Conectado com

Esportes

Projeto da Unioeste promove atividades de combate à obesidade e ao sedentarismo em escolares

RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS PELO WHATS. ENTRE NO GRUPO CLICANDO AQUI

 

O projeto “Educação Física Escolar: A prevenção e o combate à obesidade por meio de práticas corporais” foi idealizado em 2017, pelo professor Arestides Pereira da Silva Júnior que é docente do curso de Educação Física – Licenciatura, Centro de Ciências Humanas, Educação e Letras (CCHEL) da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) Campus de Marechal Cândido Rondon.

O projeto promove práticas corporais no intuito de prevenir e combater o sobrepeso e a obesidade em adolescentes no município, além de proporcionar aos acadêmicos do curso uma oportunidade de vivenciar práticas pedagógicas para o ensino das diversas práticas corporais ligadas à Educação Física Escolar.

Na opinião de Arestides é preciso fornecer informações sobre a importância da prática de atividade física e de hábitos saudáveis gerais para as crianças e adolescentes. “Promover o aumento de atividades físicas em jovens com sobrepeso e obesidade incita um processo educativo para que eles reconheçam isso como um elemento importante para a sua vida toda”.

Atualmente o projeto trabalha apenas com o professor Arestides e com a acadêmica bolsista (4°ano) Gabriela Doebber. De acordo com ele após o retorno das atividades paralisadas por conta da pandemia do Coronavírus, serão oferecidas cinco vagas para acadêmicos voluntários.

Com a pandemia da Covid–19 foi necessário adaptar as ações do projeto e consequentemente do atendimento ao público do projeto. Dessa forma, os membros elaboraram uma maneira de colaborar com os participantes nesse momento de isolamento. Atualmente, as atividades são publicadas diariamente na página do Facebook (https://www.facebook.com/ProjetoPraticarUNIOESTE/) e em grupos de Whatsapp, breves posts com a divulgação de informações importantes e dicas de brincadeiras e atividades, que poderão ser realizadas em casa nesse momento de isolamento e auxiliar pais e filhos no convívio saudável familiar.

De acordo com o professor Arestides, a ideia é de que o material produzido possa direcionar e orientar as crianças/adolescentes e seus pais, no intuito de possibilitar a vivencia de jogos, brincadeiras e outras atividades nesse período em que os jovens estão sem aulas das escolas e isolados em suas casas, contribuindo para que se mantenham ativos.

No projeto são realizadas avaliações antropométricas e físicas/motores (peso, estatura, IMC e testes motores e de aptidão física). Também são realizadas avaliações nutricionais e psicológicas. “No entanto, o foco do projeto não são as avaliações, mas sim a oferta de diversificadas práticas corporais, como apresentadas a seguir”, complementa.

As atividades propostas são as seguintes: Esportes de Invasão (Basquetebol – Futebol – Futsal – Handebol – Ultimate Frisbee); Esportes de marca e com rede divisória ou muro/parede de rebote (Badminton – Peteca – Tênis de Campo – Tênis de Mesa – Voleibol – Atletismo); Ginástica; Dança; Atividades Circenses; Lutas; Capoeira e Práticas Corporais de Aventura.

Na visão do professor as causas da obesidade infantil são várias e complexas. “Os aspectos que envolvem as causas da obesidade infantil, por exemplo: a alimentação inadequada, repleta de alimentos industrializados e hipercalóricos, e com pouco consumo de vegetais, frutas e outros alimentos naturais e saudáveis; o sedentarismo, pois atualmente as crianças estão deixando de brincar e realizar atividades físicas em detrimento das opções tecnológicas não ativas fisicamente (celulares, vídeo games, programas de televisão); fatores genéticos e hormonais; falta de sono; ansiedade e depressão entre outros”.

Em relação ao auxílio do projeto na vida saudável dos integrantes, Arestides relata que a proposta tem grande relevância acadêmica e social em virtude de sua dimensão e forma de atuação, podendo contribuir de forma significativa na formação dos acadêmicos e na vida das crianças e adolescentes participantes, principalmente em relação aos aspectos de saúde. “Em relação aos acadêmicos espera-se que estes estejam capacitados nas dimensões conceitual, procedimental e atitudinal para trabalhar as práticas corporais como forma de prevenção e combate a obesidade em adolescentes. Em relação aos jovens participantes, espera-se que estes tenham conhecimento suficiente para exercer com autonomia a prática de atividades física, neste caso relacionado às práticas corporais como elemento para a prevenção e combate a obesidade e consequentemente para a promoção da saúde e melhoria da qualidade de vida”.

O projeto atende crianças e adolescentes, de 9 a 14 anos, em Marechal Cândido Rondon e região. Já teve a participação de aproximadamente 15 acadêmicos e 100 crianças e adolescentes nos três anos de existência. Devido à COVID-19 as atividades foram paralisadas. Quando voltar ao normal, o professor explica que os interessados podem entrar ir diretamente nos dias das aulas para conhecer e fazer a matrícula (terças e quintas-feiras, das 15h00 às 17h00) ou entrar em contato no telefone (45) 3284-7855 ou (45) 99962-0703 (Prof. Arestides). O projeto é totalmente gratuito e as atividades são realizadas no Complexo Poliesportivo da Unioeste.

