Conectado com

Agricultura

Novas regras para guardar sementes entram em vigor no dia 21 de março

A partir do dia 21 de março, os produtores rurais terão novas regras para seguir se optarem por guardar sementes de uma safra para outra.

O Decreto 10.586 de 2020 será o novo marco regulamentador da prática, o que vai exigir adequação por parte dos agricultores.

O assunto foi o tema principal da primeira reunião de 2021 da Comissão Técnica de Cereais, Fibras e Oleaginosas da FAEP.

O encontro ocorreu de forma virtual com a participação de mais de 140 pessoas, entre membros da CT, presidentes e trabalhadores dos sindicatos rurais de todas as regiões do Paraná.

Segundo o presidente da Comissão Técnica, Nelson Paludo, as sementes salvas são um tema muito importante, já que é um direito e sempre pregamos para que seja exercido dentro da legalidade.

Por sua vez, Ana Paula Kowalski, do Departamento Técnico e Econômico da FAEP, lembrou que apesar das regras começarem a valer em março, é preciso atenção por causa da dinâmica da safra.

As sementes que serão usadas na safra 2021/22 precisam ter o planejamento e cumprir todos os trâmites necessários junto às autoridades fitossanitárias na temporada atual [2020/21].

Na ocasião, o auditor fiscal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Ildomar Fischer, fez uma explanação sobre toda a legislação e portarias que regulamenta o tema, além de falar sobre as peculiaridades para guardar sementes nas principais culturas, como milho e soja.

Entre as principais mudanças destacadas por Fischer está a exigibilidade da declaração de reserva de sementes para uso próprio para todas as cultivares, tanto protegidas quanto para uso próprio.

Outro ponto importante é a tolerância de uma reserva técnica para a quantidade final reservada.

Além disso, a reserva feita em desacordo com as normas vai passar a ser considerada produção ilegal de sementes, com autuação administrativa equivalente a “produtor pirata”.

Quem tiver dúvidas sobre como proceder em relação às sementes salvas, basta procurar o Sindicato Rural em que é associado.

Continue Lendo
Publicidade

Agricultura

Perdas nas lavouras são ínfimas se comparadas aos preços das commodities

Embora a produtividade esteja aquém do esperado, o resultado final da safra de verão 2020/2021 deverá será de uma boa lucratividade para os agricultores da microrregião de Marechal Cândido Rondon.

As perdas resultantes das condições climáticas adversas podem ser consideradas ínfimas, se comparadas ao preço pago pela saca de 60 quilos da soja – 158 reais na abertura do mercado desta quinta-feira.

Em paralelo a colheita da soja está acontecendo o plantio da 2ª safra de milho, mais conhecida como “safrinha de milho”, cujas chuvas de ontem para hoje vieram em boa hora para a germinação.

Quem avalia a colheita da safra de verão e o início da “safrinha” é o engenheiro agrônomo Cristiano da Cunha, da Indústria Horizonte, de Mal. Cândido Rondon…

 

 

 

Continue Lendo

Agricultura

Agropecuária foi o único setor que cresceu no PIB de 2020

Atividade avançou 2% em relação a 2019, apoiada em safra e preços recordes e demanda aquecida

 

Em ano de fortes perdas geradas pela pandemia do coronavírus, a agropecuária foi o único dos três grandes setores da economia  que cresceu em 2020.

Em relação a 2019, o segmento avançou 2%, em meio a uma queda de 4,1% do Produto Interno Bruto, segundo mostram dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística nesta quarta-feira (3).

Segundo o IBGE, essa alta ocorreu pelo crescimento e ganho de produtividade das lavouras, com destaque para a soja,  7,1%  e o café com 24,4% , que alcançaram produções recordes na série histórica.

Por outro lado, no 4º trimestre de 2020, em relação a igual período de 2019, o agro teve variação negativa de 0,4% por perdas em culturas como a laranja e o fumo.

A safra recorde de grãos de 257,8 milhões de toneladas em 2019/2020; Investimento dos produtores em pacotes tecnológicos avançados – sementes, defensivos, fertilizantes e rações de maior qualidade;

Clima favorável;

Para este ano, a expectativa é de mais crescimento, apesar de algumas preocupações dos produtores com o clima e custos de produção.

Tecnicos da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, esperam que a agropecuária avance mais 2,5% no PIB de 2021, apoiada na expectativa de mais uma safra recorde de grãos, estimada em 268 milhões e 300 mil  toneladas pela Companhia Nacional de Abastecimento , até o momento.

Na previsão dos técnicos, a colheita de grãos deve ser maior este ano do que em 2020, mas ela não deve vir tão boa quanto se esperava por questões climáticas e estabilização dos preços.

Continue Lendo

Agricultura

Conab orienta produtores sobre perdas em transporte e armazenagem de grãos

Os agricultores e agentes do setor poderão acompanhar os estágios de crescimento e desenvolvimento das lavouras do país.

 

 

Agora, além dos percentuais de plantio e colheita, a Companhia Nacional de Abastecimento passa a informar a fenologia das plantas.

A nova informação estará publicada a partir de agora no boletim do Progresso de Safra, divulgado no site da Conab a partir das 18 horas.

A iniciativa consolida os dados levantados pela Companhia em todo o país, além de trazer um retrato mais próximo das fases de crescimento e desenvolvimento encontrados nas lavouras das principais culturas cultivadas.

Outro objetivo da proposta é ampliar o acesso às informações coletadas no campo, permitindo o aumento da transparência das atividades realizadas, com confiabilidade para o setor.

O primeiro levantamento do Progresso de Safra foi publicado em novembro do ano passado trazendo o andamento dos cultivos e permitindo  que o setor tenha dados atualizados com agilidade.

Atualmente, a publicação traz indicações sobre milho, soja, arroz e algodão.

Também serão disponibilizados no site da Conab outros produtos, como feijão e trigo, de acordo com o calendário de plantio destas culturas.

Outra ferramenta lançada pela Conab e que está a disposição dos agricultores, é a edição   2021 do livro Perdas em transporte e armazenagem de grãos .

Conforme João Intini, oficial de politicas e sistemas da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação,  são estudos que poderão incrementar para o mundo a produção de alimentos..

 

Quem também fala a respeito é o presidente da Comissão de Agricultura e Pecuária do Brasil, Mario Borba….

 

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.