diretor e ator aconteceu este ano, na novela das 19h “Verão 90”. Foi o retorno dele após dois anos afastado da TV, tempo em que se recuperou de um AVC.

Em nota, o Hospital Copa Star informou que ele morreu após dar entrada no fim da tarde deste domingo, devido a uma parada cardíaca “em decorrência de uma dissecção de aorta completa”.

O corpo de Jorge Fernando será velado na terça-feira (29), no Cemitério do Caju, na região Central do Rio. O velório será aberto ao público das 8h às 10h. Depois ficará restrito à família e amigos mais próximos.

Na Globo, Jorge Fernando dirigiu vários sucessos, como as novelas “Rainha da Sucata” e “Alma Gêmea”.

Ator, diretor, escritor e humorista, Jorge Fernando foi um artista completo que ajudou a revolucionar a forma de se fazer televisão no Brasil. Seu primeiro contato com a arte de atuar foi ainda adolescente na escola onde estudava no Méier, Zona Norte do Rio.

Na TV, ele estreou como ator em 1978, no seriado “Ciranda, Cirandinha”. Na década seguinte, Jorge Fernando trabalhou em várias produções, mas foi do outro lado das câmeras, como diretor, que ele encontrou sua verdadeira paixão.

Desde então, ele dirigiu 34 novelas, minisséries e seriados. Sua estreia como diretor foi em “Coração Alado”, de Janete Clair, em 1980.

Um dos seus sucessos mais marcantes foi “Guerra dos Sexos”, que tinha como protagonistas Fernanda Montenegro e Paulo Autran. Por seu trabalho na trama das 19h, ele foi premiado pela Associação Paulista de Críticos de Arte como o melhor diretor, em 1983, ao lado de Guel Arraes.

É de “Guerra dos Sexos” a cena clássica do café da manhã, uma das mais importantes da teledramaturgia brasileira. Quase 30 anos, ele teve a chance de fazer tudo de novo, quando dirigiu o remake da novela, em 2012.

Na década de 1990, muitas novelas dirigidas por ele marcaram uma geração. Como “Rainha da Sucata”, “Vamp”, “Deus nos Acuda” e “A Próxima Vítima”, que fez o Brasil parar no último capítulo, à espera da revelação de quem era o grande assassino.

Além das novelas, Jorge Fernando também fez história no humor. Com “Sai de Baixo”, ele levou o teatro de volta à TV e obrigou muita gente a dormir mais tarde nos domingos.

Um de seus sucessos mais recentes foi “Alma Gêmea”, em 2005. Foi uma das novelas das 18h com melhor média de audiência da história da Globo.

Depois de uma longa temporada com diretor, Jorge Fernando voltou a atuar em 2011, no seriado “Macho Man”. Da TV para o teatro, dirigiu Cláudia Raia no musical “Não Fuja da Raia”.

Mas foi no espetáculo “Boom” que ele fez o que sabia de melhor: cantou, dançou e deu vida a vários personagens.

Foi o ensaio geral para a peça autobiográfica, “Salve Jorge”. No espetáculo, Jorge Fernando reuniu histórias que marcaram sua trajetória profissional. TV, cinema e teatro juntos, recontando com muito humor um pouco da história de um dos maiores nomes da cultura brasileira.

Fonte: G1

Continue Lendo
Publicidade

Geral

6º Festival de Eco Turismo – Neste final de semana em Porto Mendes

Continue Lendo

Variedades

Enem termina com 27,19% de ausentes, menor taxa desde 2009

Arte EBC

O Exame Nacional do Ensino Médio terminou ontem e, ao todo, estiveram presentes nesse segundo dia de aplicação, 3 milhões e 700 mil do total de 5 milhões e 100 mil candidatos inscritos.

Aqueles que faltaram ao exame correspondem a 27,19% do total.

Os números foram divulgados pelo Ministério da Educação e pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira.

Segundo o ministro da Educação, Abraham Weintraub, houve a menor abstenção de todos os tempos, tanto no primeiro dia, quanto ontem.

A porcentagem de abstenção no segundo dia superou a menor taxa até então, que era a de 2015, quando 27,33% dos candidatos inscritos não compareceram ao exame.

A taxa do primeiro dia, que foi 23,1% superou a de 2018, até então a mais baixa, que foi de 24,76%.

A contagem é feita desde 2009, quando o exame foi reformulado para selecionar estudantes para universidades brasileiras.

No total, foram eliminados, no Enem, 747 participantes, sendo 371 candidatos no segundo dia de exame e 376 pessoas no primeiro dia. Esses participantes descumpriram as regras do exame.

Neste ano, as regras de segurança ficaram mais rígidas.

Participantes cujos celulares ou quaisquer outros objetos eletrônicos emitissem som foram eliminados, mesmo que esses aparelhos estivessem dentro do envelope porta-objetos que é entregue a cada participante e fica lacrado durante a aplicação.

Os gabaritos oficiais serão divulgados nesta quarta-feira.

Continue Lendo

Variedades

Fenômeno trânsito de Mercúrio só poderá ser observado através de telescópios

Um fenômeno que acontece apenas 13 vezes em cada século poderá ser testemunhado nesta segunda-feira: o chamado “trânsito de Mercúrio”, quando o planeta fica perfeitamente alinhado ao Sol e à Terra.

Quem perder esta oportunidade, só poderá conferir o evento astronômico novamente em novembro de 2032.

O alinhamento, contudo, só poderá ser observado através de telescópios, devido ao tamanho reduzido de Mercúrio.

A duração do trânsito é de cinco horas e meia, com início às 9 horas e 35 minutos e fim às 15 horas e 4 minutos.

Mesmo usando telescópio, o espectador deve dotar o equipamento de filtros solares seguros, para conferir a atração sem queimar os olhos.

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.