Continue Lendo
Publicidade

Esportes

Termina hoje prazo de inscrições para o Desafio de Ciclismo em Mal. Rondon

Termina hoje, terça-feira, o prazo de inscrições para o 1º Desafio Outubro Rosa/Novembro Azul de Ciclismo.

O evento é uma promoção da Associação Rondonense de Ciclismo.

Os ciclistas poderão escolher cinco categorias de desafio, que vão de 200 Km até 1.500 Km, e as distâncias deverão ser percorridas no período de hoje até o dia 20 de novembro.

O objetivo do desafio é incentivar a prática do ciclismo e promover a conscientização sobre cuidados com a saúde da mulher e do homem.

O evento é na modalidade virtual, ou seja, o participante pode pedalar na própria cidade ou região onde mora.

Em razão da pandemia do novo Coronavírus, a recomendação é que a pedalada seja individual ou respeitando o distanciamento social.

Para comprovar a participação, o ciclista deverá registrar cada pedalada através do Strava ou aplicativo similar, e compartilhar no site www.ticketagora.com.br para que os organizadores possam fazer o controle.

O presidente da Associação Rondonense de Ciclismo, Paulo Rodrigo Coppetti, se diz satisfeito com a movimentação em torno desta iniciativa…..

 

Continue Lendo

Esportes

Rondonense ganha moto 0 km em prova dos três tambores

Reprodução Facebook

LIVE SOLIDÁRIA RODEIO CRONOMETRADO BESS CUP 2020

As doações da Live Solidária foram para Provopar e Meu Cantinho de Santa Terezinha de Itaipu

Organizadores do eventos: Bruno Dantas e Jose Soares Cardoso Neto

De 09 a 11 de outubro

Local: Haras Rosa de Sarom em Santa Terezinha de Itaipu – PR

Mais de 16 mil reais em prêmios

Categoria Mirim teve 36 competidores, e a ganhadora foi a rondonense Pyetra Vitória Antunes de 10 anos com animal Barbarela Lider ADW com melhor tempo de 15.144.

Rondonenses que ficaram classificadas na Categoria Mirim:

Júlia Giesel da Silva em 3 lugar

Júlia Vitória Bortolon em  5 lugar

Emanuella Catarino Costa em 7 lugar

Rafaela Giesel Machado em 8 lugar

Lucas Uecker Pereira em 9 lugar

Clara Huppes Emmel em 12 lugar

“Teve mais crianças rondeneses que participaram, mas acho que não é necessário colocar o nome .”

Categoria Masculino teve 16 competidores:  onde o rondonense Wiliam Giacobbo ficou em 2 lugar com animal Sebastian Top com tempo de 14.965.

Categoria Feminina teve 85 competidoras, e a ganhadora de uma moto zero km foi a rondonense Franciele Navarini Giacobbo com melhor tempo de 14.375.

Teve participação de Competidores de todo Paraná, e também do Mato Grosso e São Paulo.

Continue Lendo

Esportes

1º Desafio Outubro Rosa/Novembro Azul de Ciclismo terá sorteio de seis bicicletas

Continuam abertas até o próximo dia 20 as inscrições para o 1º Desafio Outubro Rosa/Novembro Azul de Ciclismo. O evento é uma promoção da Associação Rondonense de Ciclismo (ARC), com patrocínio do Sicredi, Bicicletaria Lirio, Jaclani Esportes, MCR Bikes, Raport Comunicação Visual, Refran Bikes e Yeia Motos e Bikes.
As inscrições estão abertas no site www.ticketagora.com.br (www.ticketagora.com.br/e/1-desafio-outubro-rosa-novembro-azul-de-ciclismo-virtual-31021). Os ciclistas poderão escolher cinco categorias de desafio, que vão de 200 Km até 1.500 Km. As distâncias deverão ser percorridas no período de 20 de outubro a 20 de novembro.
O objetivo do desafio é incentivar a prática do ciclismo e promover a conscientização sobre cuidados com a saúde da mulher e do homem. O evento é na modalidade virtual, ou seja, o participante pode pedalar na própria cidade ou região onde mora.
Em razão da pandemia do novo Coronavírus, a recomendação é que a pedalada seja individual ou respeitando o distanciamento social. Para comprovar a participação, o ciclista deverá registrar cada pedalada através do Strava ou aplicativo similar, e compartilhar no site www.ticketagora.com.br para que os organizadores possam fazer o controle.
“Cada ciclista escolhe o trajeto e o local para suas pedaladas, que devem ser feitas ao ar livre em estradas de terra ou asfalto. Não serão aceitas atividades em bicicletas ergométricas, rolos ou similares”, esclarece Paulo Rodrigo Coppetti, presidente da ARC.
O valor da inscrição para o 1º Desafio Outubro Rosa/Novembro Azul é de R$ 75, que pode ser parcelado em duas vezes. O ciclista inscrito receberá como premiação medalha, camiseta e certificado. Além disso, vai concorrer ao sorteio de seis bicicletas mountain bike aro 29 e um kit ciclista de R$ 500.
Outras bicicletas serão disponibilizadas para o sorteio a cada 150 inscrições no evento.
Poderão participar ciclistas de todo o Brasil, Paraguai e Argentina.
O regulamento completo está disponível no site www.ticketagora.com.br.
Mais informações também podem ser obtidas através dos telefones (45) 99962-4124 e 99916-1010.

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.