Conectado com

Geral

Nova gasolina se torna obrigatória em agosto e deve ser mais cara

Ilustrativa

 De acordo com a ANP, melhora na qualidade vai permitir redução de 4% a 6% no consumo do combustível por quilômetro rodado

A partir do próximo dia 3 de agosto, toda a gasolina vendida no país terá que seguir novas especificações da Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP) que melhoram o rendimento dos veículos. A expectativa, porém, é que a melhoria da qualidade tenha impacto no preço do combustível.

 

As novas especificações foram definidas pela ANP em janeiro, com o objetivo de preencher lacunas na legislação que permitiam a produção ou importação de gasolina de menor qualidade. As novas regras estipulam uma massa específica mínima e um valor mínimo de octanagen RON (sigla em inglês para número de octanas pesquisa).

 

Na primeira fase das mudanças, que entram em vigor em 3 de agosto, o valor mínimo de RON será 92. Em janeiro de 2022, o número é elevado para 93, mais próximo dos 95 vigentes na maior parte da Europa. Para a gasolina premium, o valor mínimo será de 97 já em agosto deste ano.

As mudanças nas especificações eram defendidas pelas montadoras de veículos por facilitar o ajuste dos motores, mas esbarrava nas características do parque de refino da Petrobras. A estatal diz que vem preparando suas refinarias há alguns meses e que hoje todas já produzem seguindo as novas especificações.

Segundo a estatal, a melhora na qualidade vai permitir redução de 4% a 6% no consumo de gasolina por quilômetro rodado. A Petrobras diz ainda que a nova especificação da gasolina melhora o desempenho do motor, a dirigibilidade e o tempo de resposta na partida a frio, além de manter aquecimento adequado do motor.

A ANP acrescenta que a mudança vai permitir a introdução no país de motores mais eficientes, com menor consumo e menos poluentes. Antes de janeiro, as regras brasileiras não estabeleciam limites mínimos de massa específica nem valor mínimo de RON, o que permitia a importação de gasolinas mais leves.

O mercado de combustíveis espera elevação do preço com a venda de uma gasolina mais nobre. Segundo a Argus Media, empresa especializada em preços de commodities energéticas, contratos de importação de gasolina americana para o Brasil já trazem novos parâmetros de preço.

As cargas negociadas para desembarque e agosto estão, em médio, US$ 0,05 por galão (o equivalente a R$ 0,07 por litro) mais caras do que a média apurada em maio e junho. Enquete feita pela empresa no mercado apontou expectativas de elevação do preço entre US$ 0,04 e US$ 0,07 por galão (R$ 0,05 a R$ 0,09 por litro)

A Petrobras diz que eventual elevação de preço será compensada pelo ganho de rendimento do motor, “porque o consumidor vai rodar mais quilômetros por litro”. A empresa destacou ainda que o preço é definido pela cotação no mercado internacional e tem outras variáveis, como frete e câmbio, que podem influenciar o valor final.

O preço de venda da gasolina pelas refinaras da Petrobras representa 28% do preço final do combustível – o restante são impostos e margens de lucro de postos e distribuidoras. Desde maio, com a recuperação das cotações do petróleo, a estatal promoveu oito reajustes no combustível, com alta acumulada de 60%.

Fonte: GauchaZH

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Marechal Rondon registra nova redução nos casos ativos de covid-19

O município de Marechal Cândido Rondon registrou novamente queda no numero de casos ativos de coronavirus.

O boletim de quinta-feira (17) registrava 108 casos ativos; e o de hoje (18) confirmou 96 casos ativos.

O boletim indica que dos 589 casos de Covid-19 já registrados no município, 96 rondonenses  ainda estão ativos sendo transmissíveis do vírus.

Dos casos ativos, quatro estão internados na UTI, dois na UPA e hospital, e 90 estão em isolamento domiciliar.

O município já registrou 488 casos recuperados da doença e cinco óbitos.

Há ainda 644 pessoas em monitoramento e 128 casos suspeitos aguardando resultado do exame, sendo que destes suspeitos, três pessoas estão internadas na UTI e duas pessoas na UPA.

4.292 pessoas já foram liberadas da quarentena e 3315 casos suspeitos foram descartados.

Continue Lendo

Geral

Marechal Rondon registra novo aumento expressivo de casos ativos de coronavírus

O município de Marechal Cândido Rondon registra novamente um expressivo aumento no numero de casos ativos de coronavirus.

O boletim anterior, da data de ontem (17) confirmavam 79 casos ativos da doença; o boletim de hoje (18) confirma são 108 casos ativos.

98 casos suspeitos de covid-19 aguardam o resultado do exame.

O boletim indica que dos 587 casos de Covid-19 já registrados no município, 108 rondonenses  ainda estão ativos sendo transmissíveis do vírus.

Dos casos ativos, quatro estão internados na UTI, três na UPA e hospital, e 101 estão em isolamento domiciliar.

O município já registrou 474 casos recuperados da doença e cinco óbitos.

Há ainda 671 pessoas em monitoramento e 98 casos suspeitos aguardando resultado do exame, sendo que destes suspeitos, três pessoas estão internadas na UTI e outra uma pessoa na UPA.

4.194 pessoas já foram liberadas da quarentena e 3309 casos suspeitos foram descartados.

Continue Lendo

Geral

Policia define linha de investigação no assassinato do sócio da Quenn Anne em Salto Del Guaira

Ainda não foram liberadas novas informações a respeito do assassinato do empresário Cristóbal Rojas, o “Nene”, socio do Shopping Quenn Anne, de Salto Del Guaira, no Paraguai.

Na terça-feira a tarde, ele foi visitar o túmulo do seu filho, no cemiterio de Salto, de onde segundo testemunhas, foi sequestrado por dois homens que utilizaram o proprio veículo da vitima,uma camionete Toyota Hillux, para fugir.

Familiares somente acionaram a policia e comunicaram sobre o desaparecimento do empresário na madrugada de quarta-feira, sendo que no decorrer da manha do mesmo dia, o corpo dele foi encontrado, apresentando sinais de tortura antes de ser baleado e morto.

O ministro do Interior do Paraguai, Euclides Acevedo, adiantou que as autoridades trabalham com a hipótese de que o assassinato do socio do Shopping Quenn Anne, estaria vinculado a Operação Status.

Mais detalhes nao foram revelados, apenas de que o crime pode ser uma espécie de efeito colateral, em virtude das  associações economico-financeiras ligadas às casas de câmbio no país vizinho.

A Promotoria paraguaia confirmou que o empresario assassinado tinha participação majoritária em uma das casas de câmbio intervencionadas no âmbito da Operação Status.

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.