Conectado com

Geral

Paraná tenta conter crescimento no número de casos de câncer de próstata

Divulgação

Depois do outubro rosa, marcado pelas campanhas de prevenção ao câncer de mama, a chegada do 11º mês do ano marca também o início da campanha Novembro Azul, dedicado ás ações de enfrentamento e conscientização sobre o câncer de próstata e a saúde do homem.

 Em menos de duas décadas o aumento foi de 100% 

No Paraná, dados do Ministério da Saúde mostram que, em pouco menos de duas décadas, o número de mortes relacionadas ao câncer de próstata – o segundo tipo de neoplasia que mais acomete aos homens, atrás apenas do câncer de pele não melanoma – cresceu 100,8%.

Há 20 anos, em 1999, haviam sido 527 registros de óbito no estado, enquanto em 2017, último ano com dados disponíveis ao público no Sistema de Informações sobre Mortalidade, haviam sido 1.058 registros.

O número é também o maior de mortes pela doença desde o início da série histórica do Sistema de Informações, em 1979.

Além dos dados referentes aos óbitos, o Instituto Nacional de Câncer estima que em 2019 sejam diagnosticados 5.480 novos casos no Paraná, com média de 15 diagnósticos por dia ou um diagnóstico a cada 95 minutos.

No País inteiro, a previsão do INCA é de aproximadamente 69 mil novos casos de câncer de próstata, com taxa em 66,12.

Tal número aponta que a incidência da neoplasia é 47,35% maior no Paraná do que na média da federação, enquanto na Capital a diferença em relação ao país é de 35,13%.

Homens a partir dos 50 anos devem procurar anualmente algum posto de saúde para realizar exames de rotina para prevenir o câncer de próstata, foco principal da campanha Novembro Azul.

O toque retal é o teste mais utilizado e eficaz quando aliado ao exame de sangue PSA, que pode identificar o aumento de uma proteína produzida pela próstata, o que seria um indício da doença.

Caso a doença seja comprovada, o médico pode indicar radioterapia, cirurgia ou até tratamento hormonal.

 

 

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Diretora do Hemepar visita as obras do CIS e da unidade de coleta de sangue

A nova diretora do Hemepar (Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná), de Curitiba, Vivian Patrícia Raiksa, acompanhada da secretária municipal de Saúde, Marciane Specht, realizou uma visita às obras de reforma e de ampliação do CIS (Centro Integrado de Saúde), em Marechal Cândido Rondon. Também participaram da visita, Vânia Frigotto, servidora da UCT (unidade de coleta e transfusão) de Toledo, e Leandro Dalamaria, da Secretaria Municipal de Saúde.

No CIS estará instalada a primeira unidade de coleta de sangue do Hemepar, que tende a se consolidar como referência em nível de Paraná.

As obras no CIS recebem aporte financeiro de aproximadamente R$ 1 milhão, dos quais R$ 447.055,00 oriundos do governo federal, através do Ministério da Saúde, e outros R$ 548.371,49 provenientes de recursos próprios da administração municipal.

As inaugurações do CIS e da unidade de coleta de sangue deverão ocorrer em breve.

Pode ser uma imagem de 4 pessoas

Pode ser uma imagem de 4 pessoas

Fonte: Assessoria

Continue Lendo

Geral

Encontro em Curitiba trata sobre a implantação da Delegacia da Mulher em Marechal Rondon

A audiência reuniu a secretária de Assistência Social rondonense e o delegado-geral da Polícia Civil do Paraná

 

A secretária de Assistência Social de Marechal Cândido Rondon, Josiane Laborde Rauber, está em Curitiba, onde mantém agenda de encontros e reuniões. Na tarde de quarta-feira (28), ela esteve em audiência com o delegado-geral da Polícia Civil do Paraná, Silvio Jacob Rockembach, para tratar sobre a implantação da Delegacia da Mulher em Marechal Cândido Rondon. Também participou do encontro o diretor de gabinete do deputado estadual Hussein Bakri, Everton Souza. As tratativas sobre o assunto iniciaram já em 2021, com o Secretário da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos, Ney Leprevost.

Silvio destacou que há a previsão de construção de uma Delegacia Cidadã no município rondonense, que abrigará esse espaço especial e adequado para o atendimento às mulheres. “Está dentro do nosso planejamento e envolve questões estruturais. A Polícia Civil tem o compromisso de avançar nesta questão de melhorar o atendimento às mulheres na comarca de Marechal Cândido Rondon. Vamos trabalhar para isso”, destacou o delegado geral.

 

Fonte: Assessoria

Continue Lendo

Geral

Caminhoneiro questiona atendimento das novas concessionárias do pedágio

As concessionárias Via Araucária e EPR Litoral Pioneiro iniciaram nesta quarta-feira às operações das rodovias do Paraná dos Lotes 1 e 2.

Com isso, os usuários de mais de mil quilômetros de estradas paranaenses passaram a ter à disposição novos serviços operacionais e de assistência em caso de emergência, como atendimento de guinchos, ambulâncias e retirada de animais das pistas.

E o primeiro dia de operação foi movimentado.

Segundo balanço das concessionárias, até as 16 horas de ontem mostrava que foram muitos os atendimentos realizados.

Somando as duas empresas, foram 243 atendimentos realizados, incluindo socorro a panes mecânicas, recolhimento de animais na pista, veículos danificados, acidentes e pane seca, entre tantos.

O caminhoneiro Evandro Schneider, que residente em Entre Rios do Oeste e trabalha para uma Transportadora de Marechal Cândido Rondon, questiona o balanço feito pelas novas concessionárias…

 

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.