Conectado com

Geral

Protestos contra morte de afro-americano nas mãos da polícia se espalham pelos Estados Unidos

Mulher repreende policial durante os protestos em Minneapolis.MARK VANCLEAVE / AP

Derek Chauvin, o ex-policial branco que pressionou com o joelho o pescoço de George Floyd, foi preso e acusado de assassinato em terceiro grau e homicídio culposo

Os protestos pelos abusos da polícia contra os afro-americanos, que explodiram em Minneapolis depois da morte, segunda-feira, de George Floyd, que teve seu pescoço pressionado com o joelho por um policial durante vários minutos enquanto reclamava que não podia respirar, espalharam-se nesta quinta e sexta-feira pelos Estados Unidos. Em várias cidades do país, grupos de manifestantes saíram às ruas para exigir justiça. Em Minneapolis, aonde chegaram mais de 500 membros da Guarda Nacional, a polícia usou bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha para dispersar pessoas que estavam saqueando lojas e incendiando edifícios.

A delegacia em que trabalhava Derek Chauvin, o policial branco que pressionou com o joelho o pescoço de Floyd, foi incendiada na noite de quinta-feira. Chauvin e outros três policiais foram demitidos. O advogado do condado de Hennepin, Mike Freeman, acusou Chauvin de assassinato em terceiro grau e homicídio culposo na manhã desta sexta. O ex-policial foi preso.

O prefeito de Minneapolis, Jacob Frey, disse à CNN que a decisão de acusar Chauvin é apenas um “primeiro passo”. “Somos uma nação em uma encruzilhada, e a decisão de hoje do advogado do condado é um primeiro passo essencial em um caminho mais longo em direção à justiça e à cura de nossa cidade”, disse em comunicado nesta sexta-feira. “Para a nossa comunidade negra que, durante séculos, foi forçada a suportar a injustiça em um mundo simplesmente relutante em corrigi-la ou reconhecê-la, sei que qualquer esperança que você sente hoje é temperada com ceticismo e uma indignação justa”, disse Frey.

Depois da explosão de violência, o presidente Donald Trump ameaçou enviar militares à cidade de Minnesota e chamou de “bandidos” os manifestantes. “Assumiremos o controle se começarem as dificuldades, mas, quando começam os saques, começam os disparos”, escreveu o mandatário no Twitter. Suas palavras lhe custaram um alerta da rede social, que considerou que a mensagem “glorifica a violência”. Os distúrbios continuaram durante a madrugada desta sexta, na qual o correspondente da CNN Omar Jimenez, um repórter negro, foi detido juntamente à sua equipe, enquanto fazia uma transmissão ao vivo para a TV. Todos já estão em liberdade.

“Esses bandidos estão desonrando a memória de George Floyd e não vou deixar que isso ocorra. Acabo de falar com o governador [do Estado] Tim Walz e lhe disse que o Exército está com ele até o fim. Assumiremos o controle se começarem as dificuldades mas, quando começam os saques, começam os disparos. Obrigado!”, escreveu depois da uma hora da madrugada o presidente americano.

As centenas de pessoas que foram às ruas clamando justiça após a morte de Floyd na segunda-feira se multiplicaram com o passar dos dias. Na quinta-feira ocorreram protestos em uma dezena de cidades, entre elas Los Angeles, Memphis e Nova York. Nesta última houve um confronto com a polícia, que acabou com a detenção de 40 manifestantes. Os protestos foram organizadas por movimentos de defesa dos direitos dos afro-americanos, como Black Lives Matter, que denunciam o racismo policial.

As manifestações começaram depois da divulgação de um vídeo em que Floyd, detido por suspeita de fraude, chora e geme de dor enquanto está imobilizado no chão pelo policial: “Dói tudo… Água ou algo, por favor. Por favor, por favor. Não posso respirar, agente, não posso respirar”, dizia Floyd a Chauvin, sem que este aliviasse a pressão. Em alguns minutos, o afro-americano ficou inconsciente e, depois de ser levado para um hospital, morreu.

Depois que o vídeo começou a circular, a polícia informou que Floyd, um guarda de segurança de 46 anos, morreu devido a um “incidente médico”. Um relatório do Departamento de Bombeiros publicado na quinta-feira detalhou que os paramédicos da ambulância que o transportaram verificaram seu pulso “várias vezes”, mas sem resultado. O Departamento de Justiça anunciou que a investigação federal sobre a morte de Floyd tem “prioridade máxima”. A investigação se concentrará em descobrir se os quatro policiais envolvidos, todos demitidos após a morte de Floyd, “privaram deliberadamente [o falecido] de um direito ou privilégio protegido pela Constituição ou pelas leis dos Estados Unidos”, segundo uma declaração da Divisão do FBI em Minneapolis.

