Conectado com

Geral

Paraná diz não ao uso do fracking na exploração do gás de xisto

A Agência do Petróleo questiona a medida adotada

Na última semana, o governador Carlos Massa Ratinho Junior sancionou a lei 18.878, que veta o uso desta metodologia de extração de energia.
“O Paraná não pode arriscar seu principal ativo, que é o agronegócio, para entrar numa aventura de produção de gás reconhecida como altamente poluente”, explica o chefe da Casa Civil, Guto Silva. Assim como o atual secretário de Desenvolvimento Sustentável e Turismo, Marcio Nunes, Guto Silva foi um dos deputados estaduais que assinaram a primeira lei sobre o tema, de 2016, que suspendeu o uso do fracking por 10 anos.
A nova lei, recém – sancionada, torna o veto definitivo e demonstra a importância que o assunto tem para o Estado. A proibição do fracking está alinhada ao projeto de desenvolvimento traçado pelo governador Ratinho Junior, que quer posicionar o Paraná como um dos principais produtores de alimentos do mundo.
“Temos uma vocação consistente no agronegócio sustentável, que irriga a economia do interior, pulsa nas cidades e bate recordes todos os anos. Por outro lado, também somos um grande produtor de energia renovável, a hidrelétrica. Então não tem sentido permitir o fracking”, defende o chefe da Casa Civil.
Nem mesmo o anúncio da Agência Nacional do Petróleo de que entrará com uma ação direta de inconstitucionalidade contra a lei do Paraná preocupa o governo. “Qualquer demanda judicial será respondida e defendida. O Estado tem o direito de legislar sobre o meio ambiente”, reforça Silva.
O fracking, ou fraturamento hidráulico, é uma tecnologia utilizada para a extração do gás do folhelho pirobetuminoso de xisto. Em poços cavados nas rochas são injetados água sob pressão e centenas de produtos químicos considerados tóxicos e poluentes.
Entre os riscos do fracking, apontados por técnicos agrícolas e ambientais, está a contaminação da água, solo e ar, o que pode prejudicar a produção agrícola e acarretar riscos à biodiversidade e à saúde.
Continue Lendo
Publicidade

Geral

Moradores de Toledo e Marechal Rondon registram queda de granizo

A forte chuva que caiu sobre Toledo na manhã deste sábado (13) veio acompanhada de granizo, em alguns pontos.

Um dos locais mais atingidos foi o distrito de Novo Sobradinho, onde moradores registraram uma grande quantidade de granizo. Veja as fotos e vídeo abaixo.

Além de Toledo, também houve registro de granizo em Marechal Rondon.

Fonte: Ponto da Notícia
Continue Lendo

Geral

Jovem motociclista que morreu no acidente de Sede Alvorada trabalhava em Marechal Rondon

Foto: Redes Sociais

PRF dá detalhes do acidente que causou a morte de Andressa Gabriela Harms, 26 anos

 

O inspetor Vidor da Polícia Rodoviária Federal, conversou com a imprensa e deu detalhes sobre a dinâmica do acidente que vitimou fatalmente Andressa Gabriela Harms, na tarde desta sexta-feira (12). Andressa trabalhava em uma cooperativa em Marechal Cândido Rondon.

De acordo com as redes sociais de Andressa, ela era natural de Boa Vista da Aparecida e residia desde 2023 em Marechal Rondon onde trabalhava no RH de uma cooperativa.

Segundo o inspetor, um Celta seguia no sentido Cascavel a Toledo pela rodovia BR-163, quando o condutor perdeu o controle do veículo, atravessou o canteiro central, atingiu um caminhão e parou atravessado no meio da rodovia.

Na sequência, uma motocicleta colidiu na lateral do Celta, e a motociclista entrou em óbito na hora. Infelizmente, a motociclista perdeu a vida na hora e seus pertences ficaram espalhados na rodovia. Devido a força do impacto, o carro e a moto ficaram extremamente danificados. Além da morte de Andressa, uma mulher que estava no Celta ficou ferida e foi avaliada pelos socorristas do Samu e do Siate.

O corpo da vítima será recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML) e deverá passar por exames de necropsia antes de ser liberado aos familiares para os atos fúnebres. Ainda não há informações de onde e quando acontecerá o velório da jovem de 26 anos.

Fonte: Aquiagora

Continue Lendo

Geral

Principio de incêndio em pizzaria rondonense mobiliza bombeiros

Apesar de muita fumaça situação foi controlada

Um princípio de incêndio no Pizzaria Fornetto localizada a Rua Curitiba, nas proximidades da Copagril, mobilizou equipes do Corpo de Bombeiros de Marechal Cândido Rondon na tarde desta sexta-feira (12).

A fumaça começou no reservado dos fornos do estabelecimento e foi percebida por vizinhos que rapidamente avisaram os proprietários e acionaram o Corpo de Bombeiros.

Duas unidades da corporação marcaram presença e controlaram a situação.

Ninguém resultou com ferimentos.

Foto

Foto

Foto

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.