Conectado com

Policial

Polícia revela detalhes de operação contra traficantes e homicidas na região

Uma quadrilha envolvida em tráfico de drogas, tráfico de armas e homicídios foi alvo da operação “Adsumus”, nesta quarta-feira, deflagrada em várias cidades do Paraná.

Ao todo, a Polícia Civil cumpriu 54 mandados judiciais, sendo 28 mandados de busca e apreensão e 26 mandados de prisão.

As ações, que contarem com o apoio da Polícia Militar, aconteceram simultaneamente em Quedas do Iguaçu e Guarapuava, na região centro-sul do Estado, em Três Barras do Paraná e Cascavel, na região oeste, e em Dois Vizinhos, na região sudoeste.

O delegado de Polícia Civil de Quedas do Iguaçu, Alex Sandro Marcos, fez um balanço da operação após o término dos trabalhos e explicou que o grupo atua a partir de Quedas do Iguaçu, na região centro-sul do Estado, sendo chefiado por dois irmãos, homem e mulher.

Segundo ele, as investigações estão em curso desde 2017, quando uma onda de homicídios foi registrada, inclusive com a morte do Secretário de Obras de Quedas do Iguaçu, Jair de Andrade.

A partir disso, a apuração de fatos levou à existência de uma organização criminosa na cidade.

De lá para cá foram feitas algumas prisões, mas somente na operação de ontem 10 pessoas foram detidas.

As diligências continuam em Cascavel e quatro pessoas seguem foragidas.

De acordo com o delegado, cerca de 80 policiais das cidades de Toledo, Pato Branco, Laranjeiras e Cascavel participaram da operação e atuaram em solo e no ar a bordo de helicóptero da corporação.

As ações também tiveram a participação da equipe tática de elite da Polícia Civil, o Tigre, além de cães farejadores que auxiliaram na busca de drogas, armas e munições.

Um dos chefes da organização criminosa, conforme o delegado, está preso em Cascavel e é considerado o gerente da quadrilha.

Ele comandava a venda e revenda de drogas e ordenava execuções de desafetos.

A Polícia Civil ressalta que as investigações terão continuidade, tendo em vista que ainda há foragidos e fatos precisam ser esclarecidos.

Continue Lendo
Publicidade

Policial

Mulher encontrada morta no interior de Toledo foi assassinada pelo namorado

A Polícia Civil do Paraná, por intermédio da 20ª Subdivisão Policial de Toledo esclareceu na tarde de ontem (20), o crime de feminicídio ocorrido no último sábado, 16, em Toledo.
Na ocasião, Roseli Gonçalves da Silva, 38 anos, foi encontrada morta com sinais de violência, em uma estrada rural localizada na Linha Caça e Pesca, em Toledo.
Assim que tomaram conhecimento do crime, os investigadores da 20ª SDP iniciaram diligências para apurar as circunstâncias e a autoria deste crime, e na tarde de ontem, prenderam o suspeito de 42 anos, que era namorado da vítima. Contra ele havia mandado de prisão em vigor, expedido por um outro crime que respondia.
Quando confrontado com as provas produzidas na investigação, ele confessou a autoria do delito, alegando ter agido em razão motivos passionais e violenta emoção para assassinar sua companheira.
O acusado, que não teve o nome divulgado, permanece detido na Cadeia Pública de Toledo, a disposição da Justiça. O Delegado Chefe da 20ª SDP de Toledo, Antonio Donizete Botelho, já representou por sua Prisão Preventiva, em razão da prática de crime de feminicídio.
O Crime
Roseli Gonçalves da Silva de 39 anos foi encontrada morta no início da manhã de sábado (16) na estrada rual Adroaldo Bombardelli, em Toledo.
Corpo foi encontrado por moradores que passaram pelo local e avistaram a mulher caída às margens da estrada. Equipes do Corpo de Bombeiros e Samu foram acionados, mas apenas constataram a morte da vítima.
A mulher apresentava sinais de asfixia e violência pelo corpo. A principal suspeita é que o autor do feminicídio utilizou a alça da bolsa vítima para enforcá-la.
Fonte: Toledo News
Continue Lendo

Policial

Polícia de Santa Helena realiza operação de combate ao tráfico de drogas

Correio do Lago

Está recolhido desde a manhã desta quinta-feira na cadeia pública de Santa Helena o elemento de iniciais D.M.Q, de 33 anos, o qual é acusado da prática de tráfico de substâncias entorpecentes.

Sua prisão aconteceu durante operação de combate ao tráfico de drogas, cujos detalhes são revelados pelo delegado de Polícia Civil de Santa Helena, Geraldo Evangelista…

 

Continue Lendo

Policial

Polícia Civil desarticula quadrilhas que roubaram caminhonetes na região

(Foto: Divulgação PCPR)

Sete suspeitos de integrar quadrilhas especializadas em furtos de caminhonetes foram presos na manhã desta quinta-feira (21) em uma operação da Polícia Civil do Paraná.

Foram expedidos oito mandados de prisão e seis de busca e apreensão em Cascavel, Foz do Iguaçu e São Miguel do Iguaço, no oeste do estado. A polícia informou que os presos são suspeitos de participar de três quadrilhas diferentes.

Um dos grupos, segundo a polícia, era composto por três suspeitos que costumavam realizar os crimes de madrugada e imediatamente levar os veículos furtados para o Paraguai pela BR-277.

A outra quadrilha, composta por dois suspeitos, realizava os furtos em estacionamentos de supermercados, hospitais e igrejas de Cascavel. Os homens trocavam as placas e vendiam os veículos em Foz do Iguaçu.

O terceiro grupo alvo da operação é suspeito de praticar furtos de veículos e tráfico de drogas na região.

Investigações

Segundo a Polícia Civil, as investigações duraram dois meses. De acordo com a polícia, as quadrilhas são suspeitas de furtar cerca de dez caminhonetes e um carro em um mês e meio.

Neste período, com o auxílio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), os policiais conseguiram recuperar cinco veículos furtados. Nesta quinta-feira, além das prisões, a operação localizou e apreendeu três veículos.

 

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.