Conectado com

Geral

Presidente Bolsonaro vai deixar mesmo as fileiras do PSL

O presidente Jair Bolsonaro vai mesmo sair do PSL e pretende patrocinar a criação de um novo partido, que deve ser batizado como “Aliança pelo Brasil”.

 Ele pretende criar o partido “Aliança pelo Brasil 

Após mais de um mês de confronto com a cúpula do PSL, Bolsonaro convocou uma reunião para esta terça-feira, no Palácio do Planalto, com um grupo de deputados da legenda, com o intuito de traçar os próximos passos políticos.

Dos 53 deputados do PSL, ao menos 27 prometem acompanhar o presidente, mas a equipe jurídica estuda alternativas para que eles não percam o mandato.

O pedido de criação de um partido precisa ser protocolado no Tribunal Superior Eleitoral com ao menos 419 mil e 900 assinaturas em nove Estados.

Para que a nova sigla possa participar das disputas municipais do ano que vem, por exemplo, todos os trâmites devem estar cumpridos até março, seis meses antes das eleições.

Nos bastidores, governistas admitem que a corrida de 2020 é o primeiro teste para o projeto de poder de Bolsonaro, que almeja o segundo mandato, principalmente no momento em que o embate com o PT ganhou corpo com o retorno do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à cena política.

O Planalto corre contra o tempo para a montagem de um novo partido que possa abrigar os bolsonaristas e, por isso, advogados estudam até mesmo a criação de um aplicativo para coletar assinaturas de forma digital, uma modalidade que precisa do aval do TSE.

Bolsonaro deve ficar sem partido até que esteja tudo arrumado para a nova filiação.

Desde o início de sua trajetória política, o presidente já passou por nove partidos, incluindo o PSL, pelo qual disputou a Presidência, mas o divórcio, desta vez, é litigioso e enfrenta vários percalços.

Um deles é que parlamentares bolsonaristas ávidos por deixar a legenda correm o risco de perder o mandato se não esperarem a chamada “janela partidária” – período permitido para o troca-troca de partidos, de seis meses antes da eleição.

Para que isso não ocorra, eles devem migrar para uma legenda em formação – caso da “Aliança pelo Brasil”.

Além disso, podem alegar “justa causa”, hipótese também avaliada por advogados de Bolsonaro que auxiliam deputados do PSL.

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Fogo é registrado na prefeitura de Marechal Rondon

Situação aconteceu no terceiro andar

Reprodução internet

Um princípio de incendio foi registrado na noite desta quinta-feira (11) na prefeitura de Marechal Rondon.

Um vizinho ouviu barulho de uma janela quebrando, e ao verificar, identificou fogo em uma das salas do 3º piso do paço municipal, localizado na rua Espírito Santo, onde fica o setor de arquivos.

Isso ocorreu por volta das 23h10 e rapidamente os bombeiros foram chamados e controlaram a situação.

Não houve danos estruturais maiores.

A suspeita, é de que um curto circuito em uma tomada possa ter originado o princípio do incendio.

O caso é registrado pelo setor policial.

 

Continue Lendo

Geral

Sala do Empreendedor de Marechal Cândido Rondon recebera Selo Diamante

É a maior certificação concedida pelo SEBRAE

O prefeito Marcio Rauber, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Reinar Seyboth, e os atendentes da Sala do Empreendedor de Marechal Cândido Rondon, Lucio Fernandes e Mauro Pasinatto, participaram de evento em Brasília, nesta semana, onde receberam o Selo Diamante.

Trata-se de uma certificação concedida pelo SEBRAE aos parceiros mais bem pontuados nos estados no Selo Sebrae de Referência em Atendimento 2023, ou seja, um prêmio de reconhecimento pela excelência no atendimento.

Continue Lendo

Geral

Critérios de funcionamento da casa de acolhimento são debatidos em Marechal Rondon

Forma de abordagem às mulheres vítimas de violência também foi tratada em reunião

Os critérios de funcionamento da Casa de Acolhimento de Mulheres Vítimas de Violência Edna Storari foram tratados em reunião ocorrida ontem, na prefeitura de Marechal Cândido Rondon.
Entre outros assuntos, também houve a definição no que tange à forma de abordagem às mulheres vítimas de violência.

O espaço tem característica de domicílio e já está em funcionamento. Sua localização deve ser sigilosa, tendo em vista que acolhe mulheres que sofreram ou estão sendo ameaçadas de violência, e seus agressores não poderão saber o paradeiro dessas vítimas.

O objetivo é oferecer acolhimento provisório para mulheres adultas, que tenham sofrido violência doméstica, sofrimento físico, sexual, psicológico ou moral, entre outras, e que precisam se afastar de casa por sofrerem ameaças e correrem risco de morte.

Elas podem ser acolhidas juntamente com seus filhos.

As acolhidas só saem da casa quando não estão mais em situação de risco e voltam a ter segurança novamente.

O abrigamento é considerado uma medida radical de proteção da vida da mulher, mas que muitas vezes é necessária.

O acesso é feito por meio do CREAS – Centro de Referência Especializado de Assistência Social.

 

Assessoria

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.