Conectado com

Geral

Novos procedimentos padronizam serviço de defesa vegetal no Paraná –

Os novos procedimentos para certificação fitossanitária, de origem e consolidada, estão ajudando a agilizar e padronizar o serviço de defesa vegetal no Paraná.

 Ele estão previstas em portaria da Adapar 

Eles são previstos na Portaria nº 130 da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná, que regulamenta a utilização do Sistema de Defesa Sanitária Vegetal, pelos responsáveis técnicos habilitados.

Conforme a nova norma, o Certificado Fitossanitário de Origem e o Certificado Fitossanitário de Origem Consolidado, devem ser emitidos exclusivamente por meio do Sistema de Defesa Sanitária Vegetal.

Cabe ao responsável técnico realizar todos os procedimentos necessários no sistema, conforme as orientações da Adapar.

Segundo o Coordenador do Programa de Certificação, Rastreabilidade e Epidemiologia Vegetal da Adapar, Juliano Farinácio Galhardo, o sistema já vem sendo utilizado com sucesso, e foi muito bem recebido por técnicos, produtores rurais e comerciantes, pois agilizou e trouxe maior confiabilidade aos procedimentos de certificação fitossanitária de origem e consolidada.

O gerente de Sanidade Vegetal da Adapar, Renato Rezende, explicou que o CFO e CFOC são documentos que atestam a condição fitossanitária dos produtos vegetais.

Quando utilizados em conformidade com a legislação, eles mitigam o risco de disseminação de pragas e fundamentam a emissão da Permissão de Trânsito Vegetal, possibilitando o acesso dos produtos paranaenses aos mais diferentes mercados.

O acesso ao sistema deve ser realizado mediante utilização de nome de usuário e senha pessoal, sendo o usuário o responsável pela veracidade e conformidade dos dados que inserir.

Se constatar utilização indevida do SDSV, a Adapar pode bloquear o acesso do usuário, assim como adotar medidas cautelares, como impedimento da emissão de CFO, CFOC e da PTV.

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Comunidade escolar aprova implantação de Colégio Cívico Militar no Frentino Sackser e no Marechal Rondon do São Lucas

Reportagem com Maiko Bucker

 

 

Continue Lendo

Geral

Estado inicia ciclo de webconferências para enfrentar a dengue

Ilustrativa

A Secretaria da Saúde do Paraná deu início ontem ao ciclo de webconferências sobre Atenção e Vigilância à Saúde no enfrentamento da dengue.

 

O ciclo passado registrou recorde no número de casos

 

Cerca de 300 profissionais que atuam na rede de Atenção Primária, estadual e municipal, participaram da atividade que será replicada para novos grupos profissionais também da Urgência e Emergência, com a programação de mais cinco webconferências.

O objetivo é integrar as ações das duas áreas técnicas responsáveis pelo acolhimento, atendimento e tratamento do paciente com dengue.

Esta integração das áreas faz parte do Plano de Ação para Enfrentamento da Dengue, Zika Vírus e Febre Chikungunya no Paraná 2020/2021.

Além da própria doença, a preocupação é com a pandemia do novo coronavírus que, embora com números estáveis nas últimas semanas, ainda é causa de atenção da secretaria.

Segundo o secretário da Saúde, Beto Preto, neste momento crítico para a saúde, em que a população enfrenta a epidemia da dengue e ainda a pandemia da Covid-19, é necessário evidenciar a informação, atualizar e capacitar as equipes técnicas e alinhar protocolos de atendimento, com a meta de melhorar a condição de saúde.

Ele explicou que existe o risco de haver neste momento casos de infecção concomitantes do coronavírus e da dengue, com prejuízos enormes para a saúde.

Por isso, a capacitação e integração de ações antecedendo a temporada de chuvas, disse a coordenadora de Vigilância Ambiental da Secretaria da Saúde, Ivana Belmonte.

No período de monitoramento anterior, o Estado registrou a maior epidemia de dengue, com 227 mil confirmações e 177 óbitos.

Continue Lendo

Geral

Igreja Cristo E Vida repassa donativos auferidos em prol da UOPECCAN

 A Igreja Luterana Cristo é Vida, de Marechal Cândido Rondon, realizou ontem, terça-feira, a entrega de 700 litros de leite longa-vida arrecadado na campanha “Doe Leite, em Prol da Uopeccan” – Hospital do Câncer de Cascavel.

A campanha foi desenvolvida em conjunto com as Congregações Cristo Rei, do distrito de Margarida, e Simão, da Linha Arara, através do Projeto Vila Solidária, responsável pelo trabalho de ação Social da comunidade.

Segundo os organizadores, a campanha superou a expectativa, pois a meta era a arrecadação de 503 litros de leite, quantidade que faz alusão à celebração dos 503 anos da Reforma Luterana.

A entrega foi realizada pelo pastor Cláudio Bündchen, pelo presidente da Congregação, Douglas Berwig, e demais membros da diretoria, contando com a presença dos representantes da Uopeccan, Kelyn Aires, gerente de Assuntos Institucionais, e Wilson Riedlinger, diretor de Relações Públicas.

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.