Conectado com

Política

Paraná diz não ao uso do fracking na exploração do gás de xisto

A Agência do Petróleo questiona a medida adotada

Na última semana, o governador Carlos Massa Ratinho Junior sancionou a lei 18.878, que veta o uso desta metodologia de extração de energia.
“O Paraná não pode arriscar seu principal ativo, que é o agronegócio, para entrar numa aventura de produção de gás reconhecida como altamente poluente”, explica o chefe da Casa Civil, Guto Silva. Assim como o atual secretário de Desenvolvimento Sustentável e Turismo, Marcio Nunes, Guto Silva foi um dos deputados estaduais que assinaram a primeira lei sobre o tema, de 2016, que suspendeu o uso do fracking por 10 anos.
A nova lei, recém – sancionada, torna o veto definitivo e demonstra a importância que o assunto tem para o Estado. A proibição do fracking está alinhada ao projeto de desenvolvimento traçado pelo governador Ratinho Junior, que quer posicionar o Paraná como um dos principais produtores de alimentos do mundo.
“Temos uma vocação consistente no agronegócio sustentável, que irriga a economia do interior, pulsa nas cidades e bate recordes todos os anos. Por outro lado, também somos um grande produtor de energia renovável, a hidrelétrica. Então não tem sentido permitir o fracking”, defende o chefe da Casa Civil.
Nem mesmo o anúncio da Agência Nacional do Petróleo de que entrará com uma ação direta de inconstitucionalidade contra a lei do Paraná preocupa o governo. “Qualquer demanda judicial será respondida e defendida. O Estado tem o direito de legislar sobre o meio ambiente”, reforça Silva.
O fracking, ou fraturamento hidráulico, é uma tecnologia utilizada para a extração do gás do folhelho pirobetuminoso de xisto. Em poços cavados nas rochas são injetados água sob pressão e centenas de produtos químicos considerados tóxicos e poluentes.
Entre os riscos do fracking, apontados por técnicos agrícolas e ambientais, está a contaminação da água, solo e ar, o que pode prejudicar a produção agrícola e acarretar riscos à biodiversidade e à saúde.
Continue Lendo
Publicidade

Geral

Iniciada a preparação para a pavimentação asfáltica de mais de R$ 7 milhões em Iguiporã

Todas as ruas da sede do distrito serão beneficiadas

 

A empresa Construmaq Pavimentações LTDA, vencedora do processo licitatório, iniciou nesta semana os trabalhos de preparação de ruas no distrito de Iguiporã, que receberão pavimentação asfáltica. A obra demandará investimentos de R$ 7.259.279,43, com recursos próprios da prefeitura de Marechal Cândido Rondon.

Todas as ruas da sede do distrito serão beneficiadas. O pavimento asfáltico existente será recapado. Haverá também o recape asfáltico das ruas que possuem pedras irregulares e pavimento asfáltico novo em várias vias. No total, 42.371,69m² serão asfaltados.

Nenhuma descrição de foto disponível.

Pode ser uma imagem de ao ar livre

Pode ser uma imagem de 1 pessoa e ao ar livre

Pode ser uma imagem de ao ar livre

Fonte: Assessoria

Continue Lendo

Geral

Prefeito em exercício de Pato Bragado cumpre agenda e garante recursos em Curitiba

Foto: Assessoria

O prefeito em exercício de Pato Bragado, John Nodari, cumpre agenda nesta semana, no Governo do Estado, em Curitiba.

Diversos encontros já acontecerão, incluindo reuniões na Secretaria de Segurança Publica e na pasta da saúde…..

 

Continue Lendo

Esportes

Vereador Gordinho do Suco destaca a construção do Complexo de Esporte e Lazer da Vila Gaúcha

Arquivo Difusora

A empreiteira vencedora da licitação segue na execução dos serviços para a construção do Complexo de Esporte e Lazer da Vila Gaúcha, em Marechal Rondon.

Os investimentos são mais de R$ 760 mil reais, com recursos próprios do município.

A obra será construída na rua 25 de Julho, esquina com a rua Américo Vespúcio, e será constituída de campo society, praça com playground infantil, quadra de basquete 3×3 e academia da terceira idade.

O Complexo de Esporte e Lazer atende um pedido antigo dos moradores da região do Bairro Vila Gaúcha.

O vereador Gordinho do Suco, fala sobre o investimento…

 

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.