Fonte: El País

Continue Lendo
Publicidade

Geral

Adetur inicia inscrições à 3ª etapa do 8º Circuito Regional de Cicloturismo em Pato Bragado

Dia 19 de maio será a vez do município de Pato Bragado receber os cicloturistas e apaixonados pelo pedal de toda a região.

É a 3ª etapa do 8º Circuito Regional de Cicloturismo – edição especial Caminhos do Iguaçu

As inscrições no 1º lote à R$ 100 + 10% da taxa de inscrição já estão abertas e são feitas por meio do site da Adetur Cataratas e Caminhos.

O local de concentração será o Centro de Eventos do Parque de Exposições de Pato Bragado.

Serão dois trajetos, um de 27 quilômetros e outros de 45 quilômetros que contemplam trilhas, rios, lagos, além das belezas do interior do município.

Haverá o sorteio de 4 bikes aro 29, além de diversos brindes de parceiros.

06h30 – Confirmação de inscrições e café da manhã (Obrigatório a apresentação de documento com foto para confirmação da inscrição realizada via boleto bancário)

8h15 – Concentração

08h30 -Saída

12 horas – Almoço e sorteio de brindes

O evento é uma promoção da Agência de Desenvolvimento Cultural e do Turismo Sustentável do Litoral do Paraná (Adetur) e a organização e realização está por conta da Secretaria de Indústria, Comércio, Turismo e Desenvolvimento Econômico de Pato Bragado e grupos de ciclistas da região.

 

Com Assessoria

Continue Lendo

Geral

Copagril promoverá Seminário de Suinocultura dias 24 e 25 de abril

A Cooperativa Agroindustrial Copagril realizará, nos dias 24 e 25 de abril, o evento: Seminário de Suinocultura 2024, que terá por local o Salão Social da Associação Atlética Cultural Copagril (AACC), em Marechal Cândido Rondon.

O encontro é voltado para associados da Copagril que trabalham no sistema de integração da Cooperativa e tem o propósito de difundir conhecimentos atualizados sobre manejo visando ao aumento dos resultados na suinocultura.

Em ambos os dias, o público presente terá oportunidade de assistir à palestra do professor da Universidade Federal do Paraná, Geraldo Camilo Alberton, que abordará o tema: “Reprogramando a mente para explorar o máximo da saúde e do desempenho dos suínos”. Também haverá participação de Rafael Cesar Bertol, que abordará o tema: “Cuidados com os suínos no inverno para o melhor resultado.

Após as explanações, a Copagril oferecerá uma premiação aos produtores que tiveram melhor performance em produtividade suína no ano de 2023.

Programação

Considerando as diferentes etapas do sistema produtivo, o Seminário de Suinocultura terá programação específica para cada fase:

Dia 24 de abril:

ÀS 08h30  Seminário voltado para os produtores de UPD;

Às 13h30  Seminário voltado para os produtores de Creche;

Dia 25 de abril:

Às 08:30  Seminário voltado para os produtores de Terminação.

O seminário em questão é somente para integrados, e os convites serão feitos pelos técnicos.

 

Fonte: Assessoria Copagril

Continue Lendo

Geral

Toledo recebe reconhecimento federal de emergência devido à dengue

Toledo e mais cidades do Paraná receberam nesta segunda-feira (15), o reconhecimento da Defesa Civil Nacional de situação de emergência. A medida ocorre porque os municípios têm um aumento significativo no número de casos de dengue.

A portaria oficial com a classificação de emergência foi publicada no Diário Oficial da União. Além de Toledo, a lista conta com os municípios de Barracão; Cruzeiro do Iguaçu; Goioerê; Pato Branco; Morretes; e Vera Cruz do Oeste. Além das sete cidades mencionadas, outros 129 municípios paranaenses

Com o reconhecimento da Defesa Civil, as prefeituras podem pedir recursos ao Governo Federal para ações de assistência humanitária, como compra de cestas básicas, água potável e aluguel de caminhões-pipa.

Número de casos no Ano Epidemiológico em Toledo

Conforme o último boletim divulgado pela Prefeitura de Toledo em relação à dengue, na última sexta-feira, 12. No momento, são 3.097 casos confirmados no ano epidemiológico. Infelizmente sete pessoas faleceram em decorrência da dengue no período.

Os cinco bairros com o maior número de casos são Jardins Europa/América (555), Jardim Facchini (215), Jardim Coopagro (212), Jardim Panorama (198) e Centro (182). O número de confirmações pode ficar ainda maior, pois há 718 pacientes aguardando resultados de exames.

 

Fonte: Toledo News

Continue Lendo

(45) 3284-8080
Central telefônica (45) 9997-0083 - (45) 9997-0067
FM 95,1 (45) 9997-0733 | WhatsApp FM (45) 9997-0532
Técnica AM 970 (45) 9997-0740
Copyright © 2019 Radio Difusora do Paraná.